Jovem herói do Jiu-Jitsu é uma das vítimas da enchente em Petrópolis

Share it


O estudante Gabriel Villa Real, de 17 anos, decidiu ir ao centro da cidade de Petrópolis, na última terça-feira, 15 de fevereiro, trocar uma mochila com defeito. Na volta para casa, viveu talvez sua última aventura, como um herói.

Competidor de Jiu-Jitsu com várias medalhas de ouro, o jovem (de preto com cabelo grande, na foto) era um dos passageiros dos dois ônibus arrastados pela enxurrada em Petrópolis. Ele é um dos mais de 190 desaparecidos na tragédia, a maior da história da cidade. As enchentes fizeram mais de 170 vítimas fatais.

Imagens feitas por testemunhas mostraram Gabriel tentando, com uma escada, ajudar vários outros passageiros a sair do ônibus que afundava, levado pelo rio Quitandinha.

Sua tia, Vanessa de Melo Rocha, agradeceu aos muitos anônimos que ainda estão trabalhando em busca de Gabriel no leito do rio.

“O Gabriel é um herói. Tentou de tudo. Ele poderia ter se enfiado na escada para tentar sair logo. Mas não fez isso. Ele só saiu quando não tinha mais jeito”, disse Vanessa ao repórter Matheus Rocha, da FolhaPress. “Ele sonhava ser um lutador de Jiu-Jitsu e já colecionava medalhas em casa. O Gabriel sempre foi um menino muito calmo. Nunca tivemos problemas nenhum com ele. Nunca se envolveu com nada de errado, frequenta a igreja e ajuda muito em casa.”

“Nesses três dias, já percorri alguns quilômetros às margens do rio, mas ainda não encontrei meu filho”, declarou o pai, o marceneiro Leandro Rocha, no jornal “O Dia”. “Ele é campeão de Jiu-Jitsu, de cinco eventos, em quatro trouxe medalhas. Enquanto teve forças, ajudou salvar outros passageiros até ser levado pela correnteza. Estou angustiado, mas vou continuar as buscas.”

Ler matéria completa Read more

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.