Vídeo: As lições de Israel Adesanya e Dustin Poirier, campeões no UFC 236

Share it

Adesanya recebe o cinturão após superar Gastelum. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC via Getty Images

Dois campeões interinos foram declarados nesse sábado, dia 13 de abril, no UFC 236, realizado em Atlanta. Dustin Poirier e Israel Adesanya venceram verdadeiras guerras de 25min, e saíram do octógono com seus cinturões e valiosas lições após batalharem com garra.

Depois de um card repleto de grandes lutas apresentado em Atlanta, nos EUA, a luta coprincipal do evento trouxe a primeira disputa de cinturão, entre Adesanya e Kelvin Gastelum. Golpes de longa distância, rapidez e até alguns lances perigosos no Jiu-Jitsu garantiram o sucesso de Adesanya. Agora campeão interino dos médios, com duelo garantido contra Robert Whittaker (campeão linear), Adesanya analisou o processo de atuar sem ansiedade no cage, sem ficar desencorajado na adversidade e revelou ainda o pedido para o pai apostar em uma vitória por finalização, já que esta poderia vir e quase aconteceu no fim da luta.

Na luta principal, Dustin Poirier entrou como azarão nas bolsas de apostas, mas sua experiência foi um grande diferencial contra Max Holloway, campeão peso-pena que subiu para os leves em busca de mais um título. Com a conquista em cinco assaltos, Dustin fica com a garantia de desafiar o cinturão linear dos leves, que hoje está com o suspenso Khabib Nurmagomedov. Para Dustin, veterano com 30 lutas na carreira e mais de 20 delas no UFC, a dor e o desconforto de lutar são pagos com a mente de campeão, por não desistir, e a adrenalina de tentar controlar o fator incontrolável do sucesso no cage, que pode ter uma luta encerrada em segundos por conta de um nocaute ou finalização.

Confira abaixo os resultados completos.

UFC 236
Atlanta, EUA
13 de abril de 2019

Dustin Poirier venceu Max Holloway na decisão unânime dos jurados
Israel Adesanya venceu Kelvin Gastelum na decisão unânime dos jurados
Khalil Rountree venceu Eryk Anders na decisão unânime dos jurados
Dwight Grant venceu Alan Jouban na decisão dividida dos jurados
Nikita Krylov finalizou Ovince St-Preux no mata-leão aos 2min30s do R2

Card preliminar

Matt Frevola venceu Jalin Turner na decisão unânime dos jurados
Alexandre Pantoja venceu Wilson Reis por nocaute técnico aos 2min58s do R1
Max Griffin venceu Zelim Imadaev na decisão majoritária dos jurados
Khalid Taha venceu Boston Salmon por nocaute técnico a 25s do R1
Belal Muhammad venceu Curtis Millender na decisão unânime dos jurados
Montel Jackson venceu Andre Soukhamthat na decisão unânime dos jurados
Poliana Botelho venceu Lauren Mueller na decisão unânime dos jurados
Brandon Davis finalizou Randy Costa mata-leão a 1min12s do R2

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *