Os 7 mandamentos para ser um astro do UFC

Share it

Dra. Renata Castro ao lado da campeã Jéssica Bate-Estaca. Foto: Reprodução

O UFC está de volta ao Brasil após quase três anos. No dia 21 de janeiro, sábado, na Jeunesse Arena, na Barra da Tijuca, as feras voltam ao Octagon e prometem levantar os torcedores.

O primeiro Ultimate no país, em 1998, casou lutas eternas, como Vitor Belfort x Wanderlei Silva. 

Mas não é simples se tornar um astro do MMA. Hoje, a médica e faixa-preta de kickboxing Renata Castro lista uma cartilha breve para quem sonha em lutar para milhões de espectadores.

Quando assistimos uma luta de UFC, logo pensamos que aqueles lutadores são seres sobre-humanos. De fato, entrar no octógono e encarar um adversário é tarefa para poucos, mas as características físicas desses lutadores são obtidas com muito treino”, avalia a Dra Castro, que em agosto de 2019 viajou pra o UFC China, onde acompanhou as atletas Jéssica Andrade e Karol Rosa. Confira as sete etapas de um craque do MMA, e concentre-se na sétima, talvez a mais importante.

1. Treino com variados esportes de combate

UFC é o principal evento mundial do MMA: Mixed Martial Arts (Artes Marciais Mistas). Dessa forma, para ter sucesso como atleta de MMA, é necessário dominar técnicas das chamadas lutas em pé (Kickboxing, Boxe, Muay-Thai, entre outras) e lutas no chão (principalmente o Jiu-Jitsu). A rotina semanal desses atletas envolve treinos específicos de diferentes modalidades e muitos deles são faixas-pretas em mais de uma delas.

2. Treinamento aeróbico

Quem pensa que MMA é só força esquece que, para se tornar campeão da modalidade, o atleta precisa vencer uma disputa de cinturão que pode durar até 5  rounds de 5 minutos, com apenas um minuto de intervalo entre eles. São praticamente 25 minutos de combate. Para isso, o atleta precisa ter excelente condicionamento físico, alcançado com treinos variados que podem incluir corrida na rua, exercícios em esteira, bicicleta ergométrica ou até natação.

3. Treinamento de força

Golpes fortes com braços ou pernas podem ser decisivos em uma luta. Por isso, os atletas de MMA investem boa parte de seu tempo em treinos de força específicos.

4. Recuperação pós-treino

Com uma rotina pesada de treinos diários, a recuperação muscular torna-se uma grande arma contra a fadiga e ainda afasta lesões. Essa recuperação pode ser feita com diferentes técnicas, como imersão em água gelada, botas de compressão, criosauna (que chega a temperaturas inferiores a -100°C), entre outras.

5. Sono

Dormir é essencial para a recuperação e merece atenção especial. Idealmente, um atleta de alto rendimento deve dormir em torno de 8-10 horas por dia.

6. Alimentação

Dieta balanceada, com reposição adequada dos nutrientes, visando manter ou ganhar massa muscular e perder gordura. Esta costuma ser a rotina dos lutadores de MMA na maior parte da preparação para uma luta.

7. Preparação mental

Talvez, esse seja o ponto que mais diferencia os lutadores. Todos são habilidosos em várias modalidades e mantêm treinos físicos pesados. Lidar com as pressões, a cobrança por resultados e encarar o medo e a dor no octógono e treinos são desafios diários que, em geral, necessitam de ótima preparação mental para serem superados.

 

Ler matéria completa Read more

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.