Baú dos Mundiais: o sushi que quase derrubou Bruno Malfacine

Share it

O decacampeão mundial faixa-preta Bruno Malfacine em ação no Mundial.

Mais uma história do baú de GRACIEMAG, no Campeonato Mundial de Jiu-Jitsu da IBJJF.

Em 2018, o craque Bruno Malfacine, ouro em 2007/09 /10/11/12 /14 /15 /16 /17/18, precisou penar antes de garantir sua décima medalha dourada como faixa-preta.

Culpa dos prazeres da mesa e da ampla oferta de bons restaurantes na Califórnia, um obstáculo tradicional para os atletas que precisam brigar com a balança antes de lutar, em especial os menos experientes. Pois Bruno Malfa quase caiu nesta, e perigou não representar a Alliance no Mundial de 2018. Tudo obra de uma refeição não planejada antes de competir.

“Uma semana antes do Mundial da IBJJF em 2018, alguns amigos meus inventaram de ir em um rodízio de sushi”, ri Bruno. “Juro que tentei resistir, disse que não era uma boa ideia, até que eles me convenceram. O argumento era o de que íamos nos controlar e comer pouco!”

Bruno Malfacine, para quem não conhece a fera nascida em Duque de Caxias e morador da Flórida, é fã de um bom arroz com ovo, bife e um feijão bem temperado. Mas tampouco dispensa um bom sushi.

“Fico feliz em furar a dieta com o tradicional arroz, feijão, bife e ovo. Mas em termos de comer em grande quantidade, nada supera para mim a comida japonesa”, admite o glutão peso-galo.

“Fomos ao tal restaurante, e chegou ao ponto em que tive de deixar o dinheiro na mesa para poder me retirar, porque eu não conseguia mais me controlar. A galera estava pegando pesado, e eu também. Assim que cheguei no hotel e me pesei, estava ‘apenas’ quatro quilos acima do limite. Isso nunca foi normal para mim, a uma semana do evento.”

Com foco e boca fechada, Malfa tratou de suar. “E graças a Deus deu tudo certo, consegui perder o excesso e bater o peso em cima do lance”, diverte-se o caçador de ouros, que vai tentar seu 11º este ano, no Anaheim Convention Center, dos dias 9 a 12 de dezembro.

E você, amigo competidor, já caiu em tentação parecida? Como resolveu? Comente conosco!

Ler matéria completa Read more

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.