MMA

Bellator convoca Neiman e Yamauchi para confronto de astros do Jiu-Jitsu

Share it

Neiman Gracie com seu carinho de sempre no cage do Bellator. Foto: Divulgação

Dois brasileiros, dois cascas do Jiu-Jitsu, dois lutadores em rota de colisão. É o prato caprichado que o Bellator decidiu servir aos fãs, ao anunciar que os meio-médios Neiman Gracie (11v-3d) e Goiti Yamauchi (27v-5d) farão a luta principal do Bellator 284, dia 12 de agosto, em Dakota do Sul, nos Estados Unidos.

Neiman, quinto colocado no ranking até 77kg, tenta voltar à coluna das vitórias após ser superado numa batalha de cinco rounds, em fevereiro, contra o americano Logan Storley, atual campeão interino da divisão. O combate se desenrolou totalmente em pé e o brasileiro demonstrou evolução significativa na trocação. No entanto, Storley, wrestler condecorado com mais experiência no setor, levou a melhor na decisão unânime dos jurados.

A luta agarrada segue o carro-chefe do sobrinho de Renzo Gracie, e Neiman conquistou nove dos seus 11 triunfos por finalização – sete deles no Bellator.

Do outro lado do córner, Goiti é outro com credenciais na arte suave. O japonês, criado em Curitiba desde os 3 anos, conseguiu ótima transição da arte suave para o MMA e é um dos finalizadores mais implacáveis do esporte hoje. Ele soma impressionantes 21 vitórias por finalização. Apesar de ter 29 anos, quatro mais jovem do que Neiman, Goiti já percorreu longa estrada no MMA. O faixa-preta formado por Fernandinho Vieira luta profissionalmente desde 2010 e já pisou 32 vezes no cage. Desde então, venceu apenas cinco lutas por decisão e nunca foi finalizado ou nocauteado, o que comprova o ímpeto do casca-grossa.

Em seu último compromisso, Neiman fez 25 minutos de trocação contra Logan Storley e causou perigo ao americano mesmo sem explorar o grappling. No entanto, seria muito difícil quedar o americano, quatro vezes All American da primeira divisão da NCAA (National Collegiate Athletic Association) nos tempos de faculdade. Ou seja, Logan faz parte da nata do wrestling. Então o brasileiro optou por um duelo franco em que os limites de ambos foram testados. No total, aterrissaram 807 golpes num combate histórico para o Bellator. Apesar do revés, Neiman mostrou coração – e provou que está entre os melhores da categoria.

Goiti Yamauchi venceu as últimas duas lutas e também quer disputar o cinturão. Foto: Divulgação

Goiti, que chega embalado por duas vitórias consecutivas, tem lapidado o boxe e não é um lutador unidimensional. Em julho do ano passado, Yamauchi bateu o americano Chris González com uma saraivada de golpes e conquistou a segunda vitória na carreira por nocaute. Há dois meses, o ex-peso leve voltou a esbanjar seu lado finalizador e aplicou o armlock para derrotar Levan Chokheli.

Uma possível vitória sobre Neiman Gracie colocaria Yamauchi próximo da disputa pelo cinturão meio-médio da organização. Contudo, Neiman, que pretende reencontrar o caminho das vitórias, precisa do triunfo para voltar a sonhar com o título.

E para você, fã de Jiu-Jitsu e MMA? Quem vai levar a melhor nessa luta? Comente com a gente.

Ler matéria completa Read more

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.