Massaranduba e a confiança para vencer em estreia internacional no UFC

Share it

Massara fará sua primeira apresentação fora de terras nacionais. Foto:  UFC/Divulgação

Massara fará sua primeira apresentação fora de terras nacionais. Foto: UFC/Divulgação

Um dos principais destaques da primeira temporada do reality show “The Ultimate Fighter Brasil”, o peso leve Francisco Massaranduba segue em alta na maior organização de MMA do planeta. Em busca de sua quinta vitória no evento e em sua estreia fora do país, o piauiense encara o norte-americano Michael Chiesa no próximo dia 24 de maio, em combate válido pelo UFC 173, marcado para Las Vegas. Com um cartel de dez vitórias e apenas uma derrota, Chiesa ganhou reconhecimento ao conquistar o título da 15ª edição do “TUF” nos Estados Unidos.

Focado na pedreira que terá pela frente, Massaranduba vem realizando um intenso trabalho de preparação em Curitiba , e conta com o valioso auxílio de André Dida e Serginho Morais para decolar de vez dentro do UFC. Apesar do histórico positivo de seu oponente, o lutador garante ter a estratégia traçada para sair vencedor do duelo.

“Estou fazendo um treinamento muito duro para essa luta. Venho treinando três vezes por dia com o André Dida e Serginho Moraes. Só tenho a agradecer a todos os companheiros da Evolução Thai, que estão me ajudando muito. Pude ver algumas lutas do Chiesa e percebi que ele é um cara bastante duro, aguenta porrada e tem um bom chão. Além disso, vem melhorando na trocação a cada luta, mas estou trabalhando com meus treinadores para quebrar o ponto forte dele, que é o chão. Não acredito que ele queira vir trocar comigo e no chão eu também não sou bobo”, disse Massa, que detém um cartel com 14 vitórias e três derrotas.

A caminho do seu sétimo combate dentro do UFC, o atleta já consegue vislumbrar, em caso de vitória, uma considerável melhora em sua posição na categoria. Além disso, fez questão de minimizar a pressão por fazer seu primeiro combate fora do Brasil com a torcida toda a favor do adversário.

“Em caso não, não gosto nem de falar “em caso”, estou indo lá para trazer a vitória, sei que ele é duro, mas vou dar tudo de mim nessa luta para avançar cada vez mais na categoria e, quem sabe, me aproximar dos melhores. Sempre imaginei lutar fora do país, mas para mim, por mais que pareça brincadeira, não tem muita diferença não. Estou indo para Las Vegas, mas eu mal saio do quarto, e quando saio é para treinar. Meu foco é 100% na luta”.

Empolgado com a oportunidade de estar escalado para um card tão importante, Massaranduba deixou seu palpite para o duelo principal da noite entre o brasileiro Renan Barão, atual campeão dos pesos-galos, e o norte-americano TJ Dillashaw, desafiante na corrida pelo cinturão.

“Olha, eu acho que o Barão vence com facilidade, não desmerecendo o oponente dele, que também é muito bom e tem boas qualidades. O Barão já tomou gosto pelo cinturão e está bem confortável nessa atual posição. Hoje, não estou conseguindo ver ninguém com capacidade para tirar esse título dele, ao menos por enquanto”, concluiu o lutador que desde 2012 faz parte do time de atletas contratados pelo UFC.

(Fonte: Assessoria de imprensa)

UFC 173
Las Vegas, Nevada
24 de maio de 2014

Renan Barão x TJ Dillashaw
Dan Henderson x Daniel Cormier
Robbie Lawler x Jake Ellenberger
Takeya Mizugaki x Francisco Rivera
Jamie Varner x James Krause

Card preliminar

Michael Chiesa x Francisco Massaranduba
Tony Ferguson x Katsunori Kikuno
Chris Holdsworth x Chico Camus
Al Iaquinta x Mitch Clarke
Anthony Njokuani x Vinc Pichel
David Michaud x Li JingLiang
Sam Sicilia x Aaron Phillips

Ler matéria completa Read more

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.