Demian: “Roger e Jacaré têm todas as ferramentas para serem campeões do UFC”

Share it
Roger Gracie x Demian Maia Foto Gustavo Aragao GRACIEMAG

Demian Maia e Roger Gracie se enfrentaram no Campeonato Brasileiro de Equipes de 2002, quando Roger, na faixa-marrom, conseguiu a montada e a vitória no fim. Foto: Gustavo Aragão

Enquanto intensifica os treinos de wrestling para não ser surpreendido por Josh Koscheck, no UFC 163 no Rio, em 3 de agosto, Demian Maia, 35 anos, mantém os olhos atentos ao panorama do Jiu-Jitsu ligado ao MMA de alto nível.

Em conversa recente com GRACIEMAG, o astro meio-médio só teve elogios aos velhos conhecidos Ronaldo Jacaré e Roger Gracie, com quem lutava nos tempos de Jiu-Jitsu.

“O Jacaré já está lutando em eventos grandes de MMA há quase tanto tempo quanto eu, não tem nem o que eu falar. O Roger, depois de um tempo indeciso entre o kimono e o MMA, fez sua escolha e, para mim, tem tudo para ser um dos melhores até 84kg, e talvez até o campeão. Ele e o Jacaré, os dois. O Roger tem menos lutas e não é tão experiente, mas possui todas as ferramentas, na minha visão: tem muita altura para o peso, é forte em relação aos oponentes, tem uma envergadura que atrapalha os caras, derruba bem e seu Jiu-Jitsu é fora do comum. Basta ele acertar a distância dele em pé, saber lutar longe e lutar perto, que dificilmente vai tomar porrada, já que a maioria dos oponentes será bem mais baixa do que ele”, analisa Demian Maia, que prescreveu a receita para que o Gracie, que faz sua estreia no octagon contra Tim Kennedy, no UFC 162, neste sábado, consiga fazer seu jogo de chão fluir.

“Roger vai precisar estar sempre reforçando os treinos de boxe, como eu fiz. Tomara que ele não negligencie os treinos de Jiu-Jitsu, um erro que entre aspas eu cometi. O lance é procurar equilibrar as duas modalidades. A melhor maneira é ajeitar as fases de cada treinamento, e na reta final para a luta afiar bastante as posições de Jiu-Jitsu e ajustar as finalizações, que é o que nos salva na hora H. Outra bobeira que ele deve evitar é entrar nas lutas relaxado demais. Não é Jiu-Jitsu, se não entramos lá sintonizados um golpe basta, e já era. Essa era uma característica dele no pano, mas no UFC tem de estar ligado desde antes de a luta começar. Se não vacilar nisso, vai arrebentar”, aconselha Demian, para quem o faixa-preta de Carlos Gracie Jr pode surpreender mesmo se não conseguir quedar seu rival.

“Quando a luta for para baixo, aí sim será a hora de o Roger lutar calmo, pois ali sua superioridade é imensa. E acho o Jiu-Jitsu dele tão bom que em certas lutas ele pode até puxar para a guarda que ele vai arrumar um jeito de raspar ou mesmo pegar. Por cima ou por baixo tanto faz, para ele não vai haver tanto perigo, não”, palpita o paulista.

E para você, Roger vai corresponder à moral dada por Demian Maia e outros tantos torcedores do Gracie? Palpite aqui se ele vai se sair bem no UFC, contra Tim Kennedy, no próximo sábado.

UFC 162
MGM Arena, Las Vegas, EUA
6 de julho de 2013

Anderson Silva x Chris Weidman
Frankie Edgar x Charles do Bronx
Roger Gracie x Tim Kennedy
Mark Muñoz x Tim Boetsch
Cub Swanson x Dennis Siver

Card Preliminar

Chris Leben x Andrew Craig
Norman Parke x Kazuki Tokudome
Gabriel Napão x Dave Herman
Edson Barboza x Rafaello Trator

Card Preliminar (ao vivo no Facebook)

Seth Baczynski x Brian Melancon
Mike Pearce x David Mitchel

Ler matéria completa Read more
There are 3 comments for this article
  1. Denis Silva at 5:04 am

    ROGER DEVE TÁ BEM MELHOR EM PÉ, POIS TREINA COM LYOTO DIRETO!!!! MAS ELE DEVE SIMULAR UMA TROCAÇÃO E POR A LUTA PRA BAIXO… NA HORIZONTAL, NÃO TEM PRA NINGUÉM…. ROGER FINALIZA COM TRANQUILIDADE!!!!

Leave a Reply to Denis Silva Cancel comment reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *