As dicas do pai de Carola para você estimular seus filhos a se apaixonarem pelo Jiu-Jitsu

Share it

Marlon e a filhota Carola, após mais um ouro conquistado. Foto: Arquivo pessoal

Você deseja fazer os seus filhos se encantarem com o mundo dos esportes? Então confira as dicas de Marlon Garrido, o “papai coach” da super talentosa Carolina Garrido, de apenas 8 anos.

Veja como Marlon conseguiu estimular sua filha a se apaixonar pelo Jiu-Jitsu e ainda pelo universo competitivo. Carola já conquistou diversas medalhas de ouro, além de muitos benefícios para a sua vida, que está apenas começando.

1. “Estimule seus filhos a conhecerem a história e as superações de grandes campeões do esporte. Mostre os bons exemplos e os lances inspiradores”.

2. “Leve seus filhos para treinar com alegria; demonstre a sua satisfação em vê-los treinando. Converse bastante para entender como eles estão se sentindo nos treinos; deixe esse canal de troca de ideias sempre aberto”.

3. “Só leve seus filhos para competir quando eles se sentirem seguros; respeite o tempo deles. Cada criança responde de forma diferente. Não coloque seu filho em estresse desnecessário; isso pode causar um bloqueio e impedir o surgimento de um grande campeão”.

4. “Mostre para seu filho que o comprometimento e a dedicação nos treinos refletem-se diretamente nos resultados dos campeonatos e também nos benefícios para a vida. A criança precisa perceber que o momento do treino, embora seja divertido, é um momento de aprendizado”.

5. “Cuide da alimentação de seus filhos; uma má alimentação reflete-se diretamente na qualidade dos treinos. Muitas crianças ficam com preguiça por má nutrição e falta de energia no corpo (um aspecto comum é a sonolência). Ah, claro: os pais são os maiores exemplos para os filhos, então cuide de sua alimentação também”.

6. “Ensine seus filhos a ganhar, mas também a perder nas competições; tire sempre o melhor de cada experiência. Celebre todos os resultados, positivos ou negativos. Mostre a sua satisfação em vê-los competindo. Simples assim”.

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *