Confira as finais explosivas marcadas para este sábado de Abu Dhabi World Pro Jiu-Jitsu 2018

Share it

Felipe Preguiça alcança mais uma final do World Pro. Foto: Ane Nunes/Gentle Art Media

Há apenas um passo a ser dado antes que os novos campeões sejam coroados no Abu Dhabi World Pro Jiu-Jitsu 2018. Após um dia de lutas épicas nesta sexta-feira, dia 27 de abril, na Mubadala Arena, em Abu Dhabi, foram definidas as finais de todas as divisões de faixa-preta entre os homens e da divisão marrom/preta para as mulheres.

Alguns favoritos ficaram pelo caminho e outros chegaram à finalíssima, mas a única certeza que fica é que os duelos foram justos e definidos com suor e esforço, e por isso apenas os mais competentes sobreviveram. Veja como foram definidas as finais de amanhã em cada categoria:

Masculino

56 kg

José Carlos “Cocó” é o único campeão já coroado. Em um chave no qual cada lutador teria que competir contra todos os outros adversários, Cocó venceu três de suas quatro partidas. Depois de um mau começo contra João Kuraoka, Cocó voltou e bateu Takahito Yoshioka, Rodnei Junior e em seguida finalizou Andrea Verdemare com um estrangulamento pelas costas para garantir a medalha de ouro.

62 kg

João Miyao confirmou sua condição de favorito e chegou à final. Em dois duelos, ele finalizou David Younan com um estrangulamento pelas costas e depois pegou Hiago George na chave de pé. Do outro lado da chave, Wanki Chae, da Coréia do Sul, bateu Jarrah Alhazza para encontrar Alex Alduncin na semifinal. Com 3 a 2 nas vantagens, Chae garantiu um lugar na final.

69 kg

Paulo Miyao e Gianni Grippo vão disputar a medalha de ouro na divisão até 69kg. Miyao primeiro superou Ali Munfaredi e depois bateu Thomas Halpin por 6 a 0 nos pontos. Gianni pegou Abdullah Nabas com um estrangulamento pelas costas e também finalizou Krzysztof Flak na semifinal.

77 kg

Na chave mais concorrida do evento, o canadense Jacob Mackenzie e o norueguês Espen Mathiesen chegaram à final. Jacob lutou quatro vezes. Ele derrotou Lachlan Giles na decisão do árbitro, Rene Karamanites por 1 a 0 nas punições, Max Lindblad por 1 a 0 nas vantagens antes de encontrar Jaime Canuto na semifinal. Com um sorrateiro estrangulamento de lapela, Jacob pegou Canuto quando este estava na meia-guarda profunda. Do outro lado da chave, Mathiesen finalizou Mathias Asencio, depois bateu Edwin Najmi por 2 a 0 nas vantagens e Yan Cabral por 3 a 1 nas vantagem. A semifinal seria contra foi contra Jon Satava, e um belo estrangulamento arco e flecha botou Espen na final com autoridade.

85 kg

O ídolo local, Faisal Al Ketbi terá sua segunda chance de lutar pelo ouro como faixa-preta no World Pro. Depois de chegar em segundo em 2017, ele enfrentará Isaque Bahiense pelo título neste sábado. Faisal lutou duas vezes nesta sexta-feira, derrotando Clifford Edwards por 2 a 0 e depois derrotando Bruno Reale na decisão dos árbitros. Isaque conseguiu chegar à final com uma vitória por 7 a 0 nos pontos sobre Clark Gracie, seguida de uma partida dura contra Gustavo “Braguinha”, que terminou com 4 a 2 nas vantagens para Isaque.

94 kg

Um ano depois, a mesma final. Felipe Preguiça e Adam Wardzinski vão lutar mais uma vez pela medalha de ouro em Abu Dhabi. No caminho, Preguiça venceu Zaid Sami por 11 a 2 nos pontos e finalizou Donghwa Choi para encontrar o brasileiro Helton Junior na semifinal. Uma raspagem e uma pegada de costas contabilizaram 6 a 0 nos pontos e a chance de Preguiça defender seu título. Adam Wardzinski, por sua vez, venceu duas lutas nesta sexta-feira. Ele derrotou Tanner Rice na decisão do árbitro e, em seguida, superou Matthew Leighton por 7 a 0 nos pontos.

110 kg

Erberth Santos está acelerado. Ele lutou duas vezes para chegar à final, primeiro ao finalizar Eldar Rafigaev na chave de pé e, em seguida, repetiu o feito ao pegar Igor Silva na semifinal. O adversário de Erberth será Lucio Lagarto, que lutou uma vez para alcançar a medalha de ouro. Com uma raspagem, Lagarto venceu Antonio Junior por 2 a 0 e agora tem a chance de conquistar sua segunda medalha de ouro no World Pro.

Feminino Marrom/Preta

49 kg

Mayssa Caldas segue com sua receita para brilhar no Jiu-Jitsu. Nesta sexta-feira, ela pegou suas duas adversárias com o estrangulamentos pelas costas. Primeiro Arantzazu Perez e depois Sofia Amarante foram vítimas da técnica. A adversária de Mayssa na final será a australiana Livia Gluchowska, que derrotou Serena Gabrielli por 2 a 0 nos pontos para alcançar a disputa do ouro.

55 kg

Amanda Nogueira conquistou a vaga na final ao finalizar Katjusa Horman e encontrar a atual campeã Talita Alencar na semifinal. Com 2 a 1 nas vantagens, Amanda conquistou a vaga na final. Amal Amjahid, da Bélgica, vai desafiar a brasileira. Amal finalizou Georgina Cantel primeiro e depois pegou Maiko Kurogi no estrangulamento pelas costas para chegar à final.

62 kg

A divisão feminina mais lotada teve Bianca Basilio chegando direto da classificatória brasileira no mesmo pique até a final geral. Ela finalizou Myrian Zitouni com um estrangulamento ezequiel, em seguida bateu Julia Maele por 2 a 0 nos pontos e, finalmente, superou Larissa Paes por 15 a 8 na semifinal. Do outro lado da chave, Ffion Davies finalizou Pamela Boveda e superou Charlotte Von Baumgarten por 5 a 0 para chegar à final.

70 kg

Ana Carolina Vieira terá a chance de defender seu título neste sábado. Ela lutou três vezes nesta sexta-feira e finalizou Yanelisa Reyes, Florencia Diez e Thamara Silva. A adversária de Carol será Jessica Swanson, que finalizou Samantha Cook e venceu Martina Gramenius na decisão do árbitro.

90 kg

Angélica Galvão e Marta Szarecka vão disputar a medalha de ouro neste sábado. Angélica lutou duas vezes nesta sexta-feira, derrotando Jessica de Andrade por 2 a 0 nos pontos e Laura Barker por 2 a 0 nas vantagens. Szarecka, da Polônia, também lutou duas vezes para chegar à final, vencendo Jonna Konivuori por 7 a 0 e depois finalizando Shantelle Thomas.

O Abu Dhabi World Pro 2018 retorna neste sábado, dia 28 de abril, para as finais da faixa-preta, que começam começa às 15h (horário de Abu Dhabi). Fique ligado para mais ação.

(Fonte: Assessoria de imprensa)

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *