Entrevista exclusiva dupla: André Galvão x Felipe Preguiça antes do ADCC 2019

Share it

Felipe Preguiça e André Galvão fazem a superluta do evento. Foto: Reprodução

Prontos para a superluta que promete sacudir o ADCC 2019, no desfecho do evento no domingo, 29 de setembro, os craques do Jiu-Jitsu André Galvão (Atos) e Felipe Preguiça (FP Team/GB BH) provaram que não correm mesmo de nenhum desafio. Confrontados com as perguntas do GRACIEMAG.com, os campeões mundiais e rivais desde o pano conseguiram um tempinho na atribulada agenda de treinos para responder sobre a reta final de preparação, os pontos fortes do adversário e o peso da torcida num duelo assim.

O equilíbrio entre os dois monstros parece tamanho que refletiu até no nosso Instagram – em enquete no nosso story, o povo ficou bastante dividido: Galvão foi votado por 52% dos mais de 2.200 eleitores, com Preguiça com 48% – um empate técnico, se computássemos a margem de erro do Ibope.

Confira e fique ligado na superluta no domingo, na nossa cobertura direto de Anaheim, na Califórnia!

A cobertura do ADCC 2019 é um oferecimento da @KingzBrasil

GRACIEMAG: Vocês dois são famosos pela alta bagagem técnica e por um gás interminável. Como pretende cansar seu rival no domingo do ADCC 2019?

ANDRÉ GALVÃO: Eu acredito que todo mundo cansa. Mas eu eestou preparado, motivado, feliz e disposto a sair desta luta campeão. Independentemente de quem cansar primeiro no domingo, eu quero vencer mais uma.

FELIPE PREGUIÇA: Só posso dizer que estou preparado para fazer uma luta de 40 minutos se for preciso. Eu vou dar o meu máximo do início ao fim para sair do ADCC 2019 com a vitória.

Vocês acham que num duelo tão técnico como esse a torcida pode influir?

Preguiça: Tenho certeza de que, por ser na Califórnia, vai haver uma torcida grande para o Galvão, pela proximidade da escola dele. Mas estou acostumado com isso, são anos lutando, e sei que não vai me atrapalhar.

Galvão: Lutar em casa é bom, mas eu sempre me sinto em casa, independentemente de onde for o evento. A verdade é que a galera do Jiu-Jitsu sempre me recebe muito bem em todos os lugares. Ter a torcida a favor é sempre bom, claro! Tenho muitos alunos e amigos não só daqui de San Diego, mas também de vários lugares que estão indo ao evento. Estou supermotivado – duplamente, por causa deles.

Qual para você é o ponto mais forte do seu adversário?

Preguiça: Acho que o forte dele são as quedas e a pegada de costas.

Galvão: Ele tem boas qualidades. A gente sabe que ele tem a guarda boa. Acho que esse é o ponto forte dele.

Ao analisar o jogo do seu rival… Pensa em usar o feitiço contra o feiticeiro? A tática é pegar as costas?

Galvão: Treinei para fazer o meu melhor. Darei o meu melhor em cada situação, em cada posição, em cada transição. Tô pronto pra luta!

Preguiça: Estou com um jogo completo e onde achar brecha eu vou com tudo, se for nas costas, melhor ainda!

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *