Cristiano “Titi” e a conversa que o moldou como lutador

Share it

Cristiano “Titi” ao lado do mestre Vinicius “Draculino”. Foto: Reprodução

Nosso GMI, o faixa-preta Cristiano Lazzarini possui vasta bagagem no Jiu-Jitsu e no MMA. Aluno do mestre Vinicius “Draculino” Magalhães, o popular “Titi” lidera a Gracie Barra Centro, sediada em Belo Horizonte, no estado de Minas Gerais. Cristiano valoriza o Jiu-Jitsu básico e eficiente e defende que um lutador deve sempre estar ativo nas competições. Além disso, Lazzarini preza por uma equipe unida, leal e que notabilize o respeito pelos professores.

Em bate-papo com a equipe do GRACIEMAG.com, Cristiano Lazzarini comentou quando estará novamente em ação nos tatames e revelou uma conversa com o mestre Vinicius “Draculino” durante uma competição que foi determinante para o futuro de “Titi” no Jiu-Jitsu.

GRACIEMAG: Quais foram as lições marcantes que você aprendeu ao longo desses anos no Jiu-Jitsu?

CRISTIANO “TITI” LAZZARINI: Eu dei muita sorte de estar desde a faixa-branca até a faixa-preta no 5º grau com meu mestre “Draculino”. O espírito de equipe nos foi passado por ele. O atleta nunca se sobrepõe ao grupo. Além disso, sempre houve lealdade e respeito na nossa equipe, com pouquíssimas exceções. Não há um atleta de peso dentro da equipe que tenha saído do time. Logicamente, os treinamentos e as competições me ensinaram muito, independente da vitória ou da derrota, sempre há um aprendizado.

Quais foram os motivos da mudança da BH Rhinos para a Gracie Barra Centro?

Sempre representei a Gracie Barra como lutador. A BH Rhinos nasceu de uma necessidade de ter um pessoal para treinar comigo para minhas lutas de MMA, já que o “Draculino” tinha se mudado pra Houston. O time cresceu e ganhamos o prêmio de melhor equipe de MMA de Minas Gerais por dois anos consecutivos. Trabalhei com o MMA mais por amor do que por dinheiro. Coloquei atletas para lutar em todos os principais eventos do Brasil e do mundo, mas o MMA não tem a lealdade que aprendi e carrego comigo até hoje. Além disso, a parte financeira é uma conta que não fecha muito bem. Por isso e outros motivos pessoais, resolvi me afastar totalmente do MMA profissional e me dedicar exclusivamente ao Jiu-Jitsu. Dessa forma, nasceu a Gracie Barra Centro, que se mostra cada dia mais unida e mais cheia.

Poderia compartilhar alguma história marcante nos campeonatos, seja no MMA ou no Jiu-Jitsu?

Uma história que me marcou muito ocorreu em 1997, quando disputei o Campeonato Brasileiro da CBJJ e conquistei minha primeira medalha de ouro pela Gracie Barra. Eu estava há pouco tempo na faixa-azul e nunca tinha lutado um campeonato tão expressivo. Quando chegamos no Brasileiro, vi lutadores com as faixas puídas, orelha estourada e pensei: “vai ser difícil”. Mas como eu vinha do muay thai, não fiquei tão nervoso. Fiz seis lutas e quando faria a semifinal, falei todo feliz ao “Draculino” que o bronze já estava garantido. Ele me olhou firme e mandou: “nada de bronze, você vai ser campeão hoje”. Aquilo me encheu de confiança e eu ganhei o título. Essa conversa mudou o rumo da minha vida.

Já sabe quando estará em ação novamente em alguma competição?

Farei a luta principal do evento BJJ Storm, em Belo Horizonte, no dia 4 de dezembro. Ainda não posso revelar o adversário, mas vou enfrentar um grande atleta que fez várias lutas no UFC. O combate sem kimono e terá dez minutos de duração.

Qual é o diferencial da Gracie Barra Centro em relação às demais da região?

Eu prezo pelo Jiu-Jitsu básico muito bem ensinado na Gracie Barra Centro. Além disso, o ambiente da academia é familiar demais. O pessoal entende o jeito que gosto que tratem os novatos, que ajudem os menos graduados e respeitem os professores.

Que dicas você daria a um atleta que pretende se tornar um lutador de alto nível?

Minhas dicas para um lutador que deseja chegar ao alto nível são: procure uma academia que tenha um professor sério e competente; respeite seu mestre, seus colegas e seu ambiente de treino; treine muito a parte em pé; não se esqueça das posições básicas do Jiu-Jitsu; faça um planejamento da sua semana e tente ao máximo cumpri-lo; faça musculação e se alimente bem; mantenha-se ativo nos campeonatos; blinde sua mente e foque em seus objetivos.

Ler matéria completa Read more

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.