UFC 280: Islam Makhachev se consagra novo campeão peso leve

Share it

Islam Makhachev é o novo campeão peso leve do UFC. Foto: Reprodução

O peso leve tem um novo campeão. Sucessor de Khabib Nurmagomedov, o russo Islam Makhachev finalizou o brasileiro Charles “Do Bronx” Oliveira com um katagatame aos 3min16s do segundo round, na luta principal do UFC 280, disputado no último sábado dia 22 de outubro, em Abu Dhabi. Makhachev emplacou sua 11ª vitória no Ultimate.

O cenário não poderia ser mais favorável ao lutador do Daguestão. Aclamado pela torcida  presente na Etihad Arena, Islam Makhachev parecia estar em solo russo. Por outro lado, Charles era muito vaiado pelo público. 

A luta começou a todo vapor. Charles tomou a iniciativa e iniciou bem agressivo com o intuito de controlar a distância. A resposta de Islam foi imediata. O russo aproveitou uma brecha do brasileiro e conseguiu uma queda. Makhachev se manteve por cima, mas respeitou a perigosa guarda do brasileiro e não conseguiu progredir no solo. Em seguida, “Do Bronx” se levantou e tentou ditar o ritmo na trocação. Porém, Islam aplicou outra queda e manteve o adversário por baixo até o gongo soar.

Charles tomou novamente a iniciativa no segundo round e tentou quedar o russo, que defendeu e pressionou o brasileiro contra as grades. “Do Bronx” conectava golpes mais duros na trocação e crescia no duelo. No entanto, Charles foi surpreendido com um knockdown. Islam foi para cima, passou a guarda e encaixou um katagatame. Instantes depois, conseguiu a finalização para o delírio da torcida em Abu Dhabi.

Após a luta, Islam dedicou a vitória e o cinturão ao falecido Abdulmanap Nurmagomedov, seu treinador e pai de Khabib. O novo campeão dos leves aproveitou a oportunidade para desafiar Alexander Volkanovski, dono do cinturão peso-pena, para uma luta no UFC 284, a ser realizado em Perth, na Austrália. Volkanovski entrou no octógono após ser chamado por Islam e aceitou o desafio.

Charles Oliveira comentou na entrevista pós-luta que quer a revanche imediata e vai recuperar o cinturão.

“Tem luta que a gente está aqui e não é nosso melhor dia. Eu prometo pra todo mundo: eu vou buscar ele de volta. Eu sempre aceitei lutar em qualquer lugar do mundo. Por favor, eu tenho que ser o próximo. Me dá a próxima oportunidade. Não importa onde vai ser, eu vou estar pronto”, disparou Charles.

Charles não perdia desde dezembro de 2017, quando foi nocauteado pelo irlandês Paul Felder. O resultado interrompeu a sequência de 11 vitórias de Charles. Destas, apenas uma foi decidida pelos árbitros.

Na outra disputa de cinturão do evento, o peso-galo Aljamain Sterling não tomou conhecimento do americano TJ Dillashaw. O jamaicano derrotou TJ por nocaute técnico aos 3min44s do segundo round. Aljo quedou Dillashaw nas ações iniciais do primeiro assalto e não deu sossego ao rival. O campeão foi contundente no ground and pound, montou e pegou as costas. Em seguida, tentou encaixar um mata-leão, mas o gongo soou. 

Durante o intervalo, TJ disse aos treinadores que estava com o ombro deslocado. Diante do cenário caótico, o americano colocou o braço lesionado para trás e passou a golpear apenas com a mão da frente. Na sequência, Sterling conseguiu a queda sem tanta resistência do adversário, desferiu uma saraivada de golpes e o árbitro encerrou o combate. Foi a segunda defesa do cinturão peso-galo de Aljo. 

Além de Charles, outros dois brasileiros estiveram em ação no UFC 280. Promessa dos médios, Caio Borralho derrotou o uzbeque Makhmud Muradov por decisão unânime dos árbitros (30-27, 30-27 e 29-28). Caio segue invicto em três lutas na organização.

Na abertura do evento, Karol Rosa se recuperou da derrota para Sara McMann e derrotou a sueca Lina Lansberg por decisão majoritária (29-27, 29-27 e 28-28). 

Confira os resultados:

UFC 280

Etihad Arena, Abu Dhabi (EAU)

Sábado, 22 de outubro

 

CARD PRINCIPAL

Islam Makhachev venceu Charles do Bronx por finalização aos 3min16s do R2

Aljamain Sterling venceu TJ Dillashaw por nocaute técnico aos 3min44s do R2

Sean O’Malley venceu Petr Yan por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28)

Beneil Dariush venceu Mateusz Gamrot por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28)

Manon Fiorot venceu Katlyn Chookagian por decisão unânime (triplo 29-28)

CARD PRELIMINAR

Belal Muhammad venceu Sean Brady por nocaute técnico aos 4min47s do R2

Caio Borralho venceu Makhmud Muradov por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28)

Nikita Krylov venceu Volkan Oezdemir por decisão unânime (30-27, 29-28, 29-28)

Abubakar Nurmagomedov venceu Gadzhi Omar Gadzhiev por decisão unânime (29-28, 29-28, 30-27)

Armen Petrosyan venceu AJ Dobson por decisão unânime (triplo 30-27)

Muhammad Mokaev venceu Malcolm Gordon por finalização aos 4min26s do R3

Karol Rosa venceu Lina Lansberg por decisão majoritária (29-27, 29-27, 28-28)

 

Ler matéria completa Read more

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.