O ruidoso retorno de Rodolfo Vieira

Share it

Rodolfo Vieira está de volta ao UFC após um susto e tanto. Foto: Divulgação

O peso médio Rodolfo Vieira (8v-1d) está de volta à ativa após quase um ano afastado.

A lenda do Jiu-Jitsu, campeão mundial absoluto em 2011, terá pela frente o americano Chris Curtis (28v-8d), neste sábado 25 de junho, em luta do card principal do UFC Fight Night – Tsarukyan x Gamrot.

Competidor de altíssimo nível desde muito jovem, Rodolfo pensava já ter enfrentado de tudo na carreira. Este ano, no entanto, precisou superar algo diferente e inesperado, um dos maiores desafios de sua vida.

Rodolfo teve uma pequena obstrução no cérebro e foi submetido a uma angiografia cerebral, procedimento que utiliza cateteres nos vasos sanguíneos e aplica contraste para evidenciar a trajetória percorrida pelo sangue.

Existia a possibilidade de o craque ter a carreira no MMA abreviada. Felizmente, não foi o caso, e o atleta foi liberado pelos médicos para voltar ao octógono, para alívio do próprio Rodolfo e dos fãs de Jiu-Jitsu.

O rolo compressor pisou no cage pela última vez em julho do ano passado, quando finalizou Dustin Stoltzfus com um esgana-galo. Com o resultado, o prodígio da GFTeam se recuperou da dolorida derrota para Anthony Hernandez. Na ocasião, o faixa-roxa Hernandez forçou a desistência do brasileiro com uma guilhotina, numa tremenda reviravolta.

 

Rodolfo imprimiu um ritmo avassalador no começo e quase conseguiu o triunfo no armlock. Contudo, o adversário escapou e, aos poucos, aproveitou brechas na trocação e minou o fôlego de Rodolfo, que tentou precipitadamente a queda e foi finalizado.

Aos 32 anos, Rodolfo soma oito vitórias no MMA. São sete finalizações e um nocaute, números que reforçam o instinto predatório do faixa-preta. Mas ele medirá forças contra uma das promessas mais duras da categoria até 84kg. Embalado por sete vitórias consecutivas, com direito a seis nocautes nesta sequência, Chris Curtis ainda não está nas cabeças do ranking do peso, mas pode complicar os planos de Rodolfo. Curtis também é aquele lutador que detesta deixar o duelo parar na mão dos jurados.

Invicto desde que foi contratado pelo Ultimate, Chris disputou dois combates na organização e venceu ambos por nocaute. Em sua última apresentação, superou Brendan Allen no segundo round. Dono de 16 triunfos por nocaute na carreira, é um dos strikers mais qualificados da divisão.

Diante do poder de nocaute do americano, Rodolfo precisa manter a trocação bem alinhada para encontrar espaços no momento certo e levar para o solo. Apesar de ser um especialista na luta em pé, Curtis foi finalizado apenas uma vez em 36 lutas profissionais – e isso se deu em maio de 2011.

Mas quem há de duvidar da capacidade de sair de baixo e dar a volta por cima de um dos nomes mais implacáveis que o Jiu-Jitsu já produziu?

A resposta final será dada na noite deste sábado e o vencedor pode ficar próximo de entrar no ranking da categoria. Em quem você apostaria, audaz leitor de GRACIEMAG?

Comente com a gente.

Ler matéria completa Read more

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.