10 passos para você mudar de faixa no Jiu-Jitsu, com Ricardo Zanelato

Share it

Ricardo Zanelato com seus alunos da Lótus Club, no Rio Grande do Sul. Foto: Divulgação

O ano virou e você não mudou de faixa, amigo leitor? Relaxe, isso não é o mais
importante, como ensina o professor e GMI Ricardo Zanelato (Lótus Club Jiu-Jitsu). Leia, estude e bons treinos! (Artigo publicado originalmente na GM #263 – assine sua revista de Jiu-Jitsu favorita aqui, e leia do seu celular!)

1. CONFIANÇA NO PROFESSOR/ESCOLA
Partindo do pressuposto que você escolheu uma academia/escola de Jiu-Jitsu idônea, acredite no seu professor. As aulas são sempre direcionadas para o nível do aluno faixa-branca. Duvidar do que se está sendo ensinado não é uma forma de evoluir em direção às graduações.

2. ASSIDUIDADE
O aluno deve praticar as aulas de Jiu-Jitsu de duas a três vezes por semana, o máximo possível durante o ano, sempre respeitando os descansos.

3. LOGÍSTICA
Com o tempo cada vez mais escasso é necessário que o aluno programe as tarefas diárias e tenha controle do tempo das distâncias a serem percorridas até a academia, tendo assim, uma logística favorável para a frequência nas aulas.

4. MUITA PACIÊNCIA
Somos eternos aprendizes, portanto, cada aluno tem o seu tempo. Nunca se compare a um colega e, sim, o quanto você evoluiu sobre si mesmo.

5. TOLERÂNCIA À FRUSTRAÇÃO
Certas verdades são inescapáveis: a vitória está longe e por mais didática que seja a aula, amassos virão.

6. MUDANÇA DE HÁBITOS
Com a prática das aulas você sentirá necessidade de novos hábitos diários extra tatame, tais como: melhor qualidade do sono, alimentação balanceada, higiene e pontualidade.

7. PREVENÇÃO DE LESÕES
Não hesite em dar os “três tapinhas” (em quem está lhe aplicando o golpe e nunca no tatame). Saiba desistir nos golpes encaixados diminuindo assim o risco de lesões, ficando longevo durante o ano.

8. COMPETIÇÃO
Não é necessário competir para graduar. Alguns alunos, sim, procuram se aventurar nos campeonatos, o que nada de mal tem nisso.

9. RESPEITO AOS COLEGAS
Seus colegas de treino não são inimigos, pelo contrário, ele empresta o corpo para a sua evolução e vice-versa. Novas amizades com certeza virão.

10. GRADUAÇÃO COMO CONSEQUÊNCIA
Aprenda Jiu-Jitsu com um olhar amplo em todos os benefícios que a luta pode lhe dar e não somente pelo status da faixa ou graus.

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *