10 dicas para você sair logo da faixa-branca no Jiu-Jitsu, com Suyan Queiroz

Share it

Suyan Queiroz e Carlão Santos na GMI First em Utah, nos EUA. Foto: Reprodução

Professor de Jiu-Jitsu radicado EUA, Suyan Queiroz, líder da nossa GMI First BJJ Carlson Gracie em Utah, conversou com nossa equipe sobre as principais dicas para aqueles que adotaram há pouco as maravilhas que o Jiu-Jitsu pode proporcionar.

Para Suyan, os detalhes analisados abaixo, divididos em dez dicas, seriam essenciais para que ele tivesse passado com maior aproveitamento e facilidade pelo período de faixa-branca, aquele no qual o atleta está se acostumando com os movimentos da arte suave. Confira as dicas e aplique nos seus treinos ou ajude seus colegas de tatame!

1. O Jiu-Jitsu nos ensina muitas lições valiosas com o tempo, mas o iniciante que assimilá-las logo no início terá mais sucesso e sabedoria para ir mais longe. Por exemplo: cuide do corpo não somente enquanto estiver treinando, mas nas horas de folga também. Alimente-se com simplicidade e inteligência, alongue-se, beba muita água e descanse muito.

2. Fique atento em todas as aulas. É o melhor meio para você absorver tudo o que puder. Evite no início buscar uma posição preferida; tente tudo o que for possível e deixe as preferências para o futuro próximo.

3. Execute as posições passo a passo, e depois vá imprimindo velocidade no movimento aos poucos. Quando somos iniciantes, controlar isso é difícil, sempre tentamos imprimir velocidade antes de saber o movimento perfeitamente. Com isso, o movimento sai imperfeito e muito faixa-branca desiste de tentar de novo.

4. Procure no início treinar com parceiros de treinos mais ou menos do mesmo peso. Logo no início no Jiu-Jitsu, você ainda não tem muito jeito com os movimentos, o que é normal, e treinar muito com parceiros mais pesados pode atrair contusões.

5. Cadencie o ritmo de treino o máximo que conseguir. Isto é, treine com constância e frequência, sem precisar treinar 15 horas por dia e se estourar. Os iniciantes muitas vezes ficam com fome de Jiu-Jitsu e querem treinar o tempo todo sem respeitar muito o próprio limite. Aguarde e mate a fome aos poucos, sem se empanturrar.

6. Não deu? Dê os três tapinhas e evite lesões. Não queira ser um casca-grossa na faixa-branca, sem respeitar seus limites… Eu me machuquei algumas vezes por pensar equivocadamente assim.

7. Lembre sempre do seu último treino. O que você fez que deu certo? O que tentou que deu errado? Guarde isso na mente, para corrigir nos próximos rolas.

8. Na defesa, procure usar a força apenas combinando os movimentos. No início é comum querermos fazer força de qualquer maneira, sem dosar e sem objetivo. Isso nos faz cansar com dois minutos de treino.

9. No ataque, dose sua velocidade e sua pressão; ir com muita sede ao pote faz o praticante de Jiu-Jitsu perder posições valiosas, e passar sufoco desnecessário.

10. Saia sempre de sua zona de conforto, para que você possa aprimorar mais o seu nível. Treine sempre com alguém que exige muito de você, técnica e mentalmente. Tomar amasso no início e voltar no próximo treino é a melhor receita para evoluir no Jiu-Jitsu.

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *