As lições de Carlos Gracie que são transmitidas por gerações

Share it

Kayron, o pequeno Kailan, Carol e Carlinhos. O Jiu-Jitsu influenciando todas as gerações da família. 

O legado do saudoso grande mestre Carlos Gracie segue vivo em seus descendentes, como o mestre Carlos Gracie Jr., que segue à risca os ensinamentos do pai, passando o mais puro estilo de vida do Jiu-Jitsu a seus filhos e neto.

Veja abaixo uma lista das lições mais célebres do legado Gracie, e logo a seguir um vídeo no qual Carlinhos reflete sobre as aulas de sua vida na construção do que é a arte suave. Oss!

“Com o Jiu-Jitsu aprendi, sobretudo, a grande lição, que foi a de me conhecer profundamente.”

 

“De nada vale a força física bruta contra a ciência dos samurais.”

 

“O adepto do Jiu-Jitsu deve, acima de tudo, prestigiar, amar e defender o grande esporte que praticamos.”

 

“É quando os lutadores cansam que a luta começa realmente a ser travada.”

 

“Comer errado é o pior dos venenos.”

 

Carlos Gracie Jr. com o filho mais novo, Kayan, e com a memória do pai Carlos Gracie ao fundo, no quadro clássico das academias de Jiu-Jitsu. Foto: Reprodução

 

“Jamais lute contra a pessoa, e sim contra os movimentos dela.”

 

“O hábito de acender um cigarro é uma burrice social. Imaginemos que fosse socialmente elegante ter dois cilindros que exalassem fumaça espetados nas narinas. Imitarias isso também?”

 

“Emprega o maior tempo no aperfeiçoamento de ti mesmo, e nenhum tempo em criticar os outros.”

 

“Promete a ti mesmo ser grande demais para sentir desassossego, nobre demais para sentir cólera, forte demais para sentir temor e feliz demais para sentir contrariedades.”

 

* Entre para o time GMI! *

graciemag_assine_barra

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *