Bibiano Fernandes explica como o Jiu-Jitsu ajuda a turbinar os treinos de MMA

Share it

Bibiano em ação no One. Foto: Divulgação

Aos 38 anos, Bibiano Fernandes está pronto para entrar em ação no MMA neste sábado, dia 31 de março, em Tokyo, no Japão pelo One Championship. O faixa-preta de Jiu-Jitsu fará a trilogia contra Kevin Belingon pelo cinturão dos galos.

Tricampeão mundial de Jiu-Jitsu pela IBJJF, dono de 22 vitórias e 4 derrotas no esporte de luvinhas, o manauara tem como objetivo de recuperar o cinturão e voltar a lutar Jiu-Jitsu, já que o mesmo utiliza seus treinos de kimono para alinhar ainda mais o jogo de solo nos cages.

Confira na entrevista exclusiva para GRACIEMAG.

GRACIEMAG: Qual é a importância de treinar de kimono para ajustar o jogo no MMA?
BIBIANO FERNANDES: É importante por que do kimono que vai sair a técnica, de pano o cara está segurando, sentindo os movimentos. No sem kimono é só passar a guarda, é explosão, aquele jogo que não para. Então, com o Jiu-Jitsu de kimono você ajusta o seu jogo para criar as técnicas e desenvolver seu jogo. Depois que você cria as suas técnic você consegue treinar e aplicar elas sem kimono também.

Você tem vontade de voltar a lutar Jiu-Jitsu?
Vontade de fazer superluta no Jiu-Jitsu eu não tenho. Quero lutar um Pan, um Mundial… Isso aí eu tenho interesse. Eu gosto de competir, entende? Lutar em uma chave de quatro, uma chave de seis, eu gosto dessa adrenalina.

Como você faz para treinar em alto nível?
Tenho treinado em alto nível porque sou focado no que eu faço. Sempre estou procurando evolução mental e física. Sempre penso como eu posso adaptar meu corpo para evitar lesões, eu cadencio o meu treino. Sem muito machucado e sem muita contusão. Eu treino inteligente. Eu faço preparação física para o meu corpo forte para eu poder aceitar a sobrecarga do meu corpo no processo do camp. Para eu ter um gás bom, eu treino bastante cardio e Jiu-Jitsu de kimono. Mas você precisa aprender a relaxar na hora da luta também, isso faz seu gás render.

O que mudou nos treinos de quando você tinha 25 anos para agora, com 38 anos?
Tem que deixar o corpo forte, como eu falei. Mas eu continuo fazendo mesmo o treino, cara. Eu puxo o meu corpo, entendeu. Mas eu preparo ele e não vou puxando as coisas muito rápido, não. Eu preparo o corpo, eu deixo ele forte aí pra ele poder aceitar a sobrecarga. Mas eu continuo treinando a mesma coisa, cara. Eu faço cardio, treino de explosão e treino de isometria. Eu faço todas as coisas corretas, me preparando já pra luta. Então eu sempre tenho oito semanas antes da luta, então eu preparo meu corpo. O caminho é se manter saudável, ter uma alimentação balanceada para poder render bem nos treinos.

(Fonte: Assessoria de imprensa)

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *