Bráulio Estima e a rotina dura e suave de treinar com Fabio Gurgel e GSP

Share it
Braulio Estima e Fabio Gurgel durante treino na Alliance, no dia . Foto: Jair Lacerda/GRACIEMAG

Braulio Estima e Fabio Gurgel durante treino na Alliance, no dia 20 de outubro. Foto: Jair Lacerda/GRACIEMAG

GRACIEMAG: Dia 20 foi memorável para o povo da GB e da Alliance, graças ao seu seminário em São Paulo a o discurso antológico de Fabio Gurgel, em que o General lembrou que as duas escolas não são inimigas, e sim irmãs, já que vieram ambas do saudoso mestre Rolls Gracie. Qual é o saldo desta sua ida à Alliance SP?

BRÁULIO ESTIMA: Foi de fato muito interessante, pois foi o Fabio que abriu o seminário para todos os interessados. Foi a primeira vez que o Fabio abriu as portas da academia para um professor de outra agremiação, e eu fico bem honrado com isso. É uma alegria fazer parte disso tudo. A galera compareceu e todos demonstraram muito interesse em aprender durante o seminário, e é isso que faz nosso trabalho ficar empolgante. O Fabio é um ícone do esporte, faz parte do carro-chefe de uma geração que me espelhei muito no começo da minha carreira. Viemos da mesma raiz e queremos as mesmas coisas em prol do Jiu-Jitsu.

No fim do seminário, vocês chegaram a dar um rola eletrizante. O que você aprendeu ali?

Depois de ensinar as técnicas, sempre vem a parte dos treinos, e como amantes da arte suave que somos é impossível não nos divertimos treinando juntos. Foi então pura diversão, e uma satisfação enorme treinar com o Fabio. Aprendi muito também, acho que o Fabio Gurgel será sempre o Fabio Gurgel que todos vimos, sempre muito duro e dono de um posicionamento perfeito.

O General continua surpreendendo? Será que ele ganhou mais uma estrela durante o treino entre vocês?

Acho que ele não tem muito mais patente para subir, não (Risos). Eu só espero chegar na idade dele treinando o tanto quanto ele treina.

Fábio Gurgel e Bráulio Estima treinado na Alliance. Foto: Jair Lacerda

Fabio Gurgel encarando a guarda do Carcará na Alliance. Foto: Jair Lacerda/GRACIEMAG

E agora você viaja a Montreal para treinar com GSP para o UFC 154. Como está a vontade do GSP para mais esta disputa?

Acabei de chegar em Montreal, já fizemos uma primeira reunião e vi vários vídeos do treinamento dele. Ele me parece melhor do que antes, com esta soma da vontade de voltar a lutar depois de tanto tempo. Muitos se intimidam com este desafio de retornar à ativa, mas ele está superempolgado com tudo isso. E eu também.

E enquanto você ajuda a afiar o chão de GSP no Canadá, nos EUA Carlos Condit tem treinado com Caio Terra. Vamos ver um Jiu-Jitsu de alto nível na luta?

O chão do GSP é muito eficiente, e o wrestling é sem palavras. Mas, o melhor que ele tem é a forma como ele junta tudo numa estratégia para anular os melhores movimentos do oponente. E como essa luta não será fácil, eu vejo o Georges derrubando e fazendo um ground and pound, minando assim o ritmo de Condit.  E acredito que sim, terá Jiu-Jitsu nessa luta.

Muitos seminários aí, entre um treino e outro na GB Montreal?

Sim, tenho seminários aqui. O primeiro será na GB Montreal, com o Bruno Fernandes, neste domingo. O outro será com o Pat Cooligan, em Ottawa. Daqui já vou direto para mais um em Paris, dia 3 de novembro. Estou com a agenda cheia até o fim de dezembro, só ali pretendo parar para focar na minha próxima luta de MMA.

Ler matéria completa Read more
There are 6 comments for this article
  1. Romero Jacare Cavalcanti at 3:09 am

    A rivalidade que existe entre as nossas academias sempre ficou nos tatames fui aluno do Rolls com muito orgulho e tambem do Reyson do Carlinhos do Crolin e depois do Rickson enfim treniei com toda a familia de quem serei eternamente grato e aprendi muito ou tudo do que sei, sim a Gracie Barra e a Alliance sao equipes irmas e sempre farao parte da historia do jiu jitsu moderno ou antigo como preferirem, considero o Carlinhos como um irmao e tendo o Braulio ensinado um seminario na Alliance SP so engradece a todos nos pela pessoa e atleta que ele e fiquei muito feliz.

    • Ronaldo Ludovico at 4:29 am

      é cachorro, mas o Relson acabou de aportar no Rio, o Campeão é florida, meu irmão, já teve Cesare e aquelas coisinhas cariocas( tá na hora de voltar)…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.