Fight & Smart e o Jiu-Jitsu como ferramenta educacional nas escolas

Share it

Programa Fight & Smart utiliza o Jiu-Jitsu como ferramenta educacional nas escolas. Foto: Reprodução

Nosso GMI, o professor Beto Nunes exerce papel fundamental na formação social de inúmeros jovens no Brasil e no exterior. Formado pelo mestre Ricardo de la Riva, o faixa-preta e advogado idealizou ao lado do xará Beto Cavallari um programa de ensino voltado à aplicação do Jiu-Jitsu no ambiente escolar. Trata-se do Fight & Smart, projeto que utiliza a arte suave como ferramenta educacional a partir dos valores e ensinamentos propagados no esporte.

Beto Nunes adquiriu vasta experiência nos ramos da educação e do esporte durante o período que viveu em Orlando, nos Estados Unidos, e nos Emirados Árabes Unidos. Ao lado de Beto Cavallari, fundaram a empresa Alfabetos, cujo nome condensa a visão de diversas linguagens da prática e do estudo do Jiu-Jitsu para o desenvolvimento de jovens na escola.

Em bate-papo com a equipe do GRACIEMAG.com, Beto Nunes explicou em que consiste o Fight & Smart e explicou como esta metodologia de ensino é aplicada na prática.

GRACIEMAG: Poderia explicar em que consiste o Fight & Smart?

BETO NUNES: Compartilhamos a noção de que o Jiu-Jitsu é uma ferramenta preciosa, que pode ser usada para lapidar a personalidade e o caráter do ser humano e ensinar respeito, disciplina, autoconfiança entre outros requisitos que são fundamentais na formação de qualquer pessoa na nossa sociedade. O programa Fight & Smart utiliza o Jiu-Jitsu como uma ferramenta educacional e pedagógica para ser aplicada no ambiente escolar público ou privado. Nesse caso, oferecemos um material único e inédito, que atende as normas e diretrizes da BNCC (Base Nacional Comum Curricular), documento que regula as matérias regidas nas escolas do nosso país. Trata-se de livros didáticos e paradidáticos de Jiu-Jitsu, além de planejamento de aulas, o uso de metodologia, tanto na prática, como na teoria, sistema de avaliação, formação de professores e instrutores e muito mais. Esse aspecto da formação de professores e instrutores é muito importante para nós, pois estamos sempre em busca de parceiros para levar o Programa Fight & Smart para as escolas no Brasil e no exterior. Nas formações, abordamos o desenvolvimento das habilidades específicas para a aplicação dos livros, organização das aulas, relação comportamental com os alunos e as avaliações e exames. Isso é importante para o professor e o instrutor de Jiu-Jitsu que pretende abrir novos espaços para trabalhar com o ensino da arte suave, uma vez que ele trabalhará não apenas com os conteúdos das posições convencionais da arte suave nas aulas práticas planejadas, mas o diferencial está na sua prática pedagógica com os conteúdos ditos curriculares, isto é, aulas de história, geografia e línguas (inglês, por exemplo), dentro do contexto do Jiu-Jitsu.

Como esta metodologia de ensino é aplicada na prática?

No início de 2022, a empresa Alfabetos, representante do Programa Fight & Smart, foi procurada pelo professor Osmar “Mazinho” Moraes para integrar um projeto de Jiu-Jitsu educacional na Escola Municipal Frederico Eyer, na Cidade de Deus, no Rio de Janeiro. A partir daí, fizemos reuniões com a direção e os professores da escola para alinharmos os interesses e objetivos acerca do desenvolvimento dos alunos. Então, no primeiro semestre do ano letivo, iniciamos a implementação dos serviços e produtos do programa Fight & Smart, através da utilização do nosso material como ferramenta didática e pedagógica nas aulas do projeto Lute com Inteligência. Nesse caso, o professor Mazinho é quem ministra as aulas de educação física na escola Frederico Eyer e utiliza tanto a prática quanto a teoria do Jiu-Jitsu para o desenvolvimento e formação dos alunos, com a metodologia de aula no tatame e na sala de aula para aproximadamente 100 alunos do ensino fundamental.

O que a adesão do programa na escola pública da Carolina do Norte representa para você?

Eu construí fortes laços de amizade nos Estados Unidos por ter vivido lá mais de uma década. Nunca me distanciei das pessoas que faziam e ainda fazem parte da minha jornada e do meu “sonho americano”. Consequentemente, sempre tive as portas abertas nos lugares que passei. Quando o programa foi criado, era fato o interesse da implementação do material fora do Brasil. Esse trabalho na escola pública dos Estados Unidos representa a conquista de um objetivo muito importante, que é implementar nosso programa por lá e retribuir tudo que aprendi e conquistei no país. Ajudo na formação das crianças e dos adolescentes nos EUA. É muito gratificante oferecer a oportunidade de desfrutarem dos benefícios que o Jiu-Jitsu proporciona tanto dentro quanto fora do tatame.

Como este programa de ensino contribui para a propagação do Jiu-Jitsu?

Nossa proposta é séria, pois sabemos que caminhamos por trilhas pouco exploradas, que é o Jiu-Jitsu para crianças e adolescentes na escola, em que temos o mestre Leão Teixeira como um exemplo importante a ser seguido Na prática, além do Programa pedagógico de ensino de Jiu-Jitsu nas escolas, organizamos o 1° Encontro Internacional de Jiu-Jitsu Educacional, que contou com a presença do próprio mestre Leão Teixeira e teve a ilustre abertura realizada pelo mestre Pinduka, além de notórios professores que estão nesse rumo. Outro ponto importante é que o projeto Lute com Inteligência já foi objeto de uma avaliação diagnóstica, através de pesquisa científica acadêmica. E os resultados fazem parte de um artigo científico que foi submetido à avaliação para uma revista acadêmica de excelência no Brasil e no exterior. O artigo traz também relatos das professoras de matemática e português e de mães dos alunos do 3° ano do ensino fundamental que integram o projeto. É demais ouvir esses testemunhos que comprovam os benefícios do esporte na escola.

Quais produtos e serviços o Fight & Smart oferece aos alunos?

O Programa é composto pela Série “Livros do Estudante”, “Livros do Coach” e os livros “Brincando com Jiu-Jitsu”, também com o apoio de outras ferramentas de aprendizagem, como aulas em vídeos e remotas, plataforma digital, fórum de debate e blog informativo. Essa parte é semanalmente utilizada nas aulas remotas para a escola pública Wake Preparatory Academy, com o professor Joel Garcia, e na Carlson Gracie Plant City Academy, com o professor Sam Kimmel, ambas nos Estados Unidos. Um detalhe interessante é que os alunos estrangeiros aprendem todo conteúdo de história e geografia, e, para a língua, aprendem o português neste contexto do Jiu-Jitsu Brasileiro. Já fizemos formação in loco também. Em 2018, realizamos uma imersão na Carlson Gracie Dublin Academy, com professor Henrique Saraiva, na Irlanda.

Confira abaixo detalhes da aplicação do programa Fight & Smart:

 

Ler matéria completa Read more

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.