Organizador do BJJBET comenta desafios da estreia

Share it

William Carmona Maya, ao centro, com Márcio de Deus e Gabi Pessanha. Foto: Ilan Pellemberg

Depois de um domingo recheado de lutas com a estreia do BJJBET, a equipe de GRACIEMAG falou com William Carmona Maya, um dos donos do evento, e este abriu o jogo sobre os planos feitos para o card de estreia, tanto na estrutura, quanto suporte aos atletas e contratos de prestação de serviço.

“Somos dois apaixonados pelo esporte”, disse William se referindo ao outro sócio nesta empreitada. “Foi muito gratificante acordar e começar a ler as mensagens de atletas renomados, pessoas importantes do esporte e a comunidade de uma forma geral elogiando o evento. Mesmo com o problema nas duas primeiras lutas da transmissão, o saldo foi muito positivo. A comunidade do Jiu-Jitsu abraçou a nossa ideia e ajudou demais com um único objetivo: Profissionalização e crescimento do Jiu-Jitsu.”

Confira a entrevista completa nas linhas abaixo.

GRACIEMAG: Como foi o processo de escolha dos detalhes do evento, como locação e estrutura?
WILLIAM CARMONA MAYA: Não foi fácil, mas a cara do BJJBET será essa: fazer o show em lugares inusitados. Na reta final ficamos na dúvida entre realizar o show numa fazenda ao ar livre com o pôr-do-sol como paisagem natural, no estádio do Pacaembú no Drive-in ou no Castelo. Mas quando entramos aqui e começamos a ver os gladiadores, o cenário de guerra, enfim, nos arrepiamos todos e começamos a nos imaginar entrando no tatame. Aí a dúvida de fazer um evento ao ar livre e correr o risco da chuva e o Castelo coroando os reis, vencedores das grandes batalhas. Elegemos o Castelo.

Qual foi o saldo final do evento na sua opinião?
Positivo demais. Planejamos e executamos o melhor evento de Jiu-Jitsu do mundo, de acordo com os atletas, público de casa e imprensa em dois meses. Abrimos uma conta no Instagram e em menos de dois meses alcançamos mais de 60 mil seguidores, repercutimos em mais de 50 países e quando liberamos o evento na plataforma de apostas (bjjpicks.com) alcançamos um número de pessoas assistindo ao evento, número inimaginável. Mesmo com o problema nas duas primeiras lutas da transmissão, o saldo foi muito positivo. A comunidade do Jiu-Jitsu abraçou a nossa ideia e ajudou demais com um único objetivo: Profissionalização e crescimento do Jiu-Jitsu.

E sobre o contratempo com a transmissão? O que a organização pode falar?
Quando começamos a planejar o show procuramos a Sambatech, quem não conhece é a empresa transmitiu a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos do Brasil para a Europa e América Latina, além de ser considerada a melhor empresa de streaming da América Latina. Também contratamos eles para a produção do site, justamente pensando em não ter conflito entre o site e a transmissão. Contudo, na reta final, descobrimos que a Sambatech subcontratou outra empresa para produzir o site, o que gerou um prejuízo enorme para o BJJBET. Estimamos termos perdido dezenas de milhares de vendas por erro no meio de pagamento. Além do prejuízo ao termos aberto a transmissão gratuita, devolvermos o pay-per-view de quem sentiu lesado, fora o dano de imagem do evento.

Mas como somos a nova era do Jiu-Jitsu mundial, agiremos dentro da lei com os consumidores, aliás, a lei é o que mais nos preocupamos. Desafiamos outros eventos que já aconteceram na pandemia a mostrarem autorização da prefeitura para sua realização. O BJJBET foi realizado com autorização especial da prefeitura, seguindo todos os protocolos de segurança e higiene por conta do Covid-19. Somos empresários sérios, com investimentos próprios, sem auxílio financeiro de governo e que tem como missão mudar o esporte para a profissionalização. Valorizando o atleta e o público de casa.

Já disponibilizamos a versão completa do show, em alta qualidade, no www.bjjbet.com . Agora estamos planejando a segunda edição e montando o próximo card. Somos a Las Vegas do Jiu-Jitsu com o apoio do BJJPICKS.

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *