Mackenzie perde e Raoni Barcelos volta a sorrir no UFC Dern x Yan

Share it

Raoni aplica combinação que valeu a vitória e o bônus de luta da noite. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC via Getty Images

Bicampeã mundial de Jiu-Jitsu na faixa-preta, Mackenzie Dern (12v-3d) deu um passo atrás rumo à disputa de cinturão no peso-palha. A americana com raízes brasileira foi derrotada pela chinesa Yan Xiaonan (16v-3d) por decisão majoritária (48-47, 48-47 e 47-47) na luta principal do UFC Dern x Yan, disputado no último sábado, em Las Vegas. Mackenzie buscou finalizações, ficou perto da vitória no quinto round, mas Xiaonan foi superior na trocação e conectou golpes duros quando a rival tentava encurtar a distância.

Ciente da letalidade de Mackenzie no solo, Yan Xiaonan traçou um plano para evitar aproximações da faixa-preta e controlar a distância na trocação. Dern tomou a iniciativa do combate, mas deu brechas na guarda e se tornou alvo frequente da rival. Yan defendeu as tentativas de quedas da faixa-preta e ainda terminou o primeiro round nas costas da oponente. Mackenzie voltou para liquidar a fatura no segundo assalto. A americana puxou a chinesa para a guarda e mostrou seu vasto repertório na arte suave. Dern investiu em ataques na omoplata, katagatame e na chave de braço, mas Xiaonan resistiu às investidas da craque do Jiu-Jitsu.

Mackenzie manteve a estratégia no terceiro round e puxou novamente a chinesa para a guarda. No entanto, Xiaonan se desvencilhou do perigoso jogo da adversária e retornou à trocação. Conforme o decorrer do cronômetro, Dern demonstrou cansaço e absorveu muitos golpes. No assalto seguinte, a faixa-preta buscou a queda, mas foi rechaçada pela chinesa, que ampliou a vantagem na trocação e ditou o ritmo do duelo.

Era tudo ou nada para Mackenzie no round final. Ela tinha cinco minutos para conseguir o nocaute ou a finalização. Dern partiu para cima nos segundos iniciais e logo conseguiu uma queda de quadril. A americana montou, colocou os ganchos e aplicou uma saraivada de golpes sobre Xiaonan. Nos últimos segundos, Mackenzie arriscou uma chave de braço e a chinesa resistiu ao pesadelo.

Com a vitória, Yan Xiaonan assumiu a quinta posição no ranking da divisão. Por outro lado, Mackenzie desceu para o sexto lugar.

Outros representantes do Brasil estiveram em ação no evento. Na luta co-principal Francisco Massarunduba (28v-9d) foi derrotado por Randy Brown (16v-4d) na decisão unânime dos árbitros, pelo peso meio-médio. O jamaicano tirou proveito da longa envergadura e controlou a distância nos dois primeiros rounds, com direito a um knockdown no começo do combate. Mesmo com dificuldades para entrar no raio de ação do adversário, Massaranduba conseguiu quedar Brown e foi superior no assalto final. O revés interrompeu a sequência de duas vitórias do brasileiro. Já Randy Brown emplacou o quarto triunfo consecutivo na organização e se aproximou de uma vaga no ranking da divisão.

Após duas derrotas seguidas, Raoni Barcelos voltou à coluna das vitórias. O atleta da Atos venceu o americano Trevin Jones por decisão unânime dos árbitros. Raoni dominou os três rounds e não deu chances ao adversário. A pressão imposta pelo brasileiro no solo foi o diferencial para ele conquistar a vitória. Faixa-preta de alto nível, Barcelos quedou Jones, montou com facilidade e construiu o resultado com maestria. O brasileiro também foi superior na trocação, minou o fôlego do americano e quase conseguiu o nocaute. Após o duelo, Raoni pediu para lutar no card do UFC Rio, agendado para o dia 21 de janeiro.

Em luta frenética no card preliminar, Daniel Willycat protagonizou uma belíssima reviravolta. Atleta da Chute Boxe e parceiro de treinos de Charles do Bronx, Daniel mostrou que ter coração e não desistir é um pré-requisito para integrar a equipe. Depois de ser dominado no primeiro round por John Castañeda, o brasileiro reagiu no segundo round e nocauteou o adversário aos 4min28s, com uma joelhada no clinche. Foi o primeiro triunfo de Willycat em dois combates no UFC.

Pressionado por duas derrotas consecutivas, Neto BJJ espantou a má fase. O peso-leve nocauteou Jesse Ronson aos 3min08s do segundo round, após conectar uma joelhada voadora precisa.

Confira abaixo os resultados do evento:

UFC Dern x Yan

Las Vegas, Estados Unidos

1º de outubro de 2022

CARD PRINCIPAL:

Yan Xiaonan venceu Mackenzie Dern por decisão majoritária (48-47, 48-47 e 47-47)
Randy Brown venceu Francisco Massaranduba por decisão unânime (triplo 29-28)
Raoni Barcelos venceu Trevin Jones por decisão unânime (30-25, 30-27 e 30-27)
Sodiq Yusuff venceu Don Shainis por finalização aos 30s do R1
Mike Davis venceu Viacheslav Borshchev por decisão unânime (30-26, 30-26 e 29-28)

CARD PRELIMINAR:
Daniel Willycat venceu John Castañeda por nocaute aos 4min28s do R2
Ilir Latifi venceu Alexey Oleynik por decisão unânime (triplo 30-27)
Netto BJJ venceu Jesse Ronson por nocaute técnico aos 3min08s do R2
Brendan Allen venceu Krzysztof Jotko por finalização aos 4m17s do R1
Chelsea Chandler venceu Julija Stoliarenko por nocaute técnico aos 4min15s do R1
Guido Cannetti venceu Randy Costa por finalização à 1min04s do R1

 

Ler matéria completa Read more

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.