Conheça o curso voltado aos atletas que sonham em viver do Jiu-Jitsu no exterior

Share it

Wallace Castro ao lado de Maria Luísa Joia e Maria Carolina Joia. Foto: Reprodução

O CT GFTeam Vaz Lobo, liderado pelo GMI Wallace Castro, implementou um projeto direcionado aos atletas de Jiu-Jitsu que pensam em viver em prol do esporte no exterior. Trata-se do BJJ Language, programa de treinamentos em inglês por meio de aulas práticas e teóricas voltadas à utilização de termos técnicos da modalidade.

As aulas do BJJ Language são ministradas pela competidora Maria Luísa Joia e o projeto é realizado de forma presencial. Para academias que desejam contratar o serviço ou quem pretende adquirir a aula online, basta apenas fazer contato via mensagem pelo Instagram ou Whatsapp (21) 99121-0375. As matrículas das turmas presenciais são feitas com o professor Wallace Castro.

Vale destacar que o lançamento da plataforma de curso online está previsto para novembro deste ano.

Em bate-papo com a equipe do GRACIEMAG.com, Maria Luísa Joia explicou detalhes do BJJ Language e listou as vantagens e benefícios que os alunos teriam ao adquirir o curso.

GRACIEMAG: Poderia explicar em que consiste o BJJ Language?

MARIA LUÍSA JOIA: O BJJ Language é um método de estudos de línguas estrangeiras voltado aos praticantes e profissionais que trabalham com o Jiu-Jitsu.  Além da estrutura gramatical da língua estrangeira, aborda também termos técnicos e vocabulários da arte marcial, como tipos de guarda, finalizações, passagens de guardas e comandos de luta. Inicialmente, a ideia era apenas na língua inglesa, entretanto, em razão alocação do próximo Campeonato Europeu para a França, resolvi desenvolvê-lo em francês também. Além disso, também será possível o aprendizado de português aos estrangeiros praticantes de Jiu-Jitsu.

Que benefícios o BJJ Language oferece aos praticantes de Jiu-Jitsu?

O principal objetivo do projeto é dar a possibilidade de ascensão de carreira para quem deseja viver do Jiu-Jitsu. Hoje em dia, a ideia de que o atleta “somente” treina e não estuda é ultrapassada. É imprescindível o domínio de uma língua estrangeira para dar aulas, ministrar seminários ou abrir sua própria academia no exterior.

 Por que você teve a iniciativa de criar o BJJ Language?

Sou formada em Relações Internacionais pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e possuo certificação em quatro idiomas devido minha formação. Sempre conciliei a carreira de atleta de alto rendimento com os conhecimentos da minha profissão, por isso, percebi a enorme demanda de crescimento do Jiu-Jitsu ao redor do mundo. Certo dia, entre um treino e outro, meu mestre Julio Cesar Pereira (GFTeam) me perguntou se eu poderia ajudá-lo com o ensino do inglês, com isso, outras pessoas da equipe ficaram interessadas e me incentivaram a começar o projeto.

Que facilidades o aluno teria ao adquirir o BJJ Language?

O diferencial do BJJ Language é que a abordagem é totalmente voltada aos termos da vivência do Jiu-Jitsu. Muitas vezes, os praticantes da arte suave querem aprender inglês e se matriculam em cursos tradicionais que não abordam os termos técnicos que precisam saber. Isso gera frustração e as pessoas tendem a abandonar os estudos em pouco tempo. Além disso, tenho elaborado uma cartilha como material extra gratuito de orientações para quem deseja viver do Jiu-Jitsu no exterior e precisa se adaptar à vida em outro país. Consiste num breve estudo sobre a cultura local de cada país que o esporte tem demandado profissionais brasileiros.

 

 

Ler matéria completa Read more

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.