Rio Open Sem Kimono 2021: Marcelo Gomide e Gabi Fechter faturam absoluto

Share it

GMI da Gracie Barra Mangabeiras, Marcelo Gomide ficou com a prata nos pesados e ouro no absoluto. Foto: Carlos Arthur Jr.

Nesse fim de semana, a CBJJ fez história. O Rio Open de Jiu-Jitsu Sem Kimono rolou no último domingo, dia 21 de março, e trouxe uma grande mudança: Pela primeira vez no Brasil a organização pôs em prática a nova regra na faixa-preta e marrom adulto, permitindo o uso de chaves de calcanhar e cruzadas de perna.

Campeão absoluto no masculino, nosso GMI Marcelo Gomide, da Gracie Barra Mangabeiras, foi um exemplo de superação. Após perder a final dos pesados para o atleta da GF Team Victor Bonfim e morder a prata, Gomide não se abalou, voltou para a área de aquecimento, reajustou a mente, o corpo e se tacou com tudo no absoluto, no qual venceu suas lutas e faturou o título em peso aberto. Marcelo conversou com a GRACIEMAG e deixou a você, caro leitor, uma lição sobre não se abalar com a derrota e dar a volta por cima.

“Cheguei nesse campeonato um pouco debilitado”, revelou Gomide. “Tive que perder muito peso em cerca de um mês para lutar no pesado, já que estava a muito tempo no super-pesado. Mas mesmo assim fui pro absoluto porque eu acreditei que eu tinha que voltar pra Belo Horizonte com uma vitória. Assim como aconteceu no Europeu Sem Kimono, no qual eu também perdi na minha categoria e voltei pro absoluto, eu voltei sem a pressão na cabeça e com mais vontade de lutar e vencer, soltando meu jogo. Daí pra frente, o campeonato fluiu e quando eu vi, já estava na final.”

“Consegui superar as adversidades e voltar muito mais motivado para vencer o absoluto, que é o maior título do campeonato. É uma dica que eu posso dar para a galera que compete: Não desista! Se passar por dificuldades no caminho, bota a cabeça no lugar, solta o jogo, luta feliz e vai pra cima porque a vitória vai vir”, completou o campeão.

Já no feminino, a campeã Gabi Fechter voltou para casa com dois ouros, um na categoria e outro no absoluto. Devido a ausência da adversária, Gabi faturou o título dos penas sem lutar. A faixa-preta deixou suas impressões sobre a vitória sem luta:

“Foram seis semanas de treinos intensos, foi uma preparação física e mental muito grande”, contou Gabi. “Sou bem pequena e tenho um percentual de gordura bem baixo, coloquei minha saúde em risco ao fazer controle hormonal. Infelizmente, quando eu cheguei lá, a minha adversária não compareceu. Algumas pessoas não valorizam isso, dizendo: ‘Como assim foi campeã sem lutar?’ Às vezes, o processo é mais difícil do que a própria luta. Além de ser atleta, eu sou líder de academia, tomo conta da filial da Checkmat de Copacabana. Tenho uma academia com cem alunos, muitos competindo e eu acompanhei todo mundo. Fui coach, atleta e me considero muito campeã por isso. Gostaria que as pessoas valorizassem não só a luta, mas o processo que levou à luta”.

Sem se deixar abalar, a atleta voltou para disputar o absoluto. Com outra ausência no card, a categoria de peso aberto foi direto para a final e deixou Gabi frente-a-frente com Jéssica Dantas, que faturou o título dos plumas também sem combate.

“Me inscrevi pro absoluto sem pano na expectativa de ter três lutas. Tinham três meninas inscritas, mas uma não apareceu. Acabei lutando com a Jessica, que é peso pluma e também queria lutar. Assim ficaram as duas magricelas disputando a final do absoluto”, brincou a campeã.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by CBJJ Oficial (@cbjjoficial)

Veja abaixo os resultados do Rio Open de Jiu-Jitsu sem kimono 2021!

Masculino

PENA: Yago dos Santos Rodrigues venceu Jonas Lisboa Pereira

LEVE: Samuel Silveira Rocha venceu Bruno Ailson Costa Silva

MÉDIO: Ygor dos Santos Rodrigues venceu Sergio Antonio Santana Soares Filho

MEIO-PESADO: Marco Aurellio de Queiroz venceu Gabriel Alves de Lima

PESADO: Victor Del Corso Bomfim venceu Marcelo Gomide Oliveira

SUPER-PESADO: Guilherme Wander Lambertucci de Andrade venceu Marcos Aurélio Goulart Alves Junior

PESADÍSSIMO: Antonio de Padua Assef Nunes Nascimento venceu Otavio Tome Serafim

ABSOLUTO: Marcelo Gomide Oliveira venceu Darlan Vinicius da Silva Casaca

Feminino

PLUMA: Jessica Caroline Coelho Dantas foi campeã sem adversárias na chave

PENA: Gabriela Meireles Fechter foi campeã sem adversárias na chave

MEIO-PESADO: Keila Grace Gomes Diré Rosa foi campeã sem adversárias na chave

ABSOLUTO: Gabriela Meireles Fechter venceu Jessica Caroline Coelho Dantas

Ler matéria completa Read more
There are 5 comments for this article