Veja quem avançou após as seletivas regionais do Abu Dhabi World Pro Jiu-Jitsu 2018

Share it

Bia Basílio na chave de pé que sacudiu o Abu Dhabi World Pro. Foto: Ane Nunes/Gentle Art Media

O Abu Dhabi World Pro Jiu-Jitsu 2018 teve nesta quinta-feira, dia 26 de abril, as primeiras movimentações nas chaves do faixas-preta adulto. Os tatames montados na Arena Mubadala, na Zayed Sports City, foram palco de batalhas ferozes entre compatriotas que buscavam uma vaga nas chaves principais de cada categoria. O Brasil teve qualificados em quase todas as divisões, enquanto EUA, Portugal e Japão também tiveram competidores em ação para obter um lugar no torneio principal. Veja abaixo como foi o andamento de cada chave das qualificatórias:

Masculino/Adulto/Faixa-preta

56 kg

Brasil – Rodnei Junior venceu Wellington da Silva duas vezes e garantiu seu lugar na chave principal.

Japão – Takahito Yoshioka derrotou Massaki Todokoro e Kei Ito para se classificar à próxima etapa.

62 kg

Brasil – João Miyao confirmou seu status de favorito e venceu seus dois adversários para alcançar a chave principal. Ele finalizou Wellington Lima com um estrangulamento pelas costas e depois pegou Felipe Silva.

69 kg

Brasil – Paulo Miyao também avançou na competição. Em três duelos, primeiro bateu João Paulo Gonçalves por 3 a 0 nos pontos, em seguida superou Isaque Paiva por 6 a 2 na semifinal. A partida final contra Victor Otoniel foi vencida por WO.

77 kg

Brasil – Flavio Vianna chegou à chave principal ao vencer três confrontos. Primeiro bateu Johnny Crispim na decisão do árbitro, depois superou Marcos Paulo Costa por 1 a 0 nas vantagens e encarou Adriano Araujo na final. Novamente, uma pontuação de 1 a 0 nas vantagens foi suficiente para garantir a Vianna a vitória.

EUA – Edwin Najmi e Thomas Keenan lutaram três vezes para decidir o lugar na chave principal. Najmi primeiro pegou Thomas com um estrangulamento arco e flecha, e depois perdeu por 2 a 0 no segundo embate. A decisão veio no terceiro duelo, com uma vitória de Najmi por decisão do árbitro, depois de um empate por 2 a 2 nas vantagens.

Portugal – Yan Cabral derrotou Pedro Ramalho por 2 a 1 em três lutas para garantir seu lugar na próxima etapa do torneio.

85 kg

Brasil – Gustavo “Braguinha” Batista teve um longo caminho para garantir seu lugar na chave principal. Em quatro disputas, venceu Caio Pires por 9 a 0 nos pontos, superou Patrick Gaudio por 2 a 0 nos pontos e venceu Renato Canuto na decisão do árbitro na semifinal. O adversário na final foi o campeão do ano passado Claudio Calasans. Numa luta apertada, Braguinha raspou para somar 2 a 0 e avançar.

94 kg

Brasil – Felipe Preguiça lutou três vezes e finalizou dois de seus três adversários. Ele bateu João Pedro Resende por 6 a 0 com duas passagens de guarda, depois pegou Matheus Godoy com um estrangulamento pelas costas e finalmente encaixou um triângulo invertido para finalizar Eduardo Machado na final.

EUA – Tanner Rice e DJ Jackson lutaram três vezes para decidir a classificação. DJ venceu o primeiro, mas Tanner venceu os dois duelos posteriores e garantiu sua vaga na chave principal.

110 kg

Brasil – Em três partidas, Erberth Santos avançou para a chave principal. Ele bateu Raphael Souza por 4 a 2 nos pontos e pegou Mauricio Lima com um estrangulamento pelas costas. A final foi contra Ricardo Evangelista e foi decidida com outro estrangulamento nas costas após uma queda sensacional de Erberth.

Feminino / Adulto – Marrom/Preta

49 kg

Brasil – Clarissa Lacerda venceu ambas as partidas por WO.

55 kg

Brasil – A atual campeã Talita Alencar venceu todos os seus três duelos no caminho da chave principal.

62 kg

Brasil – A mais emocionante de todas as eliminatórias foi decidida apenas na partida final. Luiza Monteiro venceu Bia Mesquita por uma vantagem. Mesquita finalizou Bia Basílio com um armlock. Basílio então finalizou Luiza com uma chave de pé. Todas as três terminaram a etapa com duas vitórias e uma derrota. Basílio garantiu o lugar na chave principal por ter pontuações superiores no geral.

70 kg

Brasil – Ana Carolina Vieira partiu com tudo ao defender seu título. Ela finalizou Melissa Cueto primeiro e depois pegou Priscila Cerqueira com um katagatame para alcançar a chave principal.

90 kg

Brasil – Com uma derrota e uma vitória para cada competidora, Jessica Andrade contou com a pontuação geral da divisão para garantir seu lugar na próxima etapa do evento.

O Abu Dhabi World Pro 2018 retorna nesta sexta-feira, 27 de abril, para as chaves principais das categorias faixa-preta adulto e master 1. O evento termina no sábado, 28 de abril, com as finais de todas as divisões. Fique ligado para mais ação.

(Fonte: Assessoria de imprensa)

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *