Gustavo Ximu e Murillo Neto detalham mudanças na academia em tempos de pandemia

Share it

Gustavo Ximu, Fabinho Novaes e Murilinho. Foto: Arquivo pessoal

Seguindo a reinvenção diária das academias no Brasil e no mundo, nossos amigos da Gracie Barra Praia dividiram suas experiências e atitudes em entrevista ao portal do Jornal Extraportal do Jornal Extra, e detalharam algumas mudanças do seu conteúdo programático.

Comandada pelos professores Murillo Neto e Gustavo Ximu, a GB Praia seguiu as regras da equipes e uniu a expertise dos faixas-pretas, veteranos de competição, para engrandecer as aulas pela internet.

“Com a suspensão dos treinos e competições por conta do coronavírus, o problema vai direto na nossa raiz”, disse Murilo. “Nossos atletas não estão esperando uma aula online como vem parecendo ser a tendência no mercado. Nossas sessões de sparring a preparação técnica não são replicáveis dessa forma.”

“Nosso sistema de treinamento tem uma presença muito forte na parte psicológica dos atletas”, destacou Ximu. “Nossa manobra foi canalizar nossa energia para esse elemento, apresentando ferramentas para fortalecer a mente, desde artigos, estudos para leituras, até conversas pessoais, fora toda a preparação física extra tatame, com um treino funcional. Em alguns locais fora do Brasil já estão voltando as aulas, como a academia do Professor Vinicius Draculino, no Texas (EUA). Vamos seguir as normas da Gracie Barra e iremos adaptar para as normas do nosso governo e autoridades locais.”

Já pensando no possível retorno, Ximu avaliou como será a volta e os impactos do novo formato num futuro próximo.

“De maneira geral, acho que o Jiu-Jitsu vai voltar muito bem. Algumas pessoas vão ficar receosas, mas outras que não faziam atividades físicas e passaram a conhecer o Jiu-Jitsu através das lives vão ajustar o mercado. No nosso caso, muda bastante coisa. No treino, vamos continuar nossa estratégia, mas como professores e líderes do time, vamos ter que rever toda a nossa estratégia.

“Murillo Neto, eu e os faixas-preta da equipe analisamos os atletas por performance interna entre os membros do grupo, conhecimento técnico, capacidade de aplicação do conhecimento, capacidade de ensinar ou absorver conhecimento, e então temos as graduações e o calendário de campeonatos que cada um vai lutar. Essa pandemia simplesmente interrompeu nosso processo de avaliação e graduação, o que reflete diretamente nos nossos objetivos futuros na inscrição dos atletas nas devidas categorias, transições de faixas e manejo de atletas para fortalecer outras escolas da Associação Gracie Barra. Apesar disso, estamos confiantes em dias melhores”, concluiu.

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *