Shogun rechaça aposentadoria: “Quem decide quando vou parar sou eu”

Share it

Mauricio Shogun, após ser finalizado por Sonnen. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC via Getty Images

No último sábado, dia 17, Mauricio Shogun foi surpreendido por Chael Sonnen na luta principal do UFC Fight Night: Shogun vs Sonnen, em Boston, nos Estados Unidos. O revés por finalização foi muito sentido pelo brasileiro, mas servirá como aprendizado para suas próximas lutas na organização.

Já refeito após a derrota, o lutador analisa o combate e garante que irá identificar seu erro dentro do octógono para não ser surpreendido novamente.

“Sou um cara muito competitivo, que odeia ser derrotado. Sei que fiz tudo o que deveria ter feito na preparação, mas o Sonnen foi melhor na luta, méritos dele. Infelizmente, na luta, a gente tem que esperar muito para dar a volta por cima. No futebol, você perde domingo e vence na quarta-feira que está tudo bem. Vou voltar pra casa, ver o que deu de errado na luta e treinar muito para esse erro não se repetir”, reflete.

Aos 31 anos e totalmente realizado na carreira, Shogun , ex-campeão dos meio-pesados do UFC e campeão do Pride, sequer cogita aposentadoria em seu retorno ao Brasil, que acontece nesta quinta-feira, dia 22, quando irá reencontrar a filha Maria Eduarda e a esposa Renata, grávida de três meses.

“Tenho 11 anos de carreira no MMA e sou realizado como atleta, ganhei tudo o que sempre quis. Realizei todos os meus sonhos, e se ainda luto é porque quero revive-los. Quero ainda muitas vitórias e me tornar campeão mundial de novo. Quem decide quando vou parar sou eu, mais ninguém. Graças a Deus, sou estabilizado financeiramente e hoje luto porque amo”, revela.

Mauricio Shogun faz questão de agradecer a quem sempre esteve ao seu lado, seus verdadeiros fãs. Sobre a fidelidade deles, o lutador inverte a cena se coloca no papel de fã.

“Eu sempre fui muito fã do Ayrton Senna, mas nem por isso achava ele ruim quando não vencia. Eu era um fã de verdade, que o admirava por tudo que ele fazia, independente se chegasse por último na corrida ou em primeiro. O nome dele ficou na história, e creio que o meu também fique na história do MMA. Agradeço aos fãs que me confortaram com palavras através das minhas redes sociais, vocês são muito importantes para mim”.

Equipe continua a mesma

O time montado por Mauricio Shogun e seus empresários para o duelo contra Rogério Minotouro e posteriormente Chael Sonnen seguirá na preparação para sua próxima luta de no UFC.

“O Mauricio investiu muito nesse camp, treinou com os melhores, foi para os Estados Unidos para aprender novas técnicas, então decidimos por manter a mesma base. Ele treinou com o Freddie Roach nos Estados Unidos, levou o Jacob Harman para Curitiba, e teve o suporte do Glaube Feitosa, do Roberto Gordo e do Renato Babalu no córner. Ele estava muito bem preparado, mas o Sonnen foi muito feliz naquele dia. O Mauricio é um vencedor por natureza e tenho total certeza de que daremos a volta por cima”, confia Leonardo Salomão, que ao lado de Lucas Pires gerencia a carreira do lutador.

(Fonte: Assessoria de imprensa)

UFC Fight Night: Shogun vs Sonnen
Boston, Massachusetts
17 de agosto de 2013

Chael Sonnen finalizou Mauricio Shogun na guilhotina aos 4min47s do R1(Finalização da noite)
Travis Browne nocauteou Alistair Overeem aos 4min8s do R1 (Nocaute da noite)
Urijah Faber venceu Iuri Marajó na decisão unânime dos jurados
Matt Brown nocauteou Mike Pyle aos 29s do R1 (Nocaute da noite)
John Howard venceu Uriah Hall na decisão dividida dos jurados
Michael Johnson venceu Joe Lauzon na decisão unânime dos jurados

Card preliminar

Michael McDonald finalizou Brad Pickett no triângulo aos 3min43s do R2 (Finalização e luta da noite)
Conor McGregor venceu Max Holloway na decisão unânime dos jurados
Steven Siler nocauteou Mike Brown aos 50s do R1
Diego Brandão venceu Daniel Pineda na decisão unânime dos jurados
Manvel Gamburyan venceu Cole Miller na decisão unânime dos jurados
Ovince St. Preux nocauteou Cody Donovan aos 2min7s do R1
James Vick finalizou Ramsey Nijem na guilhotina aos 58s do R1

Ler matéria completa Read more

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.