3 dicas essenciais de Godoi para gerenciar academias de Jiu-Jitsu

Share it

Professor Roberto Godoi à frente de sua equipe na graduação da G13BJJ. Foto: Divulgação

Em clássica edição de GRACIEMAG, um dos destaques entre os leitores foi uma entrevista do professor Roberto Godoi, onde o popular “Jason” recordou como sua academia passou de 30 praticantes no início para uma rede de filiais que envolve milhares de alunos hoje.

Muitos leitores inclusive pediram mais histórias, dicas e detalhes para gerir bem uma escola de Jiu-Jitsu. Godoi, claro, encarou a missão e mandou as mais valiosas.

Confira e aprenda com quem soube chegar aonde chegou.

1. Ações de divulgação e marketing
Para o líder da escola G13BJJ, o professor precisa responder algumas perguntas para se certificar que está no caminho certo. Entre elas: “Seu bairro e região sabem da existência de sua academia? Conhecem o seu trabalho de excelência dentro do BJJ? Os potenciais novos alunos têm chegado a sua academia?” Portanto, o primeiro passo é entender como divulgar sua equipe para o público local.

2. Consultoria de vendas desde a porta
Toda academia bem sucedida investe consistentemente no treinamento do que antes era chamado de “recepção”; hoje, o caminho é transformar a antiga recepção num eficiente departamento de vendas. “Muitos alunos ficam na academia dependendo desse primeiro contato. Essa medida aumenta significativamente o número de matrículas e planos vendidos a seus clientes”, explica Godoi. “Nesse primeiro contato com o novo aluno, nossas consultoras devem estar treinadas e preparadas para entender que cada aluno novo é uma pessoa diferente entre si; e o principal, são pessoas com objetivos totalmente diferentes dentro do Jiu-Jitsu.”

3. Fidelização das turmas já existentes
Pouco adianta divulgar bem sua academia e atrair muitos novos alunos sem um bom trabalho para quem chega. “Procure responder estas perguntas: Como anda o treinamento e a motivação do quadro de profissionais de sua academia? E sua infra-estrutura, equipamentos e higiene das dependências no geral, são atrativas?”. O Jiu-Jitsu já exige esforço e dedicação em cima do tatame, ofereça conforto fora dele.

Para conferir mais dicas de Roberto Godoi e de outros aclamados professores e mestres do Jiu-Jitsu, assine GRACIEMAG.

 

Ler matéria completa Read more
There are 2 comments for this article
  1. herbeth at 12:37 pm

    o professor rodrigo é quem dá pra nos no projeto social polo que é como se fosse uma academia paga só é sábado ele vai ver se da semana mas durante a aula você que mostrar pro professor o trabalhador que chama você de neguinho veado escondido pra ninguém ver quando você vai perguntar se ele gatão chamou você de neguinho veado ele desconversa fiquei um ano com a viatura da policia quase passando em cima dos meus pes a família do trabalhador que chama você de neguinho com pena dele por que é bonito chamar outro de neguinho veado fica ali do lado do parque Nabuco é só o que eu acho errado ninguém ver uma pessoa que trabalha dessa

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.