Mark Zuckerberg e os benefícios do Jiu-Jitsu que transcendem os tatames

Share it

Foto: Reprodução

A comunidade do Jiu-Jitsu ganhou nos últimos meses um praticante de peso. Fundador do Facebook e um dos empresários mais influentes do mundo, Mark Zuckerberg se rendeu às artes marciais e adotou as lutas como um de seus hobbies. Em entrevista ao podcast “The Joe Rogan Experience” Zuckerberg, de 38 anos, declarou seu amor pelo Jiu-Jitsu e afirmou que a arte suave é o melhor esporte.

“Sinto que estou aprendendo muito e que a coisa louca é como eu não sei, quer dizer, é, realmente é o melhor esporte” disse Mark. “A pergunta não é como eu entrei nisso. É como eu não sabia disso até agora. Logo na primeira aula, treinei cinco minutos e pensei: onde isso estava na minha vida toda? Minha mãe me fez praticar três esportes universitários e como se minha vida tivesse tomado um rumo errado quando eu escolhi fazer esgrima competitivamente em vez de lutar wrestling no ensino médio ou algo assim”, contou o empresário.

Encantado com o esporte, Zuckerberg revelou que apresentou o Jiu-Jitsu aos amigos e disse que treinam juntos por diversão.

“Acabei de apresentar um monte de meus amigos para isto. E isso tem sido muito divertido”, declarou o americano.” Porque agora treinamos juntos e nós apenas gostamos, lutamos. Eu não sei, há uma certa intensidade nisso que eu gosto. Talvez seja como se houvesse essa coisa cultural onde, onde talvez muitas pessoas não tenham considerado, certo, mas eu tive 100% de taxa de acerto de apresentar amigos a isso e convertê-los em pessoas que agora treinam cada pessoa que eu gosto, que eu tenho, para quem eu meio que mostrei é como, isso é incrível. É como, obviamente, como eu deveria estar treinando e malhando”, disse Mark.

Mark Zuckerberg tem afiado as técnicas de Jiu-Jitsu com o experiente professor Dave Camarillo, à frente da Guerrilla Jiu-Jitsu. O programador americano listou os benefícios das artes marciais que são importantes para além dos tatames.

“O MMA é como uma coisa perfeita. Porque se você parar de prestar atenção por um segundo, você vai acabar no fundo”, ponderou o americano. “Então eu descobri que isso é muito importante para mim, em termos de tipo, o que eu faço e ser capaz de manter meu nível de energia, manter meu foco. Você sabe, uma hora ou dois, de malhar ou rolar com amigos ou com pessoas diferentes, dá a sensação de estar pronto para resolver qualquer problema no trabalho do dia. É como se eu tivesse processado completamente todas as notícias para o dia. Agora estou pronto para ir” relatou Mark.

Uma das pautas da conversa com Joe Rogan foi a comparação entre treinar Jiu-Jitsu e liderar uma empresa. Zuckerberg explicou que se livrar de uma posição de perigo e impor seu jogo pode ser importante no momento de tomar uma decisão desafiadora no trabalho e resolver problemas diários, já que esses movimentos exigem uma atitude assertiva num curto intervalo de tempo.

“Eu acho que tanto o surf quanto o MMA e o Jiu-Jitsu te ensinam o fluxo e o momento das coisas. E eu acho que nos negócios isso também ocorre. O mais difícil é saber quando você está numa posição de tomar decisões ou pensar um pouco mais. Se você não fizer nada, será raspado” analisou Zuckerberg.

Confira abaixo o vídeo de Mark Zuckerberg em um de seus treinos:

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.