Bibiano visita Manaus antes de defesa de cinturão no One FC

Share it

Bibiano Fernandes visitou Manaus antes de disputar o cinturão. Foto: Divulgação

Bibiano Fernandes, 41 anos, está com novo compromisso marcado no One Championship para o dia 5 de dezembro. O campeão dos pesos galos vai defender o cinturão contra John Lineker, que fez apenas três lutas na organização entre 2019 e 2021. A informação foi divulgada pelo presidente da organização, Chatri Sityodtong.

Ao longo da carreira, que teve início em 2004, Bibiano acumulou 24 vitórias e apenas 4 derrotas. Somente pelo One, no qual é atleta desde 2012, o manauara tem 11 vitórias e apenas uma derrota.

“Estou feliz por poder defender meu cinturão novamente”, conta Bibiano, ao ser questionado sobre voltar a lutar pela organização. “Estou há muito tempo nessa caminhada e sigo feliz, saudável e treinado. Quero mostrar para os mais jovens que, com disciplina e trabalho duro, você pode chegar aonde você quer. O Bibiano é o resultado de muito esforço, fé e dedicação.”

Em Manaus, no Amazonas, onde esteve há alguns dias para visitar família e amigos, Bibiano aproveitou para ter contato com suas raízes antes de retornar ao Canadá para continuar seus treinos.

“Estou em Manaus para visitar meus familiares e amigos, além de ter contato com a natureza. Eu sempre costumo vir ao Brasil antes de algum compromisso importante na minha vida. Por aqui, nesses dias, fiz uma palestra num colégio militar para mais de 200 alunos, onde falei da importância de ser confiante, ter disciplina e coragem. Estou bem feliz por estar aqui.”

Bibiano também conta que está feliz porque recebeu mais um grau na sua faixa-preta, dado pelo professor Osvaldo Alves. A seguir, ele agradece ao Jiu-Jitsu, modalidade em que acumula três títulos mundiais.

“Já são muitos anos nessa estrada”, reflete o campeão. “Fico feliz de conquistar mais um grau na faixa-preta de Jiu-Jitsu, esporte que me deu tudo o que tenho. Eu perdi minha mãe muito cedo e, como meu pai não tinha condições de nos criar, fui para o interior do Amazonas. Se hoje sou alguém, é porque o esporte me salvou e porque eu acreditei que eu poderia ser alguém.”

(Fonte: Assessoria de imprensa)

graciemag_assine_barra

Ler matéria completa Read more

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.