Competidor no Jiu-Jitsu, André Sergipano quer finalizar em sua estreia no UFC São Paulo

Share it

Sergipano com o patrão Dana White. Foto: Reprodução

Agendado para este sábado, dia 16 de novembro, no ginásio do Ibirapuera, o UFC São Paulo terá inicio as 19h, ao vivo no Combate, com Ronaldo Jacaré contra Jan Blachowicz na última luta da noite. Contudo, em uma das lutas do card principal, teremos um competidor ativo dos circuitos da IBJJ fazendo sua estreia no Ultimate.

André “Sergipano” Muniz, atleta da TFT, é faixa-preta de Jiu-Jitsu e começou sua carreira no esporte competindo de kimono. Na faixa-azul, chegou ao ouro no Brasileiro de Jiu-Jitsu, mas posteriormente migrou para o MMA, modalidade esta que se tornaria seu foco principal.

“Foi aos 19 anos, ainda como faixa-roxa”, conta Sergipano. “Meu professor Marquinhos Oliveira, da Gracie Barra em Montes Claros, Minas Gerais, organizava alguns eventos de MMA. Lutei num ringue, finalizando no triângulo, e segui na minha evolução no MMA, sempre com o sonho que vou realizar hoje, de lutar no UFC.”

Depois de reforçar o time da TFT, Sergipano mergulhou no MMA e acumulou 18 vitórias no esporte de luvinhas, 12 delas por finalização. Grandes nomes da modalidade, como o faixa-preta Paulão Filho, estão entre as vitimas. Contudo, sua paixão pelo Jiu-Jitsu nunca ficou de lado, passou apenas a ser um complemento para atuar ainda melhor no MMA.

“Este ano de 2019, por exemplo, lutei alguns torneios sem kimono para afiar meu chão. Ganhei no Rio Open, no Salvador Open e no BH Open da IBJJF como faixa-preta adulto, enquanto no Brasileiro Sem Kimono fiquei com o bronze. Lutei para ajustar minhas finalizações e somar com meu boxe e muay thai, modalidades que treino com o professor Philip Lima, na TFT.”

André Sergipano lutando a semifinal do Brasileiro Sem Kimono 2019, contra Marcelo Gomide. Foto: Carlos Arthur Jr,

O caminho até o Ultimate não foi fácil. Para merecer a vaga, Sergipano teve que vencer duas vezes no Dana White’s Contender Series, evento que revela atletas para o Ultimate. Depois de vencer Bruno Assis no “Contender” brasileiro, Sergipano finalizou Taylor Johnson no triângulo no Contender Season 3.

Com a vaga garantida, Sergipano terá pela frente Antônio Arroyo, também vencedor no Contender Series, o que fez com que Sergipano já estivesse ciente do jogo do adversário.

“Desde o primeiro Contender eu estudo de perto o jogo do Arroyo, porque ele também venceu no Contender brasileiro, da mesma forma que eu, e quando surgiu a chamada pra atuar no Contender americano havia a possibilidade de enfrentar ele. Lutamos no mesmo evento, contra americanos, ambos vencemos e fomos contratados”, disse Sergipano antes de traçar sua meta par o combate. “Sabia que era uma luta que poderia acontecer entre nós, somos dois canhotos, ele da trocação e eu do Jiu-Jitsu. Espero que seja a melhor luta do evento, com uma finalização minha logo no primeiro round.”

Confira o card completo abaixo!

UFC SP
São Paulo, SP
16 de novembro de 2019

Ronaldo Jacaré x Jan Blachowicz
Maurício Shogun x Paul Craig
Charles do Bronx x Jared Gordon
Antônio Arroyo x André Sergipano
Markus Maluko x Wellington Turman

Card preliminar

Serginho Moraes x James Krause
Ricardo Carcacinha x Eduardo Garagorri
Francisco Massaranduba x Bobby Green
Warlley Alves x Randy Brown
Douglas D’Silva x Renan Barão
Ariane Lipski x Isabela de Pádua
Vanessa Melo x Tracy Cortez

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *