BJJ Stars 9: Matheus Gabriel homenageia Leandro Lo e conquista GP dos Leves

Share it

Matheus Gabriel é o novo rei dos Leves do BJJ Stars. Foto: Milena Freitas/VF Comunica

Em noite de tributos ao eterno ídolo Leandro Lo, O BJJ Stars 9 foi realizado na última sexta-feira, dia 21 de outubro, no Pavilhão do Pacaembu, em São Paulo. O grande destaque do evento foi o amazonense Matheus Gabriel. Bicampeão mundial na faixa-preta, Matheus derrotou Meyram Maquiné por 2 a 0 na final do GP dos Leves e embolsou o cheque de R$ 100 mil pelo título. Nas fases anteriores, Matheus Gabriel finalizou Wallison Oliveira no armlock e superou Israel Almeida por 4 a 2.

Matheus Gabriel e Meyram Maquiné protagonizaram um duelo à altura do nível de campeões mundiais. O combate foi eletrizante do início ao fim, e Matheus levou a luta no detalhe. Logo nas ações iniciais, Meyram arriscou um double leg e derrubou Matheus. No entanto, o amazonense levantou imediatamente e não deixou o adversário estabilizar a posição. Em seguida, Matheus puxou para a guarda, dominou a manga de Maquiné e conseguiu uma bela raspagem. 

Diante da desvantagem no placar, Maquiné partiu para cima e fez uma blitz para quedar Matheus Gabriel. Meyram quase conseguiu aplicar um single leg, no entanto, Matheus resistiu e segurou o resultado até o cronômetro zerar. Após o duelo, Matheus dedicou o título a Leandro Lo, que tinha o rosto estampado na parte de trás de seu kimono com a frase “Legends never die”- Lendas nunca morrem. 

Além do GP dos Leves, o BJJ Stars promoveu a disputa de nove superlutas. Num dos confrontos mais aguardados, Isaque Bahiense superou Mica Galvão por uma punição. Ex-companheiros de treino, os faixas-pretas fizeram um combate de grappling nas regras do ADCC. Apesar do alto volume imposto por ambos lados, o placar zerado prevaleceu. Mica fez investidas perigosas na chave de calcanhar, mas Isaque defendeu os ataques. Por cima durante maior parte do embate, o atleta da Dream Art fez de tudo para passar a guarda, porém, Mica conteve os avanços do adversário. Na reta final, Mica Galvão puxou para a guarda e foi penalizado com a perda de um ponto, fator determinante para o resultado.

Isaque Bahiense superou Mica Galvão por uma punição. Foto: Milena Freitas/VF Comunica

Prodígios da nova geração, Samuel Nagai e Fabricio Andrey também se enfrentaram numa luta de grappling no estilo do ADCC. Nagai levou a melhor na decisão unânime dos árbitros e conquistou o segundo triunfo sobre Andrey. Samuel conseguiu uma queda no double leg quando a pontuação estava desabilitada e quase conseguiu pegar as costas de Andrey.

Samuel Nagai derrotou Fabricio Andrey na decisão unânime dos árbitros. Foto: Milena Freitas/VF Comunica

Um dos veteranos do evento, Paulo Miyao apresentou sua poderosa chave de calcanhar a Alexandre Vieira. Miyao buscou um ataque preciso no calcanhar e forçou a desistência do atleta da Brazilian Top Team.

Em outro combate de grappling, Jansen Gomes mostrou aos fãs que está com o wrestling refinado. Jansen aplicou quedas a partir do body lock, cinturou Marcos Petcho em diversas situações e aplicou um suplê que sacudiu a arena. No entanto, Gomes executou essas técnicas quando os pontos estavam desabilitados e derrotou o adversário por decisão unânime, após o empate por 0 a 0.

Uma das atletas de Jiu-Jitsu mais dominantes do século, Beatriz Mesquita teve atuação dominante diante de Thalyta Silva, em duelo de grappling. Medalhista de bronze no ADCC 2022, Bia foi eficiente nas quedas para derrotar Thalyta. A hexacampeã mundial derrubou Thalyta em duas oportunidades no double leg e marcou 4 a 0 no placar.

Anna Rodrigues teve uma noite irretocável no BJJ Stars 9. Após abrir 9 a 0 contra Maria Claudia, Anna finalizou a adversária com um armlock da guarda fechada. O golpe rendeu à Anna o prêmio de Finalização da Noite.

Roberto Godoi levou a melhor no duelo de veteranos diante de Viktor Doria. Com o empate por 0 a 0, Godoi foi declarado vencedor de forma unânime pelos árbitros. Apesar de não ter conseguido passar a guarda do atleta da Fight Sports, Roberto foi mais ativo por cima e anulou as ações do oponente. Foi a primeira vitória de Godoi em três lutas contra Doria.

Dois dos faixas-pretas mais formidáveis da atualidade, Rider Zuchi e Pedro Machado fizeram um dos confrontos mais esperados do torneio. Pupilo de Leandro Lo, Rider derrotou Machado por uma  vantagem e boletou a vitória. A luta foi travada, bem parelha e Zuchi levou no detalhe.

Na luta de abertura do evento, Ingridd Alves raspou Sábatha Lais, marcou 2 a 0 e segurou a vantagem até o fim do duelo para conquistar o triunfo.

Confira abaixo os resultados:

BJJ Stars 9

Pavilhão do Pacaembu, São Paulo

Sexta-feira, 21 de outubro

GP dos Leves

Quartas de final

Matheus Gabriel finalizou Wallysson Oliveira no armlock

Meyram Maquiné derrotou Pedro Maia por 7 a 0

Israel Almeida derrotou Darlan Casaca por 7 a 0

Luiz Paulo derrotou Pablo Lavaselli por duas vantagens

Semifinais

Matheus Gabriel derrotou Israel Almeida por 4 a 2

Meyram Maquiné derrotou Luiz Paulo por uma vantagem

Final

Matheus Gabriel derrotou Meyran Maquiné por 2 a 0

Superlutas

Isaque Bahiense derrotou Mica Galvão por decisão unânime dos árbitros

Samuel Nagai derrotou Fabricio Andrey por decisão unânime dos árbitros

Paulo Miyao finalizou Alexandre Vieira na chave de calcanhar

Jansen Gomes derrotou Marcos Petcho por decisão unânime  dos árbitros

Bia Mesquita derrotou Thalyta Silva por 4 a 0 

Rider Zuchi derrotou Pedro Machado por uma vantagem

Anna Rodrigues finalizou Maria Claudia na chave de braço

Roberto Godoi derrotou Viktor Doria por decisão unânime dos árbitros

Ingridd Alves derrotou Sábatha Lais por 2 a 0

Ler matéria completa Read more

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.