A lição número 1 que aprendi com mestre Leitão, por Paulo Peposo

Share it

 

[ Por professor Paulo “Peposo” Curi * ]

“Em 2001, fiz uma viagem de Belo Horizonte ao Rio de Janeiro e conheci pessoalmente o mestre Roberto Leitão (1937–2020), um dos pioneiros da luta olímpica no país.

Fiquei impressionado com a generosidade do mestre, e tenho uma grande gratidão pelos ensinamentos técnicos que ele me passou, para sempre guardados em minha memória.

Era um professor que amava a luta, e acreditava muito nos alunos, sempre. Contudo, creio que a principal lição que tirei daquele encontro há quase 20 anos foi no aspecto filosófico.

Mestre Leitão citou para mim um texto do clássico filósofo grego Sócrates, que dizia: O homem para ser completo tem de estudar, trabalhar e lutar.

A partir dali, pus essa ideia em prática em minha vida pessoal e profissional, na busca de ser um artista marcial completo.

Como mestre Leitão me ensinou, o homem completo é o que estuda, ama, trabalha e pratica artes marciais. É o que procuro vivenciar e no que acredito.

Lutar e ensinar, como aprendi com mestre Leitão, também é uma maneira de amar ao próximo como a si mesmo, como ensinam as religiões.

Guardarei para sempre estas lembranças em meu coração. Obrigado, mestre Leitão, e fique em paz.”

 

* Paulo “Peposo” Curi foi entrevistado por Marcelo Dunlop

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article
  1. Adriana Julia at 7:27 am

    Incrível é a historia e garra de Paulo Peposo, o amor, dedicação e conhecimento que coloca em sua carreira, brilhante como Mestre, não só na luta,mas na vida!! Deus proteja e abençoe pessoas assim…raras!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *