10 lições para futuros campeões inspiradas na vida de Ayrton Senna

Share it

Ayrton Senna, ídolo do Brasil na Formula-1. Foto: Instituto Ayrton Senna

1. O piloto tri mundial em 1988, 1990 e 1991 (vice em 1989 e 1993) entendia seu ofício como um grande trabalho de grupo. “Não existe mérito de uma pessoa na F-1. Mérito existe de uma equipe. São os mecânicos, os projetistas, os patrocinadores, que financiam o equipamento. Os fornecedores de motores, de pneus, enfim, é um conjunto de pessoas”, disse Senna. Veja o Jiu-Jitsu como um esporte coletivo e sua chance de sucesso será maior.

2. Não vá para a academia com corpo presente e a cabeça em outro lugar. Como ensinava Senna, realizar algo pela metade é ineficaz: “Tento meu melhor em tudo o que faço. É o meu temperamento, não consigo fazer nada pela metade. Quando me proponho a fazer alguma coisa vou a fundo e dou o meu melhor”.

3. Ayrton Senna (1960–1994) curtia mesmo era treinar, era onde ele se divertia: “O melhor mesmo é guiar em treinos. É ali que experimento a sensação do limite – frear dez metros depois da entrada da curva e, se o carro resistir, na próxima vez, ir um pouco além, pisar mais forte no acelerador. É nos treinos que sinto o volante nas mãos, a pressão dos pedais. Andar no limite é que dá prazer. Na corrida não dá para fazer isso porque o mais importante é manter a posição, não dá para arriscar uma rodada na curva”.

4. Senna era um mestre em manter a cabeça vazia ao competir: “Durante aquelas duas horas de corrida não penso em nada. A cabeça fica a mil por hora, mas absolutamente concentrada na corrida. O piloto fica completamente amarrado dentro do carro, preso pelo abdome, pernas e braços, controlando a própria respiração. Na corrida chego ao limite da resistência física e psicológica. Emoção só sinto depois de passar a linha de chegada”.

5. Senna sempre teve o apoio da família para competir. Outro ingrediente que julgava crucial no seu sucesso era a paixão: “Minha profissão é também o meu lazer”.

6. Antes de ser campeão pela primeira vez, Senna costumava declarar: “Acho que estou na direção certa, mas tenho ainda um longo caminho a percorrer”, como disse ao repórter Maurício Cardoso, de “Veja”. Treine duro e use a frase como mantra.

7. Faça das dificuldades e obstáculos um trunfo particular seu, como Ayrton fazia nas corridas chuvosas.

8. “Quando não tenho treino de pista, aproveito para cuidar da minha máquina, fazendo ginástica”, ensinava Senna, indicando que um campeão é feito de 24h de dedicação.

9. A primeira corrida do pequeno Senna foi aos 13 anos. O primeiro título mundial, aos 28 anos. Tenha paciência. O piloto sempre pregava calma, tranquilidade e pé no freio contra a ansiedade.

10. Senna entendia como ninguém que a vida passa rápido. Portanto, trabalhe duro, seja gentil com os outros, concentre-se nos objetivos e persiga a vitória até o fim. E assim será lembrado para sempre. “Somos insignificantes. Por mais que você programe sua vida, a qualquer momento tudo pode mudar”, ensinou o ídolo das pistas.

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *