Rolles Gracie comenta 5ª finalização seguida no MMA, no Japão

Share it
Rolles posa com Ryan e Daniel após vencer no Japão. Foto: Divulgação

Rolles posa com Ryan e Daniel após vencer no Japão. Foto: Divulgação

Peso pesado da família Gracie, Rolles mostrou estar em dia com o Jiu-Jitsu e voltou a finalizar no MMA japonês, mais uma vez no primeiro assalto. No último réveillon, o filho mais velho da lenda Rolls Gracie finalizou o local Yusuke Kawaguchi com um katagatame ou triângulo de mão – golpe que usou para vencer quatro de suas oito vitórias no MMA.

O professor carioca radicado em Nova Jersey comentou o triunfo no Inoki Bom-Ba-Ye, realizado em Tóquio.

GRACIEMAG.com: Como nos velhos tempos, o Japão voltou a receber a família Gracie para uma luta. Como foi viajar com Renzo e Daniel para mais um compromisso, desta vez no Ano Novo no Japão?

ROLLES GRACIE: Sempre sonhei em lutar no Japão. Já tinha ido lá duas vezes antes, mas apenas para ver o Ryan lutar no Pride. Desde então isso se tornou um sonho para mim. Foi uma honra, e uma experiência muito boa. O público é algo especial. Lá ninguém vaia, mesmo se não estiver acontecendo muita coisa na luta. O japonês é um povo muito educado e respeitador.

Como foram os seus treinamentos para essa luta?

Meu camp foi bom, treinei muito para a luta. Nós estamos com um time forte aqui em Nova Jersey. Eu não me lesionei treinando e correu tudo perfeitamente no camp.

Agora você está invicto há cinco lutas. Pensa num retorno bem-sucedido ao UFC?

Acho que uma possível volta ao UFC será consequência do meu trabalho. Quando eu receber uma eventual ligação do UFC, aí pensarei no que fazer, mas por enquanto estou feliz com minha carreira. Recebi propostas de três eventos diferentes para lutar. Estou estudando qual é a melhor opção. Devo ter notícias concretas a qualquer minuto.

O peso pesado no UFC tem cada vez mais pedreiras… Tem acompanhado?

Sim, só tem pedreira, como em qualquer outra categoria. Aliás, em qualquer lugar só se encontra cara duro hoje em dia, só atleta profissional.

Você é responsável pela academia RGA de Nova Jersey. Como é conciliar a tarefa de dar aulas , administrar a academia e treinar para lutar MMA?

Eu mato um leão por dia, pois além disso tudo tenho três filhos. Não é fácil, mas tudo que eu faço é por amor aos meus filhos, então facilita muito. Meu objetivo é continuar lutando MMA. Fechei o ano de 2012 lutando, espero que em 2013 mais oportunidades apareçam.

 

IGF  Inoki Bom-Ba-Ye

Ryogoku Kokugikan,Tóquio, Japão

31 de dezembro de 2012

Mirko Cro Cop  finalizou Shinichi Suzukawa com um armlock aos 1min18s do R1

Satoshi Ishii venceu Tim Sylvia por decisão unânime dos jurados

Ikushisa Minowa finalizou Bor Bratovz com uma chave de pé aos 3min18s do R1

Rolles Gracie finalizou Yusuke Kawaguchi com katagatame aos 2min do R1

Ler matéria completa Read more
There are 2 comments for this article

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.