O dia em que Gabi Garcia recebeu a faixa-preta e as lições que você pode tirar disso

Share it

Gabi Garcia em 2011. Foto: Dan Rod/GRACIEMAG

Mar calmo nunca fez grandes navegadores, certo? E um exemplo vivo desta máxima, aplicada integralmente no Jiu-Jitsu, é a multicampeã Gabi Garcia. Em entrevistas à GRACIEMAG #219, publicada em maio de 2015, a fera contou a lição de Fabio Gurgel ao entregar sua faixa-preta, num pódio de Mundial.

“Ganhei meu primeiro Mundial em 2010″, relembrou Gabi. “Peso e absoluto, ainda como faixa-marrom, que na época era junto com a faixa-preta. Logo após a final, lembro que o Fabio Gurgel veio na minha direção com um semblante sério. Pensei que ele ia me dar o maior abraço, me dar parabéns e dizer que eu era sinistra… Ele, no entanto, falou: ‘Você precisa corrigir a sua pegada das costas com urgência, está cheia de falhas'”

A lutadora ficou momentaneamente triste, embora já conhecesse o estilo rigoroso de seu mestre. Para buscar a excelência de seus alunos, Gurgel sabe que é preciso evitar deslumbramentos com as vitórias. A glória não pode cegar os campeões e as campeãs, que devem a toda hora enxergar o que pode ser aperfeiçoado. Gurgel, no entanto, sempre teve um coração grande e, de certa forma, usava o “tom linha dura” para disfarçar o que estava por vir. É Gabi Garcia quem conta:

“Eu ainda não sabia, mas, minutos depois, quando subi ao pódio, o Fabio veio de surpresa e me graduou faixa-preta. Acho que foi a primeira graduação de faixa-preta concedida por ele em pódio de campeonato, algo raríssimo! Foi um dos dias mais importantes da minha vida, receber a faixa-preta no pódio das mãos do cara que me transformou na campeã que eu sou. Ser tratada com linha dura e perceber que há vários competidores iguais a mim, dando o máximo de si… Isso me fez querer treinar cada vez mais e realmente desejar as medalhas de ouro”.

Para completar, a Gabi de 2019 fez coro com a Gabi de 2015, adicionando mais uma lição quanto a relação de confiança completa entre aluno e mestre:

“Fábio sempre fala: ‘Não somos fábrica de confete'”, comentou Gabi no nosso Instagram, o @graciemagoficial. “Hoje agradeço a ele todos os momentos que ele colocou meu pé no chão. Depois desse dia foram muitos títulos, uma nova carreira, novos projetos, minha própria academia… E sempre a primeira pessoa que pergunto se algo é certo ou errado é ao Fabio Gurgel. Nem sempre as palavras que vão nos levar para frente são aquelas que queremos escutar, e é essa a importância de ter na vida um mestre.”

E você, amigo leitor, qual foi o melhor conselho que o seu mestre já te deu? Divida conosco!

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *