Confira a seleção de campeões do Abu Dhabi Grand Slam de Tóquio

Share it

Kennedy Maciel em ação no ADGS Tóquio. Foto: Ane Nunes

A lista de campeões do Abu Dhabi em Tóquio é a prova definitiva de como o Jiu-Jitsu estás difundido em todo o mundo. Realizado nesse fim de semana, nos dias 27 e 28 de julho, no Ota Gymnasium, no Japão, o evento contou com campeões de seis países diferentes em 11 categorias diferentes de peso na faixa-preta.

Foram cinco medalhistas de ouro do Brasil, dois campeões da Polônia e um primeiro lugar para atletas do EUA, Suécia, Japão e Austrália. Quando você olha para os pódios, há uma lista ainda mais extensa de países presentes, incluindo Mongólia, Bélgica, França, Coréia do Sul e Gana. Esta exibição verdadeiramente internacional de talento e amor pelo esporte emocionou a multidão nas arquibancadas, bem como aqueles que assistiam em casa online ou na TV. Veja como cada divisão se encaminhou para coroar seu campeão.

Masculino Faixa-preta

56 kg

Com o brasileiro Thalison Soares não aparecendo para competir, a divisão se transformou em um evento totalmente japonês. Kei Ito foi direto para a final para enfrentar Masaaki Todokoro, que havia derrotado Nobuhiro Sawada por 1 a 0 nas vantagens nas semifinais. Ito levou a medalha de ouro para casa na decisão dividida após empate em 0 a 0, em luta parelha. Sawada completou o pódio no terceiro lugar.

62 kg

Jonas Andrade agradeceu a Wanki Chae quando o sul-coreano não compareceu à semifinal. Por outro lado, Gabriel Sousa derrotou o japonês Tomoyuki Hashimoto por decisão dos árbitros após um empate em 0 a 0 por pontos. A medalha de ouro também foi resolvida pelos árbitros quando um empate em 0 a 0 persistiu após seis minutos. Com 2 a 1 nas vantagens, Jonas celebrou o título. Um ataque na chave de pé marcou a vantagem para Jonas levar a vitória. Tomoyuki Hashimoto ficou em 3º lugar.

69 kg

Kennedy Alencar teve que lutar três vezes para levar a medalha de ouro de volta para Los Angeles. Ele primeiro estrangulou Song Hyeongkeun pelas costas e repetiu o mesmo resultado contra Jan Basso na semifinal. Do outro lado da chave, Thiago Macedo venceu Jun Yong Cho por 1 a 0 nas vantagens e depois superou Cleber Clandestino por 4 a 2 nos pontos. A final foi uma disputa acirrada, e Kennedy trabalhou no seu melhor jogo para construir 2 a 0 nas vantagens para garantir o título. Jun Yong Cho completou o pódio na terceira colocação.

77 kg

Depois de vencer em Moscou, Diego Ramalho viajou para o Japão querendo ficar no topo. Ele estreou na semifinal contra o bem conhecido rival Max Lindblad. Uma vantagem de 4 a 2 colocou Diego na final novamente. Do outro lado da chave, o australiano Levi Jones-Leary finalizou Alexandre Molinaro e pegou Shinji Morito com um estrangulamento nas costas para chegar à final. A medalha de ouro foi decidida em uma batalha de seis minutos de Jiu-Jitsu. Após uma queda de Diego e uma raspagem de Levi, uma terceira penalidade para o australiano deu dois pontos para o brasileiro e o placar de 4 a 2 persistiu até o final. Max Lindblad lutou duas vezes para ficar com a terceira colocação.

85 kg

O americano Nathan Mendelsohn lutou duas vezes para conquistar a medalha de ouro. Ele venceu Akihiro Kawakami por 8 a 0 nos pontos e se encontrou com o francês Thomas Mietz, que chegou à final com uma vitória por 7 a 2 sobre Dave Kim. O duelo da medalha de ouro foi decidido por 1 a 0 nas vantagens a favor de Nathan. Kawakami completou o pódio depois de bater Kim no terceiro lugar.

94 kg

Adam Wardzinski está de volta ao topo. Sua segunda medalha de ouro no Grand Slam de Abu Dhabi ocorreu depois de duas partidas. Ele bateu Anton Minenko por 11-0 para chegar à final. O brasileiro Fernando dos Reis chegou à medalha de ouro com uma vantagem de 6-2 sobre Rida Haisam, do Gana. O título veio do caminho de Adam depois de um jogo que ele tinha sob seu controle, mas não conseguiu marcar muitos pontos. Uma vantagem de 1-0 nas vantagens foi suficiente. Haisam bateu Minenko no terceiro lugar para completar o pódio.

120 kg

A Polônia fez seu segundo campeão com Gerard Labinksi. Em dois duelos, ele primeiro pegou Dae Woong Lee com um estrangulamento do controle lateral. Seu adversário na final seria o campeão de 120kg do ADGS Moscow, Victor Hugo, que também finalizou Lee. A partida final viu Gerard agir rápido e segurar o placar em 2 a 0 nas vantagens para levar a vitória.

Feminino Marrom/Preta

55 kg

Mayssa Bastos é implacável. Se não houver adversárias em sua divisão natural de 49kg, ela subirá para 55kg e ainda ganhará a medalha de ouro. Ela lutou duas vezes para reivindicar o título. Ela primeiro estrangulou a americana Dorothy Dao em 42 segundos de luta. Do outro lado da chave, Rikako Yuasa venceu Elina Moestan por 1 a 0 nas vantagens e finalizou Yuki Sugiuchi na semifinal. Uma vantagem de 4 a 2 nos pontos deu a Mayssa mais uma medalha de ouro em sua carreira quase impecável no Abu Dhabi Grand Slam.

62 kg

A divisão tinha duas grandes favoritas de antemão, mas a realidade foi outra. A australiana Hope Douglas finalizou a campeã do ADGS de Moscou Larissa Paes, e depois se encontrou com Amal Amjahid, campeã de 2018 ADGS de Tóquio, na final, depois que Amal superou Izabelle de Souza por 20 a 2 na semifinal. Por 3 a 0 sobre as vantagens foi suficiente para Hope Douglas se juntar ao clube de campeões do ADGS. Larissa derrotou Miki Nakao e Izabelle de Souza pelo terceiro lugar para completar o pódio.

70 kg

m chave de três, Martina Gramenius e Buyandelger Battsogt chegarem à final depois de derrotar Meagan Evans (2 a 0 pts. para Buyandelger; estrangulamento do controle lateral por Gramenius). A medalha de ouro foi um prego, já que Gramenius só conseguiu marcar as duas vitórias vencedoras no final da partida, terminando com uma vantagem de 2-1 que lhe valeu a medalha de ouro.

95 kg

Dois duelos e duas vitórias de Gabrieli Pessanha sobre Marcela Caiafa. Na primeira disputa, Gabi trabalhou um estrangulamento pelas costas para finalizar. Na segunda partida, Gabi rapidamente encontrou um caminho para montar e depois escorregou para um armlock rumo ao título.

Reviva as emoções de todos os jogos em Tóquio no Instagram em @jiujitsuworldmag e @ajptour. A temporada de 2019/2020 do Grand Slam Tour de Abu Dhabi irá aterrissar em Los Angeles, EUA, de 14 a 15 de setembro. As inscrições já estão abertas e o prazo final é 10 de setembro. Apresse-se e inscreva-se agora! A AJP espera que o evento atinja a capacidade plena muito antes dos prazos finais. Saiba mais em https://ajptour.com/en/event/191.

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article
  1. Diego Ramalho at 11:39 am

    Quem ganhou a 77 foi o Diego “Sem noção” Ramalho e não o Diego Pato. E eu venci o Max Lindblad por 4 a 2
    A matéria tá muito legal. Muito obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *