Gustavo Dantas avalia congresso virtual e aponta principal erro mental de um atleta no Jiu-Jitsu

Share it

Gustavo Dantas é faixa-preta de Jiu-Jitsu e palestrante. Foto: Arquivo pessoal

Foram 21 palestras de alto nível exibidas ao vivo e de forma gratuita ao longo de sete dias durante o 1° Congresso Virtual de Jiu-Jitsu de Competição – Preparação Total do Atleta, no qual abordou tópicos essenciais para todo competidor alcançar o próximo nível em sua carreira. Idealizado por Gustavo Dantas, faixa-preta de Jiu-Jitsu e coach mental, o congresso atingiu cerca de 2 mil participantes, algo inédito na comunidade do esporte.

É importante citar, como Gustavo mesmo fala, que um evento de Jiu-Jitsu não precisa, necessariamente, ser feito somente com técnicas. As palestras mostraram pontos importantes que um atleta de alto rendimento precisa cuidar, além do seu treino, como, por exemplo, sua saúde mental, sua saúde física e seu marketing pessoal.

“Por conta do feedback que recebemos não apenas dos palestrantes, mas também da audiência, notamos que um evento de Jiu-Jitsu não precisa ser feito apenas da parte técnica. Os tópicos que abordamos: Estratégia de Luta, Saúde Mental, Saúde Física, Preparação Física, Marketing do Atleta, Nutrição e Regras & Regulamentos não só nos mostrou que a audiência se interessas por esses temas “fora-do-tatame”, como tem carência que esses temas sejam abordados. Isso já nos dá uma boa direção a seguir nos próximos congressos”, reflete Gustavo, antes de revelar o que já pensar em oferecer nas próximas edições.

“Gostamos muito do que entregamos, mas, com certeza, sempre temos algo a melhorar. Ainda faremos um balanço geral para poder analisar de forma mais profunda, porém queremos melhorar a experiência para a inscrição, ao oferecer conteúdos entre as palestras e, para os que comprarem o Pacote de Gravações, entregarmos mais bônus. Outros itens, por enquanto, são segredo.”

Palestra do nosso GMI Rodrigo Cavaca. Foto: Reprodução

Atletas e professores destaques como, por exemplo, Rodrigo Cavaca, Bruno Bastos, Mahamed Aly, Rico Bastos, Rodrigo Feijão, Thales Leites, Felipe Costa, Flavio Almeida, Marcio de Deus e Robert Drysdale foram palestrantes, além de profissionais de renome na área de saúde: as nutricionistas Mariana Belém e Nathalia Chantre, os médicos Felipe Pereira e Rafael Fonseca, o fisioterapeuta Glauber Alvarenga, a psicóloga Nika Schwinden e os preparadores físicos Itallo Vilardo e Rafael Ribeiro. Vitor Freitas e Pedro Guimarães foram responsáveis por abordar sobre o marketing do atleta. Gustavo, a seguir, deixa um elogio para todos.

“A entrega dos palestrantes, com certeza, me chamou a atenção. A qualidade dos conteúdos, o compartilhamento das vivências, das experiências foi realmente engrandecedor. Com relação à audiência e aos feedbacks que recebemos, posso dizer que ficamos, de certa forma, surpresos. Como os temas abordados não envolviam a parte técnica, posições etc., confesso que ficamos um pouco receosos, mas isso durou somente até o Congresso começar. Ouvimos palavras como “evolução, novidade, participação esclarecedora, informações inéditas” e muito mais. Com certeza, foi muito gratificante para nós”, detalha.

Faixa-preta desde 1998, Gustavo tem experiências estão espalhadas pela internet, através do seu canal no Youtube e seu podcast Mente Blindada, na versão em inglês e português. Para agregar ainda mais na comunidade do Jiu-Jitsu, Gustavo decidiu lançar seu primeiro curso “Top 30 Erros Mentais que os atletas cometem e como evitá-los”. O seu curso também é baseado nas mais de 300 entrevistas que fez nos últimos anos, onde coletou os principais erros que atletas de elite cometem ao longo de sua jornada no Jiu-Jitsu.

Rodrigo Feijão foi um dos palestrantes. Foto: Reprodução

“Eu consegui coletar trinta erros mentais que os atletas de alto nível já cometeram em algum momento nas suas carreiras ou de seus alunos. A partir disso, eu apresento opções de como evitar esses erros, com trinta vídeos em trinta dias. Esse curso é direcionado para professores de Jiu-Jitsu e atletas comprometidos com o treinamento mental. Um fato bem legal é que como bônus, eu inclui clipes de entrevistas de vários convidados compartilhando os erros mentais que vamos estar trabalhando. Você tem que aprender a controlar a sua mente, ao invés de deixar a sua mente te controlar. Todo mundo, atleta ou não, inclusive você, tem batalhas internas diárias que ninguém sabe a respeito, só você sabe. E pra você atingir o sucesso que você deseja na batalha externa, dentro ou fora do tatame, você tem que estar com a mente blindada. Os atletas que conseguem blindar a mente para saber lidar com as suas batalhas internas diárias, ou seja, pessoas mais emocionalmente maduras, vão ter uma chance muito maior de atingir o seu potencial máximo, do que um atleta que não sabe lidar com essas brigas internas”, revela Gustavo.

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *