Rafael Formiga pronto para estrear no Europeu representando a Double Five

Share it

Rafael Formiga fará sua primeira competição em Portugal, e a primeira como Double Five. Foto: Reprodução/Facebook

Inscrito no Europeu de Jiu-JItsu 2020 com o mesmo estilo agressivo nos tatames, o faixa-preta Rafael Formiga traz uma nova motivação para vencer na divisão de master. Líder da nova equipe Double Five, ao lado dos amigos João Gabriel e Leandro “Tatu” Escobar, Formiga entra com a responsabilidade de representar com sucesso sua nova escuderia.

Para tal, o experiente faixa-preta contará com a ajuda de seus professores associados para conciliar entre a importante função de coach de seus alunos e a frieza para atuar na complicada chave do master 2 no peso e também no absoluto, no qual Formiga projeta encontrar velhos conhecidos dos campeonatos.

Confira nas linhas abaixo a mente e os planos de Rafael Formiga para brilhar em dose dupla no Europeu de Jiu-Jitsu 2020, agora pela Double Five!

GRACIEMAG: Qual a responsabilidade de lutar por uma nova escuderia? Aumenta o nervosismo?

RAFAEL FORMIGA: Estou muito empolgado para lutar no Europeu. Vai ser minha primeira luta pela Double Five e minha primeira vez lutando o Europeu. Não diria que aumenta a responsabilidade, mas a gente sempre procura fazer o melhor para representar o nosso time.

Sua chave tem velhos conhecidos e clássicos do master. O que aguardar? Como pretende lidar com aquela guardoplata do Juninho Boi (FFTeam)?

Na minha categoria eu provavelmente irei lutar com o Deninho do Cyborg, atleta muito duro e velho conhecido. Sei que será um lutão. Ou com o Rogério Yoshi, ele é muito duro também e tivemos uma guerra no Mundial de Master na semifinal. Acredito que devo encontrar com eles na final. No absoluto tem muita gente, mas o Boi talvez seja o mais perigoso. Ganhei dele na final do absoluto do Mundial de Masters pela decisão da arbitragem, onde não ficaria surpreso se os árbitros tivessem dado a luta para ele, pois foi uma disputa muito parelha. Acredito que ganhei porque ataquei um pouco mais do que ele. Pode ter certeza que vou tentar puxar antes, assim eu não preciso me preocupar com essa guardoplata tão perigosa.

Como faz para pensar nas suas lutas e assistir os alunos? Como separar isso?

Hoje em dia o foco maior são meus alunos, então estou lá pensando no que for melhor para eles e dando meu melhor sempre para eles. Lutar é uma paixão então acabo sempre dando meu melhor também. Acho que dá para conciliar os dois com a ajuda de outros faixas-pretas do time.

Qual é o maior charme do Europeu? E o Jiu-Jitsu na Europa? Os convites para aulas e filiais andam aumentando?

Eu nunca lutei no Europeu. Estou louco para conhecer e ver esse charme também. Acho que a quantidade de atletas deve impressionar qualquer um. O Jiu-Jitsu está crescendo um absurdo no mundo todo e, sim, os convites para dar seminários e de filiados no Velho Continente estão cada dia maiores. Também, a cada dia, tem mais alunos exigentes obrigando todos a estarem sempre buscando novas posições, novas parcerias para as filiais, que a meu ver é ótimo para o Jiu-Jitsu. Só aumenta a qualidade do nosso serviço!

Entre agora para o nosso seleto grupo GMI, clicando aqui!

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *