Bruno Oliveira vibra com medalha em Vegas e analisa Jiu-Jitsu em Abu Dhabi

Share it

De volta ao circuito competitivo, Bruno Oliveira foi capaz de garantir duas medalhas de bronze no Las Vegas Open, com e sem kimono, no último fim de semana, em Las Vegas, Nevada.

Bruno, que ainda disputou o Mundial Master, conta as lições que aprendeu ao lutar de adulto e master na mesma semana num dos torneios mais disputados da International Brazilian Jiu-Jitsu Federation (IBJJF).

“Aprendi que não existe idade no Jiu-Jitsu. Você é capaz de qualquer coisa, basta ter uma mente blindada e um foco interior. Fiquei feliz com meu desempenho, mas tive erros bobos que já estão sendo corrigidos. Cometi erros na hora de puxar e isso me custou a vitória lutando de kimono e sem kimono. Cheguei em duas semifinais, isso prova que meu trabalho está no caminho certo”, conta Bruno, atleta de 34 anos.

Faixa-preta há 10 anos, Bruno hoje mora e vive em Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes. A seguir, o professor comenta o crescimento do esporte na terra do Xeque Tahnoon.

“O esporte, como um todo, está ainda em desenvolvimento. Mas já temos aqui muitos atletas locais se destacando nas faixas coloridas e nas divisões da faixa-preta. É outro nível a valorização que o esporte tem aqui e isso é muito bom e estimulante para nós, atletas e professores, profissionais termos essa grande conquista da valorização do esporte aqui, nos Emirados Árabes”, diz Bruno, responsável por ensinar Jiu-Jitsu para o Exército local.

O atleta volta a lutar no Asian Open, no Japão, em setembro. O torneio é organizado pela IBJJF.

(Fonte: Assessoria de imprensa)

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *