Babalu finaliza e Gregor perde na decisão no One FC‏

Share it
Renato Babalu Sobral nos tempos de Strikeforce

Renato Babalu, em foto de Esther Lin/Strikeforce.

O One FC realizou sua quarta edição neste sábado, 23 de junho, em Kuala Lumpur, na Malásia, e não faltou emoção e Jiu-Jitsu. Por lá, o faixa-preta Renato Babalu foi rápido no gatilho e só precisou de 31 segundos para finalizar Tatsuya Mizuno com um armlock na luta principal da noite.

Faixa-preta da família mais tradicional das lutas, Gregor Gracie não conseguiu prevalecer no chão e acabou derrotado pelo local Adam Shahir Kayoom, por decisão unânime dos jurados.

Outros brasileiros disputaram o evento. Zorobabel Moreira, faixa-preta de Roberto Gordo, nocauteou o ex- UFC Roger Huerta no segundo round, enquanto Leandro Brodinho venceu Masakazu Imanari por decisão unânime dos jurados. Já Marcos Escobar finalizou Rodrigo Praxedes com um estrangulamento de mão no terceiro assalto. Confira os resultados completos:

One FC 4
Kuala Lumpur, Malásia
23 de junho de 2012

Renato Babalu Sobral finalizou Tatsuya Mizuno com um armlock no R1
Zorobabel Moreira venceu Roger Huerta por KO no R2
Leandro Brodinho venceu Masakazu Imanari por decisão unânime
Adam Shahir Kayoom venceu Gregor Gracie por decisão unânime
Eric Kelly venceu Bae Young Kwon por decisão unânime
Arnaud Lepont finalizou Brian Choi com um mata-leão no R3
Mitch Chilson finalizou A.J. Vaa com um mata-leão no R1
Marcos Escobar pegou Rodrigo Praxedes no estrangulamento de mão no R3
Peter Davis venceu Kim Hock Quek por KO no R1

Ler matéria completa Read more
There are 4 comments for this article
  1. joia-rs at 2:23 pm

    é impressão minha ou as lutas estão sendo mais disputadas em pé, parece que alguns lutadores fogem de lutar no chão, claro que o importante é o resultado final, mas quando tem uma boa finalização acho muito mais bacana.

    • Felipe Amorim at 11:15 pm

      as atuais formatações dos eventos de vale tudo, está estimulando mais a parte de trocação, isso é nítido, até mesmo porque o público gosta de ver mais a trocação, o que dificulta que o lutador praticante de luta agarrada, clinche, bote pra baixo, faça uma correta distribuição de peso, e daí parta para a finalização, vou ainda mais longe, acredito ter sido esse o motivo do rickson não ter feito sua luta de despedida, ele dificilmente iria achar um evento que fosse atender todas suas exigencias, que seriam obviamente, não separar a luta em hipótese alguma quando ele estivesse no chão-ainda que não sendo efetivo, mas trabalhando a posição, distribuindo o peso corretamente-, então é isso… os atuais eventos estão forçando os lutadores de grappling a aprender cada vez mais a trocação, que cá entre nós….. você ve um oponente seu cair na sua frente com a força do seu punho, é uma experiencia como poucas na vida.

  2. Pingback: Babalu finaliza e Gregor perde na decisão no One FC‏ » MMA VALE

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.