Exclusivo: “O Jiu-Jitsu me deu vida”, diz o campeão BJ Penn

Share it

BJ Penn nos bastidores do Gracie Pro, no Rio de Janeiro. Foto: Carlos Arthur Jr.

Primeiro americano a conquistar o Mundial da IBJJF e campeão de duas categorias do UFC, com direito a inclusão no Hall da Fama do Ultimate, BJ Penn é uma lenda do esporte que não exagera ao dedicar todas as suas conquistas ao Jiu-Jitsu.

Prova disso foi a vinda de BJ para o Brasil. O havaiano busca voltar às raízes para retornar ao cage no dia 29 de dezembro deste ano, no mês em que completa 40 anos de idade, contra Ryan Hall, no UFC 232. Os treinos na Nova União, que o fizeram conquistar o topo do Jiu-Jitsu mundial em 2000, são apenas mais um presente que a arte suave deu ao famoso competidor do MMA.

“O Jiu-Jitsu mudou minha vida completamente”, disse emocionado o astro em conversa exclusiva com GRACIEMAG. “Eu seria apenas mais um cara bebendo cerveja na praia se não fosse pelo Jiu-Jitsu. É muito bonito ver a expansão do Jiu-Jitsu. Temos atletas da Nova União na Austrália, Canadá e outras partes do mundo. O Jiu-Jitsu transforma as vidas de muitas pessoas ao redor do mundo.”

Não é por menos. Foi pelo Jiu-Jitsu que BJ veio para o Brasil, com pouco mais de 20 anos de idade, refinou o conhecimento de solo, conquistou a faixa-preta, foi campeão mundial e assim partiu para o MMA, com a bagagem da arte suave que o fez conquistar seu primeiro cinturão ao finalizar Matt Hughes no mata-leão.

“Eu sou muito grato a todos do Brasil pelo Jiu-Jitsu, grato à família Gracie e ao meu mestre Dedé Pederneiras. Obrigado por espalharem o Jiu-Jitsu, porque o Jiu-Jitsu me deu vida.”

E você, amigo leitor, também tem uma bela história com a arte suave? Como o Jiu-Jitsu mudou a sua vida? Comente conosco!

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *