Chael Sonnen surpreende e finaliza Shogun no 1º round do UFC em Boston

Share it

Sonnen arrocha Shogun numa justa guilhotina. Foto: Reprodução/Twitter

Com um dos melhores cards apresentados em 2013, o UFC apresentado em Boston, no TD Garden Arena, marcou um evento de grandes emoções para os espectadores nesse dia 17 de agosto. Dentre as emoções, a supresa em ver Chael Sonnen finalizar Mauricio Shogun no primeiro assalto, e Alistar Overeem quase vencendo Travis Browne, que sobreviviu para virar e nocautear com um chute frontal devastador.

A luta principal do UFC Fight Night: Shogun vs Sonnen, prometia coroar uma noite de grandes embates. E, tirando o anticlimax brasuca, não foi diferente. Sonnen, como era de se esperar, abriu a luta levando Shogun para baixo.O brasileiro ainda se recuperou e derrubou também, mas o wrestler americano trabalhou e voltou a ficar por cima.

Shogun se desvencilhou e ficou em pé mas, num descuido, deu o pescoço para Sonnen, que não pensou duas vezes em apertar o brasileiro, trazer para a guarda, e terminar o arrocho no solo, conseguindo os três tapinhas. Vitória por finalização de Sonnen no final do R1.

E claro, para completar, o falastrão usou o microfone, desta vez como vencedor, para desafiar outro brasileiro: Wanderlei Silva. Será que essa luta será casada?

No coevento, Alistair Overeem buscava redenção no UFC enfrentando Travis Browne na categoria de pesos pesados. Mostrando a precisão costumeira, Overeem começou o embate encurtando com punhos rápidos e secos, até pressionar Browne na grade e começar o castigo. Socos apertados e joelhadas espetadas na costela encaminhavam Browne para mais uma derrota no Ultimate. Após uma dessas, Travis se abaixou sentindo e Alistair abriu a caixa de ferramentes, soltando uma montanha de socos. Yamasaki, pertinho, não interrompeu a luta.

Browne sobreviveu e ficou de pé. Tendo um adversário visivelmente cansado, só por bater, Travis viu no momento a chance de reagir, e não levou muito tempo. Com um chute preciso, tal qual o de Anderson Silva sobre Vitor Belfort, Browne desmoronou o “monte Overeem”, e não mais de dois socos foram suficientes para consagrar Travis Browne como vencedor, aos 4min8s do R1.

Iuri Marajó x Urijah Faber

Definido por Wallid Ismail como o duelo entre Califórnia Kid x Caboclo Kid, Urijah Faber entrou no cage para lutar contra Iuri Marajó na divisão de pesos-galos. O embate, que foi o quarto do card principal, começou com uma demonstração de potência de Marajó, que levou a luta para o solo e escorregou para se fixar nas costas de Faber. De lá, golpeou duramente Faber, e uma possível vitória por nocaute técnico se ensaiava por ali. Porém, o americano casca-grossa consegui escapar do aperto e voltou com mais raiva ainda. Logo que pode, derrubou Iuri e, por cima, foi mais contundente aplicando cotoveladas.

No segundo assalto, Iuri tentou mais uma vez começar com tudo, aplicando um chute alto que desnorteou Faber, mas o experiente Urijah respirou fundo, derrubou e aplicou mais uma chuva de cotoveladas sobre o brasileiro, que não conseguiu reagir. No terceiro assalto, mais do mesmo: queda, controle no solo e cotovelos afiados. O marajoara ainda tentou finalizar, tentando se salvar com o bom e velho Jiu-Jitsu, mas sem sucesso. Na decisão dos jurados, vitória unânime para o Califórnia Kid.

Diego Brandão x Daniel Pineda

Entrando no cage para se afirmar na divisão de pesos-penas, Diego brandão enfrentou um duro Daniel Pineda no quarto embate da noite. Ao começar o primeiro assalto, Diego já entrou com chutes fortes e uma combinação de socos que deixou Pineda desnorteado. O que Diego não esperava é que o adversário iria absorver tanto seus golpes. Quanto mais Brandão acertava, mais Pineda ia para cima. Após um primeiro round dominado pelo brasileiro, o segundo veio para balançar o ritmo da luta.

Tudo começou quando Pineda fingiu ter sentido um golpe de Diego. Assim que o brasileiro foi para cima, Pineda reagiu repentinamente com uma cotovela. Não passava de uma arapuca! O americano riu, tocou luvas com Diego e entrou na luta. Levado apra o solo por Diego, Pineda raspou de forma simples e, por cima, castigou o brasileiro até quase o fim do assalto. Pineda chegou até a tentar finalizar Diego na kimura, mas o craque do Jiu-Jitsu girou e escapou da chave. Tudo aberto até então, e a terceira etapa definiria o combate.

Sentindo no gás, Diego mudou a estratégia. Ao invés de tentar golpear o resistente Pineda, o brasileiro trabalhou suas precisas quedas, nenhuma delas falhou. No solo, batia um pouco e recuperava parte do gás que lhe faltava. Pineda tentava escapar como podia, mas cada vez que se levantava, Diego brandão voava nas pernas e derrubava mais uma vez. Na decisão dos jurados, vitória unânime para o brasileiro, que chega a sua terceira vitória consecutiva no Ultimate.

Confira os resultados oficiais:

UFC Fight Night: Shogun vs Sonnen
Boston, Massachusetts
17 de agosto de 2013

Chael Sonnen finalizou Mauricio Shogun na guilhotina aos 4min47s do R1 (Finalização da noite)
Travis Browne nocauteou Alistair Overeem aos 4min8s do R1 (Nocaute da noite)
Urijah Faber venceu Iuri Marajó na decisão unânime dos jurados
Matt Brown nocauteou Mike Pyle aos 29s do R1 (Nocaute da noite)
John Howard venceu Uriah Hall na decisão dividida dos jurados
Michael Johnson venceu Joe Lauzon na decisão unânime dos jurados

Card preliminar

Michael McDonald finalizou Brad Pickett no triângulo aos 3min43s do R2 (Finalização e luta da noite)
Conor McGregor venceu Max Holloway na decisão unânime dos jurados
Steven Siler nocauteou Mike Brown aos 50s do R1
Diego Brandão venceu Daniel Pineda na decisão unânime dos jurados
Manvel Gamburyan venceu Cole Miller na decisão unânime dos jurados
Ovince St. Preux nocauteou Cody Donovan aos 2min7s do R1
James Vick finalizou Ramsey Nijem na guilhotina aos 58s do R1

 

Ler matéria completa Read more
There are 15 comments for this article
  1. Pingback: Chael Sonnen surpreende e finaliza Shogun no primeiro round do UFC em Boston | SportSquare
  2. Marcus Vinícius at 2:07 pm

    Leandro Gonzaga, o shogun realmente é um faixa preta de jiu jitsu de nível bom, tanto q lutou pau com o rogério minotouro no PRIDE e com o campeão mundial de jiu jitsu erick vanderlei. o problema é q ontem foi o dia do sonnen. só perde quem luta!!!

  3. Macarius Gallius at 3:44 pm

    Marcus Vinícius perfeito, pode-se admitir que o atleta está em declínio, mas dizer que ele não sabe defender uma guilhotina da guarda….. aí já é demais, quantos faixas-pretas de jiu-jítsu famosos já foram finalizados ou passaram sufoco com lutadores aparentemente menos técnicos que eles? temos vários exemplos….

  4. Jose Pereira at 5:32 pm

    esse golpe é muito facil de sair dele desde que seja bem trabalhado, o shogun se desesperou na hora do aperto….me contrata shogun que vou te ensinar a nunca mais tomar uma guilhotina e qundo tomar saber sair dela……

  5. Paulo de Abreu at 10:53 pm

    LEANDRO ESSES ¨CARAS¨ SÃO PRETA DE JIU-JITSU ,SERÁ QUE ELES ESTAVAM NO RIO OPEN LUTANDO IGUAL EU E VC PTZ É CADA PELA SACO QUE ME APARECE LEANDRO! AINDA BEM QUE SOMOS REALMENTE FAIXAS PRETAS ATIVOS E POR ISSO PODEMOS ANALISAR ESSE TIPO DE LUTA!!!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *