Lucas Mineiro ansioso por estreia no ‘peso certo’ do UFC

Share it

Mineiro terá sua primeira oportunidade n o peso-pena do UFC. Foto: Divulgação

Mineiro terá sua primeira oportunidade n o peso-pena do UFC. Foto: Divulgação

Em novembro do ano passado, Lucas Mineiro se preparava para fazer sua quarta luta em 2013, contra Johnny Eduardo, no UFC de Goiânia. No entanto, uma lesão o afastou do octógono, e logo depois uma fratura no dedo polegar do pé esquerdo o impediu de estrear em 2014, em fevereiro. Completamente recuperado das lesões, o atleta encara o norte-americano Jim Alers, em sua estreia na categoria peso-pena pelo Ultimate, dia 16 de julho, no UFC Fight Night 45, em Atlantic City, nos Estados Unidos. Essa, para o brasileiro de 26 anos, é sua divisão de peso ideal.

Desde que estreou no UFC, em janeiro do ano passado, Lucas Mineiro já lutou duas vezes nos pesos leves, obtendo uma vitória e uma derrota, e em uma ocasião no peso-galo, quando finalizou Ramiro Hernandez. Para ele, estar na categoria pena favorece sua explosão e sua forma de lutar, diferentemente do que viveu até agora.

“Vai ser minha estreia no peso-pena, onde sempre lutei. Tenho mais confiança nesse peso. Nessa categoria que me sinto no ideal”, garante, relembrando as experiências vividas nas outras categorias: “Estreei no peso leve. Depois meu treinador (Diego Lima) pediu para abaixar de categoria e não autorizaram. Desci para o peso galo. Ali fico muito fraco e corro mais riscos de lesão, minha imunidade cai. Por isso, tenho que estar sempre no meu ideal, que é a categoria pena. E agora me autorizaram, e por isso estou tão ansioso para estrear”.

No octógono, o atleta irá travar uma batalha de estilos contra Alers, por sua terceira vitória consecutiva na organização. O norte-americano é especialista em luta de solo, com 11 de suas 13 vitórias obtidas por finalização. Já Lucas é excelente striker, oriundo do muay thai, e nocauteou dez vezes em seus 14 triunfos. Lucas tem apenas um revés, em sua estreia no UFC, quando enfrentou Edson Barboza com menos de duas semanas de preparação.

“Sempre penso em andar para frente. Tenho que defender a queda”, conta. “É mais tranquilo lutar com alguém que tenta o chão do que com quem é trocação pura, que é meu estilo. Trabalho para não deixar me jogarem para baixo. Vou tentar nocauteá-lo de qualquer maneira. Já vi muitas lutas dele e posso neutralizá-lo, afirma.

Nas semanas que antecedem a luta de Lucas contra Jim Alers, todo seu staff deve viajar para o Estados Unidos para já ir adaptando o lutador com o ambiente norte-americano. A ideia é treinar com Jorge Patino “Macaco”, que possui academias por lá: “Pensamos em treinar com o Jorge Macaco. Ficar umas duas semanas de adaptação. Tem que ter foco total na luta. Não posso bobear”, completa.

(Fonte: Assessoria de imprensa)

Ler matéria completa Read more

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.