Junior Cigano nocauteia e Elizeu Capoeira finaliza com o Jiu-Jitsu no UFC Wichita

Share it

Cigano castiga Derrick Lewis na luta principal do UFC Wichita. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC via Getty Images

Para vencer e voltar ao trilho do cinturão peso pesado, Junior Cigano teve de domar uma verdadeira fera no UFC Wichita, realizado nesse sábado, dia 9 de março, em Kansas. Na luta principal do card, Cigano nocauteou Derrick “The Black Beast” Lewis no segundo assalto. Antes, Elizeu Capoeira mostrou a força do seu Jiu-Jitsu ao finalizar Curtis Millender em menos de 3min de luta.

Na última luta da noite, Cigano entrou no octógono e buscava atacar na distância, com socos de braço totalmente esticado para evitar o raio de ação do americano. Não era por menos. Conhecido por seu poder de nocaute, Derrick chegou inclusive a assustar o brasuca em mais de uma ocasião na luta. Contudo, foi Cigano que aplicou o melhor golpe do primeiro assalto, ao chutar com um golpe rodado a linha de cintura de Derrick. O americano sentiu o golpe, se dobrou, mas usou a dor como arapuca para quase acertar Cigano de guarda baixa no contra ataque.

No segundo assalto, porém, Cigano acelerou o passo e conseguiu encaixar ótimo golpe cruzado que levou Derrick ao solo. Mais alguns golpes por cima e o árbitro Herb Dean foi obrigado a interromper a disputa. Após vencer, Cigano cantou em homenagem ao filho Bento, que fez aniversário no dia da luta.

Antes, na luta coprincipal, Elizeu Capoeira enfrentou Curtis Millender. O wrestler americano, que vinha de boa sequência de vitórias assim como Capoeira, entrou confiante. Capoeira, conhecido por suas lutas empolgantes e golpes precisos, mostrou que o seu Jiu-Jitsu também está em dia. Com uma queda no tempo certo, e boas transições no solo, Capoeira pegou as costas, montou e voltou a atacar pelas costas, para finalizar com o estrangulamento mão com mão logo nos primeiros minutos do primeiro assalto. A meta do brasileiro, agora, é encarar algum top 5 do ranking do UFC nos pesos meio-médios, já pensando no cinturão do Ultimate.

Outro destaque ficou para o faixa-preta da Gracie Barrra Beneil Dariush, que passou sufoco no combate contra Drew Dober, mas quando conseguiu levar o duelo para o solo passeou até pegar no triângulo invertido e esticar no braço para finalizar no armlock. Outro brasileiro no card, Serginho Moraes não conseguiu encaixar o seu jogo e acabou superado por Anthony Martin na decisão.

Confira abaixo os resultados completos!

UFC Wichita
Kansas, EUA
9 de março de 2018

Junior Cigano venceu Derrick Lewis por nocaute técnico a 1min58s do R2
Elizeu Capoeira finalizou Curtis Millender no estrangulamento pelas costas aos 2min35s do R1
Niko Price venceu Tim Means por nocaute técnico aos 4min50s do R1
Blagoy Ivanov venceu Ben Rothwell na decisão unânime dos jurados
Beneil Dariush finalizou Drew Dober no armlock do triângulo invertido aos 4min41s do R2
Omari Akhmedov venceu Tim Boetsch na decisão unânime dos jurados

Card preliminar

Anthony Martin venceu Serginho Moraes na decisão unânime dos jurados
Yana Kunitskaya venceu Marion Reneau na decisão unânime dos jurados
Grant Dawson venceu Julian Erosa na decisão unânime dos jurados
Maurice Greene venceu Jeff Hughes na decisão dividida dos jurados
Matt Schnell finalizou Louis Smolka no triângulo aos 3min18s do R1
Alex Morono venceu Zak Ottow por nocaute técnico aos 3min34s do R1
Alex White venceu Dan Moret na decisão unânime dos jurados

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *