Leon Brito conta como se superou para vencer o Sul-Americano 2022

Share it

Leon Brito conquistou o ouro na categoria meio-pesado do Sul-Americano 2022. Foto: Divulgação/CBJJ

O faixa-preta Leon Brito brilhou no Campeonato Sul-Americano 2022, organizado pela IBJJF, e se tornou campeão do peso meio-pesado. Na final da categoria, Leon protagonizou um duelo equilibrado contra Reyson Neves e derrotou o adversário por uma vantagem , após o empate por 0 a 0 nos pontos. Leon conseguiu a vantagem ao encaixar uma chave de braço.

Aluno do GMI Ricardo Marques e atleta da Brazilian Top Team Juiz de Fora, Leon tem se destacado nas competições. Neste ano, ele foi vice-campeão brasileiro e conquistou medalhas em Opens, da IBJJF.

Em bate-papo com a equipe do GRACIEMAG.com, Leon Brito comentou o diferencial no seu jogo para vencer o Sul-Americano 2022 e ressaltou a importância do professor Ricardo Marques em sua formação no Jiu-Jitsu.

GRACIEMAG: O que a conquista do Sul-Americano 2022 representa para você?

LEON BRITO: Este título foi muito importante para mim, pois perdi nas finais de alguns campeonatos importantes esse ano, então essa conquista veio como uma motivação para continuar em busca sempre do meu melhor.

Como você avalia o seu desempenho no Sul-Americano?

Eu lutei bem em todas as lutas, me senti confiante em todas as posições. Tive alguns imprevistos, como nas quartas de final, quando torci meu tornozelo, e na semifinal meu polegar agarrou no tatame e rompi o ligamento deste dedo, o que me afetou muito na final. Mas como queria muito terminar este ano com chave de ouro, busquei me superar e me concentrei apenas na vitória.

Qual foi o diferencial para você vencer a final da competição?

Não estava 100% na final, como já disse antes, então eu não pude lutar da maneira que eu gosto, que é sempre em busca da finalização. Foquei mais na estratégia e busquei posições em que eu me sentisse confortável, o que acabou deu muito certo.

Qual é a importância do professor Ricardo Marques na sua formação como lutador?

O professor Ricardo Marques é um dos meus principais incentivadores. Foi ele quem me ensinou tudo o que sei do Jiu-Jitsu, o tenho como referência na minha vida, não só dentro do tatame, mas fora também. Ele é um espelho para todos que podem ter o prazer de treinar com ele, é uma pessoa fora de série.

Quais são as suas técnicas preferidas no Jiu-Jitsu que você tem mais domínio para executar?

A técnica que gosto mais de fazer é a meia-guarda, aqui na nossa academia temos como referência o Leonardo “Cascão” Saggioro e o Bernardo “Cabeção” Faria, então gosto bastante de trabalhar essa posição.

Quais são os seus próximos objetivos no Jiu-Jitsu?

No final do ano, junto com Ricardo Marques, vou traçar quais serão os campeonatos importantes que eu vou lutar em 2023. Não temos nada fechado ainda, mas a princípio o objetivo é manter o que já tem sido feito, que é lutar o maior número de campeonatos possíveis e buscar o melhor resultado e evolução.

 

Ler matéria completa Read more

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.