Como suportar a pior porrada que a vida pode nos dar, com Rickson Gracie

Share it

Treinar Jiu-Jitsu é aprender, pouco a pouco, dia a dia, a ficar mais calejado para suportar as porradas da vida.

Foi o que aprendemos com mestre Rickson Gracie, lutador que virou sinônimo de invencibilidade ao apresentar um cartel de 11 lutas e 11 vitórias no vale-tudo, para não mencionar as incontáveis vitórias no Jiu-Jitsu como faixa-preta.

Em entrevista ao pessoal da revista “Ragga”, em 2010, o Gracie comentou o mais profundo revés capaz de estraçalhar uma pessoa – mesmo que seja um samurai. Rickson jamais havia falado tão abertamente sobre a morte do filho, Rockson, encontrado num hotel em Nova York, em dezembro de 2000.

Após ouvir a pergunta: “Qual foi a maior porrada que levou na vida?”, Rickson ensinou:

“Sem dúvida nenhuma, a perda do meu filho, há dez anos.”

“Sinto que essa partida representou muito, porque consegui administrar essa derrota. Nada pode ser mais significativo que perder alguém que você realmente ama”, aprofundou-se Rickson. “Quando você fala em perda, pode pensar na força, na perseverança, na reza, no acreditar que vai haver o amanhã, em todos esses fatores que, talvez, um amigo venha e bote a mão no seu ombro. Todas essas opiniões são relevantes, mas, na minha verdade, cheguei à conclusão que nada disso importa. Quando você perde uma coisa realmente profunda, você tem que sentar, chorar e aceitar que chegou ao fundo do poço”.

“Lá do fundo, você vê a razão de dar um tiro na cabeça, de parar de fazer o bem, de desistir de ser uma pessoa feliz. Você pode querer se enganar, ‘é ruim, mas posso aguentar’, e essa falta de honestidade faz que você nunca cure a ferida. Cheguei no fundo do buraco e decidi, lá do fundo, se ia voltar à tona ou não”, completou.

Rickson, o faixa-preta Renato Barreto e Rockson. Foto: Renatobarreto.com.br

O Gracie precisou de anos para digerir a perda do filho, como ele explicou.

“Passei por um processo de cura com a minha família. Durante praticamente três anos, fiquei focado em reganhar essa energia e buscar uma razão que me fizesse ser feliz de novo. E a razão são os três filhos lindos que tenho, a minha família, o Jiu-Jitsu. Para fechar esse assunto na minha cabeça, busquei durante muito tempo um lado bom nessa partida, uma coisa que pudesse ter como vantagem diante dessa tragédia. Depois de muito meditar, de me enclausurar nos bosques, sem vontade de surfar, brincar, treinar, cheguei à conclusão de que existia uma vantagem, um lado positivo. Até aquele momento, realmente nunca havia dado valor ao tempo, sempre achei que era controlador do meu tempo, que poderia deixar para falar com meu filho amanhã, deixar uma viagem ou uma aula para depois, que o tempo era só uma questão de adaptação na minha agenda. Deixei de fazer muitas coisas achando que poderia fazer depois. Com a partida do meu filho, entendi que não existe o amanhã. A gente tem de fazer tudo como se não houvesse amanhã.”

Rickson comentou ainda sobre o aguardado confronto contra Kazushi Sakuraba, que acabou não acontecendo à época por causa da tragédia:

“Essa luta seria o meu maior salário em todos os tempos. Me ofereceram 5 milhões de dólares, eu botaria meu burro na sombra. Ele venceu vários Gracie e seria uma boa luta para mim, talvez a melhor luta. Realmente ele ficou atravessado na garganta de todo Gracie”, concluiu o hoje faixa-coral.

Ler matéria completa Read more
There are 46 comments for this article
  1. Carlos Renato at 6:13 pm

    Ao mestre Rickson todo o respeito e força para tocar o barco.
    Tbm sou pai de garotos e a falta deles me encomoda muito, as viagens a trabalho e passar semanas sem os ver, me faz refletir sobre se vale apena continuar a mesma rotina por alguns reais a mais.
    Famíla é o que nós da suporte para enfrentar este mundo maluco. A procura das respostas para justificar a morte intriga, o ser humano á séculos e até hoje somente uma resposta me conforta neste momento.
    Pensar que neste mundo estamos emprestados, pois fazemos parte de algo maior e que os filhos, pais e família em geral são anjos emprestados por Deus para suportar as dores do mundo.(ganância, inveja e rancor)
    A filosofia das artes marciais trás o sossego a alma e a mente, entretanto a força interna e divina e eterna.
    Ossss mestre Rickson.
    abs fraterno Carlos Renato(equipe Leão Dourado – MG)

  2. Denis at 11:55 am

    muito comovente, só quem passou ao proximo a esta experiencia pode avaliar o que é. Mas ficou um capitulo de mistério na história do JJ, das artes marciais, do MMA. A luta que não houve, outros gracies mais jovens, mais fortes venceram Sakuraba(com 43 anos, covardia neh) O japones era mala pacas, arrogante, marrento mas amadureceu, envelheceu, sabe apanhar e ainda ta na ativa. É legal ver a história assim, não precisa ter fim.
    MAS se o mestre Rickson voltasse a lutar no pano seria uma reviravolta sem duvida!!! mesmo que ele lutasse classicos com outros do master e senior!! Sem duvida o esporte cresceria em respeito e honra!

  3. Batista Sousa at 2:18 pm

    O Rickson é a Lenda do Jiu-jitsu, pelos feitos que ficaram pra historia, depoimentos daqueles que treinaram com ele confirmam isso, depoimentos como o do casca grossa Fabio Gurgel que é sem duvida o maior competidor do passado ainda em atividade! vejo que muitos atletas do passado não sabem a hora de parar e se excedem, mas a historia muda com respeito ao Rickson, eu tive a oportunidade de vê-lo treinando a pulso com varias bandagens na região da coluna, não precisa ser muito inteligente pra perceber que o Rickson de hoje estar aposentado.

  4. Thiago Campos at 8:02 pm

    Hoje faz exatamente 3 meses que tive a honra de conhecê-lo em Goiânia, foi mui gratificante pois nunca tinha sido instruído por um Profissional do Jiu-jitsu (na minha cidade existe o Judô) e ele foi o 1° a me orientar, fiquei tão emocionado que enlouqueci, foi o maior privilégio que um amante do esporte pôde ter! Tenho uma filosofia que o verdadeiro Campeão é o da vida e este atleta é sem dúvida sinônimo de Redenção, Um Verdadeiro Campeão da Vida! A esse Campeão desejo que Deus continue abençoando e um dia venha ministrar um magnífico seminário no nordeste para que eu tenha a honra de vê-lo novamente!

  5. luiz loureiro at 10:24 pm

    A eloquencia,a suavidade e a certeza que transparacem em viver sua verdade são um brinde a essência nesses tempos de duplicatas;maravilhosa entrevista do grande mestre.

  6. Anderson Flylbert at 3:41 am

    Realmente somos passiveis de erros, as vezes dificeis de evitar, mas hoje felizmente ele deve ter uma atenção especial a família, uma lição de superação de vida!

  7. Domani "Sorriso" Souza at 8:32 am

    Nós vemos como campeões reagem nos knockdowns da vida. Momentos difícieis nos assaltam momentaneamente, mas reagimos conforme as forças que nos apresentam(os familiares, amigos). Tenho um DEUS forte e verdadeiro que me apresenta consolo nestes momentos pesados e criticos. O mestre Rickson, se mostrou forte nos “dojos” da vida, onde é muito difícil sair com as mãos levantadas para o alto e com ar de vencedor.
    Sr. Rickson Gracie, DEUS te abençoe ricamente, e derrame dos altos Céus as mais ricas bençãos Celestiais! Que haja Paz em tua alma, consolo ao teu coração e o Sr, JESUS CRISTO para sua remissão!
    Abraços.

  8. Anderson Flylbert at 1:09 pm

    Realmente somos passiveis de supostos erros, às vezes difícil de evitar, acredito que não houve culpa, se não há culpa também não há necessidade de algum remorso, uma lição de superação de vida!

  9. felipe amorim at 1:31 pm

    eu acho que o rickson é um daqueles raros exemplos em que o ser humano e a lenda se confundem, a vida passa muito rápido, os anos vão chegando, o corpo começa a doer, as percepções de valores vão mudando, e eu acho que isso machuca muito o rickson, já que em inúmeras ocasiões quando perguntado sobre idade, sempre se esquivou, acho que é isso…. a gente perceber que a juventude foi embora, que os anos chegam….

  10. mmporto@ig.com.br at 2:52 pm

    Não sei porque dar essa moral toda para o rickson, afinal ele só venceu pangaré. queria ver ele lutar com randy couture ou bas ruten.
    Royce o maior de todos os gracies

  11. Adriana Leitão at 4:29 pm

    Apesar de ter existido no passado muita perspectiva e debate para um confronto com o Randy ou Bass, vejo o Rickson como uma referencia, pela filosofia de qualidade de vida que vive e prega, porem não podemos esquecer que o próprio Randy quando estava no auge no wrestling e ingressando no MMA foi aluno do Rickson, como também inicialmente houve um tira-teima no treino e foi finalizado por diversas vezes, forçando o americano alegar superioridade, francamente é muito lamentável ver um Atleta reconhecido no Japão e mundialmente ser desvalorizado na sua própria terra! Santo de casa não faz milagre não! Jesus Cristo comprovou isso!

  12. little at 5:08 pm

    MMA Porto, vc tem q entender q na época dele ele venceu todos que se dispuseram a enfrentá-lo. O Rickson pegou apenas o início do MMA moderno e finalizou todas as lutas que fez, contra atletas até mais pesados. No tempo dele, ele foi realmente o cara, e no jiu também, o que todos os faixas-pretas, mais antigos como o gurgel e mais novos como o Paulão e o Galvão, confirmam. Por isso rapaz,volte a sua insignificância!

  13. Roberto at 8:32 pm

    Grande Mestre Rickson Gracie, como todas as lendas coberto de polemicas,alem do que ja fez no passado não sei o que seria se não fosse suas declarações polemicas de hoje que quer queira quer não o transformaram no mais polemico e maior lutado de jiu-jitsu de todos os tempos! Esse ai sabe chamar a atenção dos telespectadores, praticantes leigos ou não e lutadores!

  14. Junior Ratinho at 1:29 am

    Foi comentado em filosofia de vida, vejo o Rickson com conceitos próprios de uma profunda qualidade de vida testada e aprovada, ou seja, um lutador brasileiro que se transformou em uma referencia da respiração controlada (nos treinos), o controle emocional e contato com a natureza! Não é só finalização, mas é qualidade de vida!

  15. Duarte at 2:43 am

    Independente das polêmicas que na grande maioria procede de críticos leigos, na historia do esporte vemos o Mestre Helio Gracie (onde tudo começou) reconhecendo o Rickson como o maior representante da família, é evidente que não teve esse prestigio por acaso!

  16. Filpi Santos da Silva at 11:28 am

    Ao Mestre Rickson com todo respeito e honrra,ser pai é uma dadiva de Deus,tambem tenho dois filhos que amo muito e não me imagino perdendo um deles,admiro muito seus ensinamentos e sua lutas,que o Senhor jesus te dê a paz que o Senhor precisa mesrtre rickson.
    Filipi santos faixa azul, Jiu-jitsu Grace Barra,Maceió AL

  17. Andre at 12:39 pm

    “não vejo polêmica” o comentário dessa Erica não deveria nem estar ai, francamente quando ele falou sobre o Minotauro houve muita contestação e revolta, mas só foi o Minota entrar no rinque e o pior que nunca aconteceu, aconteceu, Ele o amaldiçoou… e agora vem zebrando desde o inicio a tentativa do Belfort, Belfort que se cuide!

  18. jack at 3:14 pm

    o tom dos comentarios aqui pareciam um velorio e reverencia extra rss mas vamos fazer eco ao que falaram- ROYCE fez muito MAIS que Rickson essa eh a VERDADE em termos de esporte e vale tudo! kkk Ate Renzo se dispos mais que o mestre Rickson, outra verdade sem duvida! Osssssss

  19. little at 4:26 pm

    A questão jack não é quem fez mais. a materia não fala sobre isso em nenhum momento. fala de um drama q o rickson viveu e vive. O rickson é um cara q fez muito pelo jiu na sua epoca e q tem um cartel perfeito no mmaa, ou seja um cara q merece destaque. foi a primeira vez q ele falou tanto sobre um tema tão delicado e pessoal. aí vem gente comentar q tal foi melhor q ele e esse tipo de coisa. acho isso meio espírito de porco. minha opinião…

  20. Vitor Garcia at 7:47 pm

    Vamos ter uma analise racional pessoal! não vejo o Royce maior que o Rickson no Jiu-jitsu nem em gamevirtual, o Jiu-jitsu do Royce não é tão completo, o faixapreta Bita finalizou o Royce que pelos boatos ficou marrento e vergonhosamente quase que havia briga! Outros depoimentos confirmam que há brechas no Jiu-jitsu do Royce! como anteriormente foi comentado, o grande Mestre Helio falou ta falado!

  21. Rafael at 9:27 pm

    Pessoal, o Royce dormiu para o Wallid, e quem leu o livro sobre Carlos Gracie, escrito pela Reila, viu descrições de desafios em que Rolker perdeu, Royce perdeu, Royler perdeu, Rorion…Todos tem brechas. Favoritismo não é sinônimo de ganhador no final, muito menos de invencibilidade. Agora, o que falaram aqui na discussão é certo, basta perguntar pra quem já deu um rola com o Rickson, pelo que já vimos (Gurgel, Paulão…)vão falar que o Rickson estava acima da média no JJ.

  22. Laine at 11:43 pm

    Esse Rickson é coberto de polêmicas, nem o Pelé é assim, nunca vi no Brasil um tleta iqual, mas no mundo só o argentino Maradona pra competir com ele!

  23. Pedro Sori at 12:01 am

    Pra mim o Royce independente do que digam é o maior lutador de MMA de todos os tempos, o Rickson pode ser uma referencia no Jiu-jitsu, mas no MMA ele apenas divulgou o BJJ no MMA Japonês. Não se esqueçam que um esporte é diferente do outro.

  24. Guto Miranda at 12:23 am

    Quanta falta de conhecimento, o Japão é o berço das ArtesMarciais, apesar do Japão não ter um rei zulu, mas o que tinha botou na frente e foi tratorizado pela técnica do Gracie, isso é fato!

  25. Cris at 12:36 am

    Sem duvida o Royce fez marca nos EUA, mas o Rickson tem mais bagagem ate quando o assunto é MMA, sou fã do Royce, mais o Rickson pelo fato do jiu-jitsu tem mais prestigio.

  26. Marlon at 12:47 am

    Royce é referencia, o Rickson também é, o que diferencia é que o Rickson alem de ser a Lenda do Jiu-jitsu fez carreira no MMA, o 1° Brasileiro a conquistar os Japoneses, é um ponto a mais pro Rickson!

  27. Ari at 1:01 am

    Há uma grande dúvida, se o Rickson foi imbativel no Jiu-jitsu, o Royce foi quase imbativel no MMA, mas sendo o Rickson ou Royce os melhores do MMA, não me importo, o que realmente importa é que ambos tem suma importancia para o Jiu-jitsu e MMA!

  28. Andreza at 10:41 am

    O Royce não se compara com o Rickson, pois o Rickson tem a honra de ser a lenda do jiu-jitsu, no MMA profissional mesmo com 41anos fez Sakuraba (que acabara de derrotar o próprio Royce) colocar outro na frente e fugir da responsabilidade!

  29. Alex Climaco at 1:17 pm

    O Royce perdeu na ultima luta com 41 anos, hoje o Sakuraba e o Funaki com 41 anos não tem o brilho de outrora, mas o Rickson fez sua ultima luta contra Funaki com 41 anos e entrou pra historia! 41 anos e invicto uma marca pra poucos!

  30. Ruy Menezes ( China Top Team ) ) at 12:47 pm

    Realmente deve ser muito Difícil digerir uma perda como essa, Infelizmente nâo veremos mais o Rickson em açâo., Mas ouvi-lo sempre é um aprendizado.
    Acho que as pessoas esquecem muito rápido de quem foi o melhor em sua geraçâo, e esquecem que tambem irâo parar de lutar.
    O que fica é o respeito pelo que foi feito e ajudou as geraçoes seguintes.
    Acho que todas as revistas especializadas deveriam se unir e fazer uma Homenagem a todos os campeoes de cada geraçâo.
    Carlos e Hélio Gracie, Carlson Gracie, Rolles Gracie, Rickson Gracie, Royce Gracie, Roger Gracie e outros que mesmo nâo sendo da Família tambem foram importantes para hoje o Jiu-Jitsu está nesse patamá.

  31. Daniel at 1:26 pm

    Nossa! acho que o Rickson é mais odiado do que amado, boatos dizem que é muito violento e arrogante, talvez seja por isso que a maioria não gosta dele e suas declarações causem tanta polemicas…

  32. Rui at 11:24 am

    O Rickson é a lenda do Jiu-jitsu, mas ultimamente vem aparecendo muito, se sujeitando a borrar sua imagem, talvez por falta de dinheiro, esquecendo que o nome vale muito mais que dinheiro, esquecendo também que lenda é difícil de aparecer, é difícil de se aproximar! Hoje todo mundo vê o Rickson no meio da rua perambulando ou naqueles seminários que não tem mais ordem sendo feitos em qualquer lugar e podem entrar gato e cachorro, isso demonstra a situação financeira do Rickson hoje, desonrando o próprio Pai a quem jurou perante Deus e varias testemunhas lealdade e honra, vale ressaltar que era praticamente impossível ter acesso a Helio e quando aparecia estava com seu exercito! Acho que o Rickson ta falido, doido por dinheiro, esquecendo do significado de honra, um sentimento que tanto pregou e defendeu!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *