Max Holloway e Valentina Shevchenko vencem e conquistam cinturões do UFC 231

Share it

Holloway castigou Ortega durante quatro assaltos. Foto: UFC/Twitter

Dois cinturões foram postos em jogo na noite deste sábado, dia 8 de dezembro, no UFC 231, realizado em Toronto, no Canadá. Como era de se esperar, casa cheia e um card recheado de grandes lutas para presentear o público local fanático por lutas que lotou o Scotiabank Arena.

Na luta principal, o campeão peso-pena Max Holloway confirmou estar na sua melhor forma e atropelou o desafiante Brian Ortega, que sustentou uma chuva de golpes até o quarto assalto que definiu o vencedor.

Max era visto como dúvida para apresentar costumeiro desempenho. Problemas de saúde prévios traziam tanto receio que o campeão chegou a ser considerado como azarão nas casas de apostas. Após bater o peso com sobras, Max passeou no cage, com golpes rápidos e precisos, e o rosto de Brian sentiu o volume de golpes do havaiano.

Contudo, para quem acha que Brian foi presa fácil, se engana. O americano, pupilo dos irmãos Ryron e Rener Gracie, mostrou coração e resistência, ao seguir em frente mesmo absorvendo muitos golpes durante 20min. Com o rosto muito machucado, Brian não foi liberado para voltar ao quinto assalto, e Max Holloway foi declarado vencedor, com cinturão devidamente defendido.

Na luta coprincipal, pelo título peso-mosca, Valentina Shevchenko encarou a ex-campeã dos palhas Joanna Jedrzejczyk. Sem conectar golpes contundentes, Joanna viu do outro lado do cage uma Valentina cerebral, com golpes mais poderosos e com pouco desperdício de energia, aplicando quedas e administrando o duelo ao longo dos 25min da disputa. No fim do combate, a declaração de Valentina como nova dona do então vago cinturão dos moscas não foi surpresa.

Entre os brasileiro, seis no total em ação no card canadense, quatro saíram com a vitória e dois voltaram com o amargo revés. No card principal, Alex Cowboy foi finalizado por Gunnar Nelson, enquanto Thiago Marreta nocauteou Jimmy Manuwa. Antes, no card preliminar, Claudia Gadelha foi superada por Nina Ansaroff na decisão, enquanto Gilbert Durinho venceu Olivier Aubin-Mercier também por decisão, Dhiego Lima nocauteou Chad Laprise e Carlos Ferreira bateu Kyle Nelson por nocaute técnico.

Confira abaixo os resultados completos!

UFC 231
Toronto, Ontario, Canadá
8 de dezembro de 2018

Max Holloway venceu Brian Ortega por nocaute técnico aos 5m do R4
Valentina Shevchenko venceu Joanna Jedrzejczyk na decisão unânime dos jurados
Gunnar Nelson finalizou Alex Cowboy no mata-leão aos 4min17s do R2
Hakeem Dawodu venceu Kyle Bochniak na decisão dividida dos jurados
Thiago Marreta nocauteou Jimi Manuwa aos 41s do R2

Card preliminar

Nina Ansaroff venceu Claudia Gadelha na decisão unânime dos jurados
Gilbert Durinho venceu Olivier Aubin-Mercier na decisão unânime dos jurados
Jessica Eye venceu Katlyn Chookagian na decisão dividida dos jurados
Elias Theodorou venceu Eryk Anders na decisão dividida dos jurados
Brad Katona venceu Matthew Lopez na decisão unânime dos jurados
Dhiego Lima nocauteou Chad Laprise a 1min37s do R1
Carlos Ferreira venceu Kyle Nelson por nocaute técnico a 1min23s do R2
Aleksandar Rakic venceu Devin Clark por nocaute técnico aos 4min05s do R1

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *