Demetrious Johnson nocauteia Benavidez e defende seu cinturão no UFC

Share it
Demetrious Johnson fecha nocauteia e certifica sua vitória no solo. Foto: UFC/Divulgação

Demetrious Johnson fecha nocauteia e certifica sua vitória no solo. Foto: UFC/Divulgação

O UFC deste sábado deveu na balança mas não na qualidade técnica. Com o duelo mais pesado da noite entre meio-médios, até 77kg, a edição levinha do Ultimate, realizada nesse sábado, dia 14 de dezembro, em Sacramento, Califórnia, veio para consolidar a posição de Demetrious Johnson no topo dos pesos-moscas da organização, ao aplicar um nocautaço no primeiro assalto sobre o perigoso Joseph Benavidez, e para mostrar o poder de finalização de Urijah Faber, que pegou o prodígio Michael McDonald no pescoço. Confira os destaques:

Johnson aplica uma pedrada em Benavidez

Demetrious recebe o cinturão das mãos de Dana White. Foto: UFC/Divulgação

Demetrious recebe o cinturão das mãos de Dana White. Foto: UFC/Divulgação

Para fechar a noite de lutas em Sacramento, Demetrious Johnson e Joseph Benavidez pisaram no octagon para definir qual dos baixinhos seria o campeão peso-mosca do UFC. De um lado, o campeão da categoria, desde que foi inaugurada, contra o primeiro desafiante do cinturão em sua estreia, que teve que escalar todo o caminho de volta a té esta nova chance pela cinta.

O combate? Bem… o combate foi definido em pouco mais de dois minutos. Com um início de luta estudado, com golpes para medir distância, do nada, como qualquer boa luta de pesos-moscas, o combate acelerou. Socos e chutes eram soltos de maneira frenética até que, numa desses trocas mais próximas, Demetrious se antecipou ao golpe de Benavidez e encaixou um cruzado limpo no rosto de Joseph, que já caiu fora de combate. No calor da luta, Demetrious acertou mais quatro rápidos socos até que Big John interrompesse a peleja. Nocaute e cintura devidamente defendido.

Urijah Faber pega Michael McDonald no pescoço

Urijah Faber e a guilhotina que tirou três tapinhas de McDonald. Foto: UFC/Divulgação

Urijah Faber e a guilhotina que tirou três tapinhas de McDonald. Foto: UFC/Divulgação

No coevento principal da noite, o experiente Urijah Faber, 34 anos, enfrentou o jovem Michael McDonald, de 22 anos, na divisão de pesos-galos. Os dois últimos desafiantes ao cinturão interino da divisão, em posse de Renan Barão, entraram no cage em busca de mais um degrau na escalada de nova chance de título.

No começo da luta, Michael tentou chutar, mas foi logo rechaçado por Faber, que telegrafou e levou pra baixo. Faber amassou por cima, derrubou de novo e amassou ainda mais para ditar o ritmo da luta, somados a ótimos golpes na trocação em alguns momentos. Porém, apenas o segundo assalto definiria o combate.

Depois de acertar alguns socos na trocação, Faber ligou seu “instinto assassino” ao conectar um golpe que balançou McDonald. Sem pensar duas vezes, o Califórnia Kid partiu com tudo sobre Michael, que corria para tentar reaver o espaço para trocação. Na fuga, Faber encaixou mais um golpe e McDonald foi ao chão. Quando caiu por cima, Faber não hesitou em passar o braço por baixo do pescoço de McDonald para apertar e finalizar o adversário na guilhotina.

 

De virada, Edson Barboza vence mais uma no UFC

Edson aplica forte chute na linha de cintura, e Danny acusa o golpe. Foto: UFC/Divulgação

Edson aplica forte chute na linha de cintura, e Danny acusa o golpe. Foto: UFC/Divulgação

Injustamente no card preliminar, Edson Barboza e Danny Castillo fizeram uma luta digna de evento principal. No combate, válido pela divisão de leves, Edson abriu o jogo com um chute, mas logo assim que pensou em continuar o ataque, Danny Castillo abriu a caixa de ferramentas e começou a golpear o brasileiro.

Depois de ótima sequência de socos, que balançou Barboza, Castillo foi pra cima dominou todo o assalto ao castigou Edson em pé e no solo. Ao chegarno chão, quase derrotado, Edson Barboza fez uso das aulas de Jiu-Jitsu, lideradas por Ricardo Cachorrão e Renzo Gracie, para ativar o quadril e usar a boa e velha arte suave para se salvar do aperto.

Fim de assalto, Edson respirou, levantou a canhota nas instruções de Ricardo Almeida e partiu para o segundo round com espírito renovado, e começou a fazer aquilo que sabe: chutar muito. No primeiro minuto, uma sequência de chutes baixos mostraram para Castillo que a luta não seria definida com aquela primeira etapa de superioridade. Chutes, mais chutes e alguns poderosos socos ditaram o segundo round.

Já no terceiro assalto, Danny começou a medir melhor seus golpes e equilibrou a etapa no início. Porém, decidido a vencer, Edson voltou a chutar com potência total para frustrar as investidas de Castillo, que se curvou com os duros golpes recebidos na linha de cintura. Na mão dos jurados, como a maioria dos combates da noite, Edson Barboza venceu na decisão majoritária e acumulou sua terceira vitória seguida no UFC, além de levar o bônus de melhor combate do evento.

Confira os resultados oficiais:

UFC: Johnson x Benavidez
Sacramento, Califórnia, EUA
14 de dezembro de 2013

Demetrious Johnson nocauteou Joseph Benavidez aos 2min8s do R1 (Nocaute da noite)
Urijah Faber finalizou Michael McDonald na guilhotina aos 3min22s do R2 (Finalização da noite)
Chad Mendes venceu Nik Lentz na decisão unânime dos jurados
Joe Lauzon venceu Mac Danzig na decisão unânime dos jurados

Card preliminar

Ryan LaFlare venceu Court McGee na decisão unânime dos jurados
Edson Barboza venceu Danny Castillo na decisão majoritária dos jurados (Luta da noite)
Bobby Green venceu Pat Healy na decisão unânime dos jurados
Zach Makovsky venceu Scott Jorgensen na decisão unânime dos jurados
Sam Stout venceu Cody McKenzie na decisão unânime dos jurados
Abel Trujillo venceu Roger Bowling por nocaute técnico a 1min35s do R2
Alptekin Ozkilic venceu Darren Uyenoyama na decisão dividida dos jurados

5_KORAL_RodapeVIP_8501

Ler matéria completa Read more

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *