Médico envolvido no caso Ryan Gracie é condenado a serviços comunitários

Share it
Ryan Gracie em ação no Pride, em sua última luta de MMA, em 2004. Foto: Susumu Nagao/Arquivos GRACIEMAG

Ryan Gracie em ação no Pride, em sua última luta de MMA, em 2004. Foto: Susumu Nagao/Arquivos GRACIEMAG

Após mais de cinco anos, o psiquiatra Sabino Ferreira de Farias foi condenado no caso que vitimou Ryan Gracie, grande ídolo do Jiu-Jitsu e do MMA nos tempos do Pride. Ryan foi encontrado morto no dia 15 de dezembro de 2007, numa cela da carceragem do 91º Distrito Policial, na zona oeste de São Paulo.

Sabino, que na época admitiu ter receitado ao lutador um coquetel com seis remédios, recebeu uma pena de um ano e quatro meses de serviços comunitários.

Ainda cabe recurso segundo a Justiça, e Sabino vai responder em liberdade.

Flavia Gracie, irmã do lutador, comentou o caso em carta aberta à imprensa:

“Felizmente, depois de mais de cinco anos e uma luta diária para provar a culpa desse irresponsável que se denomina médico, chegamos ao fim de uma grande batalha. (…) O ‘doutor’ Sabino foi condenado por homicídio culposo, negligência, imprudência e imperícia. Prestará serviços comunitários. Sei que é uma pena muito branda diante de uma vida. Mas nós nos sentimos vitoriosos por provar que ele é um irresponsável. Com isso, esperamos impedir que ele venha a cometer outros crimes e a devastar a vida de outras famílias.”

Flavia disse que agora a luta é para impedir que o psiquiatra volte a exercer a profissão.

Ler matéria completa Read more
There are 18 comments for this article
  1. Giovani Gazolla at 12:51 pm

    Irresponsável e Responsável pela morte do Ryan Gracie… realmente, pena muito branda diante de uma vida… Brasil.. meu Brasil brasileiro!

  2. Flavia Gracie at 4:58 am

    Ana Maria Carvalho, bom dia!
    Pelo que pude saber sobre o "Dr" Sabino é que ele ao contrário do que vc diz ser um bom médico é um homem com inúmeras denuncias contra ele ao ministério publico, se vc vive em Atibaia deve saber que houve manifestação e passeata para que sua clinica fosse fechada e o seu CRM cassado.
    A anos atrás os pacientes do "Dr." Sabino sairam normalmente pela porta da frente e assassinaram um taxista com requintes de maldade, pois a clinica quem toma conta da portaria e dos remédios são os próprios internos.Segundo o Rafel Ilha, ele e outros internos, consumiam crack e todas as drogas dentro da clinica, sem nenhum tipo de problema e com consentimento do "Dr" sabino.
    Em matéria jornalistica pais e internos denunciaram casos de maus tratos, contaminação de AIDs, orgias e trafico dentro da clinica.
    Pelo pouco que relato que faço, pode se motar que a clinica MAXWELL não é um lugar serio ou seguro.
    Como pode ser serio um "DR" (Sabino Ferreira de Farias Neto)que ao ser intrevistado pelas reporteres da revista VEJA e ÉPOCA oferece tranquilizantes tarja preta para as mesmas, para que elas "possam sentir os efeitos".Remédios esses que podem matar, ele dá como se fossem balinhas jujubas.
    Ele é perigoso, irresponsavél e deve ser parado.O CRM tem que tomar uma providência.

    • Richard Kovalski at 5:19 am

      Flavia, infelizmente ainda existem alienados que acreditam em pessoas desse tipo!!
      Ainda acho que a pena foi pouco, deveria estar atraz das grades, nao soh pelo caso do Ryan, e sim por todos os incidentes acontecidos na clinica MAXWELL!!
      Como uma clinica permite que seus internos utilizem drogas?
      Soh as familias das vitimas desse canalha, sabem oque passaram e estao passando!!
      Fora as atitudes dele no caso do Ryan, pedir dinheiro pra Flavia pra isso, pra aquilo outro!!
      Esse cara nao passa de um assasino e estelionatario!!

    • Tid Batalha at 11:03 am

      Flávia, só consegui remos paralisar profissionais imcopetentes através das denúncias, pois parece que os órgãos competentes pouco se importam. Parabéns pelo seu ato e coragem.

    • Nelson Machado at 10:00 am

      Outra acomodacao revoltante o que se pode fazer ? ja que nao da em nada pelo menos meter a porrada nesse FDP cada membro da familia que cruzar com ele.

    • Carlos Lemos Jr. at 7:01 am

      Uma vida em troca de trabalhos comunitarios???? Vergonha vergonha vergonha! O lugar desse bandido eh na cadeia! Brasil sem lei.

    • Ricardo at 2:42 am

      Boa noite sou filho do Taxita Roberto Sierra , meu nome é Ricardo Sierra tenho 26 anos hoje quando meu pai foi morto eu tinha apenas 4

    • Rodrigo Ribeiro at 8:50 pm

      Ah sim muito competente, ajudava o Rafael ilha a comer pilha , não ferra , foi pouco e ficou barato pra ele , mas um dia o dele chega…
      Ryan eterno, nosso espírito é imortal sangue do meu sangue….

  3. chupa otarios at 1:25 pm

    Foi absorvido kkkkkk

    Chupa cretinos.
    O marginal usa drogas, esfaqueia pessoas, capota veiculos ataca motoqueiros e o medico e o assassino toma vergonha familia lixo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.