Rogerio Poggio comenta sucesso da 30ª edição da Copa Alfabarra

Share it

Festival Teens foi uma das novidades da Copa Alfabarra. Foto: Illan Pellenberg

Tradicional torneio do Rio de Janeiro, a Copa Alfabarra celebrou no último domingo, 4 de dezembro, sua 30ª edição. O campeonato foi disputado no Velódromo da Barra da Tijuca e contou com cerca de 800 atletas inscritos. 

Uma das novidades do evento foi a realização do Festival Teens, que promoveu a realização de workshops de regras e técnicas a adolescentes, com o intuito de prepará-los para futuros campeonatos. Organizador da Copa Alfabarra, professor Rogerio Poggio celebrou o sucesso do evento e afirmou que a competição superou suas expectativas.

“Tivemos imprevistos, principalmente com as mudanças de data, então realizamos o evento num período em que não estamos acostumados”, lembrou Poggio. “Ficamos um pouco apreensivos com essa questão, mas a competição superou as nossas expectativas. Em dezembro há muitos eventos de graduação e outros campeonatos, no entanto, batemos a meta de mais de 800 atletas inscritos no torneio”, comentou Rogerio.

Rogerio relembrou as adversidades que a Copa Alfabarra superou ao longo dos anos para se manter vivo e enalteceu a organização do evento.

“A 30a edição tem uma importância enorme, realmente”, ressaltou o organizador. “Ao olharmos para o passado ao longo desses 30 anos de história, vemos o quanto o esporte mudou. Quando começamos, ainda existia a Copa Atlântico Sul, uma das primeiras copas a ser realizada no Rio. Atualmente, a Copa Alfabarra é a copa mais antiga em atividade por aqui. Ou seja, conseguimos manter o torneio vivo ao longo das últimas décadas. Há 30 anos, só havia uma federação. Hoje em dia existem diversas e que realizam muitos campeonatos. Muitas copas não conseguiram sobreviver em razão da concorrência e da falta de patrocinadores. Mesmo diante dessas adversidades, a Copa Alfabarra se mantém ativa e sedia os torneios de forma bem organizada, não deixamos nada a desejar”, reitera Rogerio Poggio.

Parte da tradição do evento, Festival Kids foi uma das atrações da Copa Alfabaraa. Foto: Illan Pellerberg

O organizador da competição listou os diferenciais desta edição em relação às demais e abordou a importância do Festival Teens.

Pedro Alex “Bombom” foi o campeão absoluto pesado Nogi da Copa Alfabarra. Foto: Divulgação/Copa Alfabarra

“Dois pontos importantes foram os diferenciais dessa etapa em relação às demais”, ponderou Rogerio. “Por estarmos em ano de ADCC, lançamos a classe de absoluto sem kimono com premiação em dinheiro, algo que nunca havíamos feito. Por acaso, o absoluto mais cheio foi o pesado sem kimono, que premiou o campeão Pedro Alex “Bombom”. Outro sucesso dessa edição foi a entrada do Festival Teens, realizado pela primeira vez numa competição, pelo que me recordo. Alguns campeonatos fazem o Festival Kids para crianças com até 9 anos de idade. O Festival Teens é voltado para a galera entre 10 e 15 anos, mas não é uma recreação. Reunimos adolescentes que ainda não estão preparados para o sistema de chaves de campeonatos e promovemos um workshop de regras e técnicas para eles. Por meio desses workshops, preparamos esses adolescentes para as próximas competições”, concluiu Poggio. 

Clique aqui para conferir os resultados da 30ª edição da Copa Alfabarra.

 

Ler matéria completa Read more

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.